Meu AdoroCinema
    Kubo e as Cordas Mágicas
    Média
    4,3
    229 notas e 25 críticas
    36% (9 críticas)
    36% (9 críticas)
    16% (4 críticas)
    8% (2 críticas)
    0% (0 crítica)
    4% (1 crítica)
    Você assistiu Kubo e as Cordas Mágicas ?

    25 críticas do leitor

    Renan S.
    Renan S.

    Segui-los 18 seguidores Ler as 124 críticas deles

    5,0
    Enviada em 12 de outubro de 2016
    Surpreendentemente, Kubo e As Cordas Mágicas é uma animação que revigora as energias, que eleva o humor e que faz perceber verdades sobre jornadas que todos nós precisamos percorrer. Belo até nos seus mínimos detalhes, assim como o delicado trabalho dos artistas por trás da produção é, também, uma delicada e sensível aventura ao âmago do que nos torna aquilo que, de fato, somos, sem as distrações de quem encara o mundo com ingenuidade e ignorância. Piscando ou não, com a devida atenção, é inegável aceitar a realidade: Kubo e As Cordas Mágicas é uma obra-prima.
    Beatriz L.
    Beatriz L.

    Segui-los Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 20 de julho de 2017
    Uma animação incrível, cheia de detalhes, cores vivas, cenários realistas, personagens maravilhosos, sem sombra de dúvidas, uma história apaixonante!
    Ricardo M.
    Ricardo M.

    Segui-los 23 seguidores Ler as 614 críticas deles

    4,0
    Enviada em 8 de abril de 2017
    Cordas e Carisma. O pequeno Kubo e seu fantástico instrumento musical hipnotizam as pessoas do vilarejo tranquilo em que vive graças a sua notória capacidade de dar vida a personagens de papel. Essa mistura de realidade e fantasia ganham um aspecto mais sombrio quando um antigo espírito do mal resolve aparecer para conturbar a vida do garoto e sua mãe, levando o jovem a uma fuga com grandes descobertas sobre sua família e si mesmo. Pontuado por uma narrativa que favorece o intelecto e a percepção adulta, este KUBO E AS CORDAS MÁGICAS figura como uma singular história que também tende a agradar os pequenos, graças ao estilo stop motion que se mistura naturalmente com fundos e adições em CG, mantendo uma leveza sombria que poucas produções do gênero são capazes. O diretor Travis Knight só não recebeu uma estatueta do Oscar por seu filme devido a presença de concorrentes também carismáticos, porém, mais "coloridos".
    Thiago C
    Thiago C

    Segui-los 12 seguidores Ler as 151 críticas deles

    3,5
    Enviada em 17 de outubro de 2016
    Momentos previsíveis a parte e esbanjando uma técnica de stop-motion imperceptível, além de um elenco primoroso no elenco original com nomes como Charlize Theron, Rooney Mara e Matthew McConaughey, a nova produção da Laika impressiona por sua grandeza e diversão, colocando-se como uma das animações mais emocionantes do 2016.
    Matheus Machado
    Matheus Machado

    Segui-los 20 seguidores Ler as 60 críticas deles

    4,0
    Enviada em 13 de outubro de 2016
    "Kubo e as Cordas Mágicas se aceita e se contenta com a simplicidade. Isso é o grande acerto de Travis Knight, que soube usar muito bem essa humildade, conseguindo entregar uma história encantadora - o uso do origami esbanjou uma originalidade ótima na história, que assume muito bem os principais elementos da cultura japonesa, e explora de forma leve os conceitos da vida e da morte, mostrando o impacto que cada um tem na vida do seu jovem e maduro protagonista."
    Herberth
    Herberth

    Segui-los Ler a crítica deles

    0,5
    Enviada em 15 de outubro de 2016
    O filme é muito pesado para crianças. Não deveria ser classificação livre. A narrativa é negativa durante todo tempo... o pai morre, a mãe doente morre, os amigos morrem.... as tias e o avô do menino são os vilões que querem matá-lo. Não leve seu filho.
    Maria C.
    Maria C.

    Segui-los Ler as 22 críticas deles

    2,5
    Enviada em 30 de julho de 2017
    Que desenho apavorante, nem quis assistir mais e fui dormir, quem sabe amanhã. Ainda bem que quem levou o Oscar foi o meu querido Zootopia. Bem, essa é minha opinião.
    anônimo
    Um visitante
    4,0
    Enviada em 20 de novembro de 2016
    Assim como suas animações anteriores,"Coraline","ParaNorman" e "Boxtrolls",o estúdio Laika novamente nos presenteia com um filme que une vários gêneros em uma só história."Kubo e as Cordas Mágicas" é um filme que emociona e ao mesmo tempo diverte.O trabalho feito em cima dos personagens e paisagens,torna esse estúdio diferente dos demais.Vimos nessa animação uma ótima produção de arte,o filme dá muito valor aos detalhes,respeitando assim quem assiste.Nada passa despercebido aqui. Kubo é um personagem super carismático,e ao mesmo tempo se mostra bem amadurecido,mesmo tendo 11 anos.É algo que o estúdio Laika adora frisar em seus filmes,personagens infantis,só que com bastante responsabilidade.A história é bem simples,nada que impeça crianças ou adultos de não querer assistir.Só uma ressalva,assim como os filmes dos heróis da Marvel,esse filme também tem uma interessante cena pós-créditos. O elenco de dublagem é outra boa atração.O que nos leva a assistir no áudio original.Charlize Theron e Matthew McConaughey estão engraçados,a química entre eles funcionam perfeitamente bem.Já Rooney Mara um pouco mais sombria,mesmo tendo pouco espaço,a atriz se sai bem,e suas cenas são fundamentais ao filme. Uma ótima atração para toda a família.
    breno s.
    breno s.

    Segui-los Ler as 11 críticas deles

    4,0
    Enviada em 21 de novembro de 2016
    filme muito bom, animação quase perfeita,pois faltou mais estrutura na história, mas, recomendo pela ótimo CGI
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 35 seguidores Ler as 1 108 críticas deles

    4,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    Kubo é uma animação em stop motion que usa um monte de elementos computacionais para tornar tudo muito mais fluido, mágico e... não-stop motion. Porém, ao mesmo tempo, ele se aproveita da técnica para tornar tudo muito mais real. Ele conta uma história oriental com o herói sendo uma criança, mas não são exatamente coisas de criança que ocorrem com ele. A maior virtude do filme talvez seja sua não-infantilização de um filme que entende que crianças podem aguentar discussões que envolvam a morte, e não há nada de errado em um garoto não ter seu olho esquerdo.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top