Meu AdoroCinema
O Sacrifício do Cervo Sagrado
Média
3,1
154 notas e 21 críticas
5% (1 crítica)
24% (5 críticas)
19% (4 críticas)
29% (6 críticas)
14% (3 críticas)
10% (2 críticas)
Você assistiu O Sacrifício do Cervo Sagrado ?

21 críticas do leitor

Diego R.
Diego R.

Segui-los Ler a crítica deles

2,5
Enviada em 26/12/17
É um filme fraco sem nexo, 3 estrelas apenas pela excelente atuação de todos no filme. Porém, que filme doido maluco.
Vinícius d.
Vinícius d.

Segui-los Ler as 3 críticas deles

2,0
Enviada em 21/05/18
Filme fraco. Sem pé nem cabeça. Como um menino tem o poder de causar uma doença nos filhos do protagonista? Não ficou explicado!!!
Deivisson D.
Deivisson D.

Segui-los Ler a crítica deles

3,5
Enviada em 01/02/18
Baseado na tragedia de Ifigénia O filme nos mostra como sao as atitudes de uma familia ao ser pressionada por uma tragedia Longe dos clichês de hollywood o filme e muito bem montado Com atuacoes propositalmente robóticas E uma narrativa desconexa o que nos leva a varios questionamentos o final ate um pouco previsível e onde eu achei que o diretor pecou mais porem recomendo o filme Att Deivisson Dias
Milena S.
Milena S.

Segui-los Ler as 2 críticas deles

1,5
Enviada em 06/03/18
O diretor do filme não dá uma viajada legal, que tem algum sentido. A impressão é que nos faz de idiota. Nada tem explicação, a não ser a lei do "olho por olho, dente por dente". Bem ruim... não serve nem para passatempo.
alexandre m.
alexandre m.

Segui-los 1 seguidor Ler as 4 críticas deles

1,0
Enviada em 06/01/18
Filme cruel! Sem noção! Boas notas somente pela boa produção , mesmo assim sem sentido, boas atuações salvam
Rafael Andrade
Rafael Andrade

Segui-los Ler a crítica deles

0,5
Enviada em 30/05/18
Filme sem pé nem cabeça, sem sentido algum. Como o rapaz tem "poder" pra causar uma doença degenerativa que leva alguém à morte? Como a família age e segue a vida normalmente após o ocorrido? Duas horas desperdiçadas da minha vida.
Dhewyd V.
Dhewyd V.

Segui-los Ler as 2 críticas deles

4,0
Enviada em 20/02/18
O filme me prendeu o tempo todo, uma trama bem envolvente, com atuações marcantes, realmente não é um filme comum, não é um suspense clichê, nem todas as pessoas irão gostar, percebi no filme que o mesmo reflete bastante a luta pela vida, em a pessoa se apegar na sua existência em relação às outras, mesmo essas sendo de sua própria família... Final bastante impactante e trilha sonora arrebatadora! Gostei bastante!
Eduardo Santos
Eduardo Santos

Segui-los 52 seguidores Ler as 172 críticas deles

3,5
Enviada em 15/02/18
Yórgos Lánthimos é um cineasta grego que vem chamando atenção desde seu último filme, o original e estranho O Lagosta, que não chegou a passar nos cinemas aqui, mas foi lançado em vídeo. Com um toque à la Kubrick, a forma com que ele filma os personagens é asfixiante. Os diálogos são milimetricamente pensados e ao mesmo tempo foca nas peculiaridades dos personagens (que fogem dos estereótipos típicos americanos) e causa uma forçada naturalidade em situações não naturais e/ou extremas. A história é aparentemente simples – bem mais do que seu longa anterior – mas o fator psicológico dos personagens acabam por trazer essa intranquilidade sufocante e perturbadora. O cardiologista Steven (Colin Farrell, que também protagonizou O Lagosta), é casado com a oftalmologista Anna (Nicole Kidman). Eles têm um casal de filhos e vivem tranquilamente. Contudo, o jovem adolescente Martin (Barry Keoghan, em atuação bastante expressiva para um personagem extremamente dificil), filho de um ex-paciente que morreu na mesa de cirurgia de Steven, acaba se aproximando do cardiologista em uma relação amigável e improvável. Mas a partir de determinado momento, seu lado obscuro começa a surgir, o que trará consequências terríveis. O roteiro é bastante original e provoca sentimentos dúbios. A presença do jovem remete aquela velha premissa já tratada inúmeras vezes no cinema, como Teorema, do Pasolini, ou até mesmo o recente O Estranho Que Amamos, de Sofia Coppolla, que também conta com a participação da dupla Farrell/Kidman – um jovem que acaba aportando num ambiente e acaba alterando a vida de todos ao seu redor. Só que Lánthimos tem uma peculiar crueldade em sua perspectiva, causando reações parecidas às de quem assistiu a Violência Gratuita, do Michael Haneke. Um filme bem tenso, cuja melhor definição é a palavra “perturbador”. Não é pra todos os gostos, mas quem tem um pouco de estômago, vale a pena dar a conferida e tirar suas próprias conclusões. E a parte técnica é outro plus que faz com que seja uma pedida para quem gosta de filmes mais diferentes e alternativos. Elenco muito bom, que inclui ainda uma participação rápida de Alicia Silverstone, a eterna Patricinha de Beverly Hills. Goste ou não, O Sacrifício do Cervo Sagrado é daqueles filmes que não dá pra ficar impassível ao surgirem os créditos finais.
Michael D
Michael D

Segui-los 3 seguidores Ler as 204 críticas deles

2,0
Enviada em 23/06/18
😲👎 Com a premissa de "Olho por olho e dente por dente" o filme nos trás a história de um médico que por tal negligência acaba levando a óbito um paciente. Inconformado, o filho do paciente procura vingança, ao ponto de exigir a morte de um dos membros da família do doutor. Essa foi a sinopse resumida, entretanto mesmo sendo algo simples o filme se tornar idiota. Vai de diálogos sem nexos, como "deixa eu ver sua axila cabeluda? por favor, deixa"; a dramatizações exagerada por parte da música que acompanha toda trama. Sem contar algumas ações sem sentidos do personagem, como quando o doutor protagonista, trata seu filho como boneco de pano, no corredor do hospital, pensando que o filho estava fingindo. E pior na parte que o amigo do doutor, pede a mulher do amigo para tocar suas partes de baixo, em troca de uma informação. 😂 Só rindo para não chorar, em pensar que gastei duas horas da minha folga vendo essa caricatura de suspense. Nem a atuação de Nicole Kidman, salvou o filme, visto que parecia uma atriz iniciante, devido o fraco roteiro.
Luiz Antônio N.
Luiz Antônio N.

Segui-los 33 seguidores Ler as 780 críticas deles

2,5
Enviada em 24/03/18
Steven é um cardiologista conceituado que é casado com Anna (Nicole Kidman), com quem tem dois filhos: Kim e Bob. Já há algum tempo ele mantém contato frequente com Martin, um adolescente cujo pai morreu na mesa de operação, justamente quando era operado por Steven. Ele gosta bastante do garoto, tanto que lhe dá presentes e decide apresentá-lo à família. Entretanto, quando o jovem não recebe mais a atenção de antigamente, decide elaborar um plano de vingança. um filme tenso que faz você ficar sem fôlego do começo até o fim muito angustiante mas ao mesmo tempo que a história prende a atenção o final foi totalmente decepcionante Esperava muito mais⭐⭐🌟
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top