Meu AdoroCinema
Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca
Nota média
2,7
16 publicações
  • O Globo
  • Screen International
  • Chicago Sun-Times
  • Cinema com Rapadura
  • Cineplayers
  • The Hollywood Reporter
  • Boston Globe
  • Cineweb
  • New York Times
  • Papo de Cinema
  • Variety
  • Washington Post
  • Folha de São Paulo
  • Omelete
  • Rubens Ewald
  • The Guardian

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

16 críticas da imprensa

O Globo

por Mario Abbade

Muitas questões que são lentamente levantadas no início são resolvidas de forma abrupta e pouco consistente ao final. Mas esse deslize não impede Landesman de ter boas sacadas, como escolher retratar uma paranoica Washington repleta de ratazanas burocráticas usando um tom desbotado de cinza esverdeado.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Screen International

por Allan Hunter

Um drama político solidamente envolvente, ancorado por uma performance central dominante de Liam Neeson. [...] Há uma qualidade severa e acerçada no desempenho de Neeson que carrega algo de um pregador do Antigo Testamento.

A crítica completa está disponível no site Screen International

Chicago Sun-Times

por Richard Roeper

O diretor e roteirista Peter Landesman representa "Mark Felt" em tons sombrios que refletem com precisão o conteúdo da história e dos tempos.

A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

Cinema com Rapadura

por Diogo Rodrigues Manassés

Como no roteiro, a direção de Peter Landesman é ordinária. Embora a trilha sonora seja coerente com a atmosfera tensa, da mesma forma que a fotografia acinzentada corrobore a ideia de um ambiente sujo e corrupto, há um exagero na obscuridade, tornando a estética até mesmo cansativa.

A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

Cineplayers

por Francisco Carbone

Peter Landesman, por sua vez, mostra que na grande frase do filme (não se perde por esperar o momento onde Neeson "veste", enfim, a armadura do tão alardeado Garganta Profunda) pode vir a ter até mesmo, quem sabe, uma carreira de verdade.

A crítica completa está disponível no site Cineplayers

The Hollywood Reporter

por John DeFore

Os historiadores provavelmente terão muito a dizer sobre esse filme. que, apesar de reconhecer que a queixa pessoal teve muito a ver com o denúncia de Felt, ainda o pinta como basicamente nobre.

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

Boston Globe

por Ty Burr

"Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca" é um drama sobre uma aberração de controle prejudicada, o que seria bom se o diretor Landesman o reconhecesse abertamente. Ele está rasgado, entretanto, oferecendo uma celebração heróica do salvador subestimado da república e um retrato de personagem mais condenatório de um homem que, por razões complexas, acabou fazendo o que era certo.

A crítica completa está disponível no site Boston Globe

Cineweb

por Alysson Oliveira

Um filme sobre vazamento de informação a partir dos altos escalões do FBI, um presidente inescrupuloso, guerras entre facções políticas tinha tudo para ressoar com o presente, mas Landesman parece perdido com o material que tem em mãos e não sabe lidar com a complexidade dos personagens.

A crítica completa está disponível no site Cineweb

New York Times

por A.O. Scott

"Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca" é um retrato afiado contra um fundo desfocado, uma lição de história que não o ajudará em provas. É possível saborear os penhascos e as sombras do desempenho do Sr. Neeson sem entender bem o porquê de Sr. Landesman achar que essa história é digna de uma atenção tão sombria, séria e sustentada.

A crítica completa está disponível no site New York Times

Papo de Cinema

por Robledo Milani

O enredo de "Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca" se desenvolve por mais de seis meses de ação, cobrindo grandes espaços de tempo sem se ater a um ou outro evento com a devida atenção que soa ser necessária.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Variety

por Owen Gleiberman

"Mark Felt: O Homem que Derrubou a Casa Branca", apesar de fragmentos burocráticos de íntrigas [...] e uma performance que é liderada por Liam Neeson, é um filme que carece de relevância mais do que se sente carregado com isso.

A crítica completa está disponível no site Variety

Washington Post

por Ann Hornaday

Como história alternativa e uma vitrine para uma boa caracterização de Neeson, "Mark Felt" oferece uma visão intrigante, se incompleta, de um homem que permanece inescrutável, 40 anos após o fato.

A crítica completa está disponível no site Washington Post

Folha de São Paulo

por Cássio Starling Carlos

Após uma longa carreira ladeira abaixo como herói em filmes de ação, Liam Neeson interpreta o protagonista com uma máscara quase mortuária, o que dificulta nossa simpatia mesmo nos momentos em família, incluídos para humanizar o personagem.

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

Omelete

por Marcelo Hessel

A cinebiografia de Mark Felt não permite, porém, que seu personagem ganhe nuances de caráter que enriqueçam não sua história particular, mas a narrativa que o roteirista e diretor Peter Landesman oferece aqui.

A crítica completa está disponível no site Omelete

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

Para muita gente o problema é simplesmente que essa história já foi contada antes, é um segredo já melhor revelado, ainda mais neste momento de histórias tão secretas e complexas quando as que rolam hoje no governo americano.

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

The Guardian

por Jordan Hoffman

É difícil assistir a algum filme no clima político atual e não procurar paralelismos com a administração do Trump, mas "Mark Felt" [...] [parece] um pedido direto. [...] É surpreendente que um filme sobre Deep Throat possa ser um anticlímax.

A crítica completa está disponível no site The Guardian
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top