Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Carnívoras
    Nota média
    2,2
    6 publicações
    • O Globo
    • Cineweb
    • Papo de Cinema
    • Critikat.com
    • Folha de São Paulo
    • Télérama

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    6 críticas da imprensa

    O Globo

    por André Miranda

    Um thriller sem mocinhos, em que os diretores se esforçam para criar uma tensão, ora artificial demais, entre as duas protagonistas. Força-se uma barra para marcar semelhanças e diferenças entre as irmãs, mostrando que há nelas uma mesma natureza predatória.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    "Carnívoras" parece flertar com Bergman, Lynch, Hitchcock e até algo de Almodóvar, mas os irmãos estreantes passam longe de um cinema mais denso – na verdade, até tentam, mas não conseguem imprimir uma crítica à crença das subjetividades únicas.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Papo de Cinema

    por Marcelo Müller

    Os desempenhos de Leïla Bekhti e Zita Hanrot se encarregam das nuances que os papeis exigem [...]. Todavia, falta coragem aos realizadores para dar ao percurso os contornos de selvageria que irrompem nos instantes finais.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Critikat.com

    por Clément Graminiès

    É surpreendente ver os dois diretores, tão acostumados aos sets de filmagem, caírem nesse nível de caricatura no que diz respeito à representação do mundo das filmagens cinematográficas.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com

    Folha de São Paulo

    por Cássio Starling Carlos

    Somente Leïla Bekhti (Mona) e Zita Hanrot (Samia) chamam a atenção em “Carnívoras”, com desempenhos que confundem semelhança e estranhamento, que suspendem a fronteira entre consciência e possessão.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    Télérama

    por Pierre Murat

    Parece um romance de Boileau-Narcejac, do tipo antiquado, que a adaptação teria tornado ainda mais anacrônico. Gostamos tanto dos irmãos Rénier como atores... Tomara que eles continuem apenas atores.

    A crítica completa está disponível no site Télérama
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top