Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Tô Ryca
    Nota média
    2,2
    5 publicações
    • Cinética
    • Papo de Cinema
    • Cineweb
    • Veja
    • Gazeta do Povo

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    5 críticas da imprensa

    Cinética

    por Andrea Ormond

    O maior dos achados de Tô Ryca!, me parece, foi a escolha de uma protagonista feminina [...] e Samantha Schmutz segue a escola de interpretação de Leandro Hassum: grita, grita e grita histericamente. A diferença é que acaba tendo um timing competente dos gritos...

    A crítica completa está disponível no site Cinética

    Papo de Cinema

    por Robledo Milani

    Depois de um momento em que toda comédia nacional campeã de bilheteria tinha como marca o “padrão Globo de qualidade” (tanto em aspecto como no discurso), o que se percebe agora é que essa corrente está abrindo espaço para um tipo de humor mais sofisticado, ainda que não abra mão de ser popular.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Dirigido por Pedro Antônio – que tem no currículo humorísticos de televisão como "Não tá fácil pra ninguém" (também protagonizado por Samantha) –, a qualidade de "Tô Ryca" é não apelar para escatologias e humor rasteiro, como o próprio Um suburbano sortudo.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Veja

    por Tiago Faria

    Depois de "Até que a Sorte Nos Separe" e "Um Suburbano Sortudo", "Tô Ryca!" é a nova aposta brasileira sobre zés-ninguém [...] puseram a mão numa fortuna. [...] À vontade em cena, Samantha Schmütz garante risadas. O roteiro, no entanto, aborrece quando tenta criticar o espetáculo da política brasileira.

    A crítica completa está disponível no site Veja

    Gazeta do Povo

    por Anderson Gonçalves

    “Tô Ryca” é seguramente um dos piores filmes brasileiros de 2016. A comédia do diretor estreante Pedro Antonio tem todos os defeitos necessários para afugentar os fãs de cinema: roteiro capenga, atuações caricatas e piadas manjadas, muitas delas apoiadas em estereótipos e situações repetitivas.

    A crítica completa está disponível no site Gazeta do Povo
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top