Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Tudo que Deus Criou
     Tudo que Deus Criou
    22 de janeiro de 2015 / 1h 45min / Drama
    Direção: André da Costa Pinto
    Elenco: Letícia Spiller, Paulo Phillipe, Paulo Vespúcio Garcia
    Nacionalidade brasileira
    Ver o trailer
    Assista agora
    Imprensa
    5,0 1 crítica
    Usuários
    3,1 4 notas e 1 crítica
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Não recomendado para menores de 14 anos
    Miguel Arcanjo (Paulo Phillipe) é um rapaz que mora com a mãe (Maria Gladys), com a irmã (Guta Stresser), rejeitada amorosamente, e o cunhado (Claudio Jaborandy) na Paraíba. Homossexual, ele é abusado por seu cunhado há anos e se sente obrigado a esconder da família os seus segredos. Seu único conforto é a amizade com o vizinho João (Paulo Vespúcio Garcia), um carteiro que todos os dias lê histórias para Maura (Letícia Spiller), uma mulher cega de trinta anos que anseia em ter sua primeira experiência sexual.
    Distribuidor Pipa Distribuidora
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2012
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades -
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Assista ao filme

    Online
    Alugar
    Veja todos os filmes online

    Trailers

    Tudo que Deus Criou Trailer (2) 2:30
    Tudo que Deus Criou Trailer (2)
    4 742 visualizações
    Tudo que Deus Criou Trailer 1:00
    435 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Letícia Spiller
    Personagem : Maura
    Paulo Phillipe
    Personagem : Miguel Arcanjo
    Paulo Vespúcio Garcia
    Personagem : João
    Guta Stresser
    Personagem : Ângela
    Ficha completa

    Crítica de usuários

    Ivy C.
    Ivy C.

    Segui-los Ler a crítica deles

    3,0
    Enviada em 9 de novembro de 2015
    Filme um tanto triste mas muito presente na realidade brasileira. Guta Stresser interpretou muito bem a amargura estampada na face da personagem. Leticia Spiller interpretando a ceguinha fogosa está hilário, e fez muito bem os trejeitos com os olhos como o de uma cega mesmo. Achei que faltou um pouco na cena em que ela finalmente se realiza na transa, mas o filme é daqueles bem brasileiros dos anos 80: cheio de cenas paradas, loucas e quase ...
    Leia Mais
    1 Crítica de usuários

    Fotos

    12 Fotos

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top