Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Atentado ao Hotel Taj Mahal
    Nota média
    3,1
    15 publicações
    • Cinema com Rapadura
    • Cinepop
    • Collider
    • The Guardian
    • Chicago Sun-Times
    • Cineweb
    • Observatório do Cinema
    • Screen International
    • The Hollywood Reporter
    • The Playlist
    • Variety
    • Washington Post
    • Boston Globe
    • New York Times
    • O Globo

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    15 críticas da imprensa

    Cinema com Rapadura

    por Renato Caliman

    “Atentado ao Hotel Taj Mahal” desenvolve sua narrativa (que poderia ser um pouco mais enxuta, é verdade) de maneira muito eficiente e contundente, mostrando-se capaz de entreter o público com o seu clima mórbido e dilacerante.

    A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

    Cinepop

    por Pablo Bazarello

    Uma produção nua e crua, quase documental, cuja proposta passa longe da espetacularização da violência, sua banalização ou entreter plateias em busca de adrenalina descompromissada e ação. Hotel Taj Mahal é um filme incômodo, que coloca o dedo na ferida.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    Collider

    por Jeff Sneider

    Filmes sobre ataques terroristas são difíceis de analisar porque sempre podem soar como uma exploração de tragérias reais. No entanto, neste aspecto, "Atentado ao Hotel Taj Mahal" se posiciona como um dos filmes mais eficazes do gênero.

    A crítica completa está disponível no site Collider

    The Guardian

    por Kattie Goh

    Maras mantém uma coleira na linha narrativa do filme enquanto assistimos personagens entrando e saindo das histórias um do outro. O uso de imagens de notícias reais em televisões de fundo é uma maneira inteligente de lidar com a exposição, permitindo que a trama avance rapidamente.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    "Atentado ao Hotel Taj Mahal" é uma lembrança arrepiante e valiosa de atos de loucura e atos de heroísmo, que nunca devem ser esquecidos.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    A recriação é exasperante, mas qual o sentido disso se não serve para jogar uma luz nos fatos? Se o único objetivo do diretor, que assina o roteiro com John Collee, é perguntar: o que você faria se estivesse lá?

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Observatório do Cinema

    por Caio Lopes

    A violência é objetiva, frontal e rápida, mas há impacto para cada uma das mortes, e Maras quase sempre mantém um tom uniformemente grave durante as mais de duas horas de filme. Sem nunca transformar as ocorrências em aventura, também evita o melodrama.

    A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

    Screen International

    por Sarah Ward

    Tem uma abordagem igualmente tensa e comovente para os devastadores ataques terroristas de 2008 na Índia. [...] Funciona melhor como um filme de compaixão tranquila e heroísmo sóbrio, em vez de atos ousados ​​e cheios de ação.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    The Hollywood Reporter

    por Jordan Mintzer

    O longa cobre o evento de todos os ângulos, no entanto, o que está faltando é algo próximo de um ponto de vista real. Evitando qualquer comentário político ou social para se concentrar apenas no evento em si, o filme se envovle em sua execução e tem personagens que não se destacam na tela.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    The Playlist

    por Gregory Ellwood

    O elemento mais perturbador em "Atentado ao Hotel Taj Mahal" é o retrato dos terroristas. [...] É estranho sugerir que esses assassinos (que mataram 34 pessoas no hotel) merecem simpatia porque conduziram os ataques por motivos financeiros.

    A crítica completa está disponível no site The Playlist

    Variety

    por Peter Debruge

    O filme toca em muitos dos mesmos impulsos indecorosos que tornam os filmes de catástrofe tão atraentes, explorando a tragédia da situação por causa do espetáculo. A intenção de Maras parece ser uma oportunidade para o público considerar essa pergunta: "O que você faria se estivesse na mesma situação?"

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Washington Post

    por Michael O'Sullivan

    De muitas maneiras, o filme parece “Inferno na Torre” para o novo milênio: um longa de desastre à moda antiga, ambientado no que um personagem chama de hotel “louco e elegante”. [...] A insensibilidade com que os terroristas operam é palpável e transmitida com uma verossimilhança que beira o sadismo.

    A crítica completa está disponível no site Washington Post

    Boston Globe

    por Tom Russo

    "Atentado ao Hotel Taj Mahal" captura o cerco do Taj, de forma assustadora mas mensagens de esperança e tranquilidade não são facilmente ouvidas.

    A crítica completa está disponível no site Boston Globe

    New York Times

    por Ben Kenigsberg

    Quanto mais envolvente "Atentado ao Hotel Taj Mahal" fica, mais atrapalhado parece em retrospecto. Reduz a aleatoriedade do derramamento de sangue da vida real para as emoções lisas de um filme de pipoca.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    O Globo

    por Sérgio Rizzo

    Primeiro longa do diretor, produtor e roteirista australiano Anthony Maras, o filme tem uma atração grotesca pela carnificina, mais impactante do que a tentativa de valorizar o sofrimento e a luta dos sobreviventes.

    A crítica completa está disponível no site O Globo
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top