Meu AdoroCinema
Para Minha Amada Morta
Nota média
3,9
11 publicações
  • Almanaque Virtual
  • Cinema em Cena
  • Cinemascope
  • Cinepop
  • Cineweb
  • Estado de São Paulo
  • Folha de São Paulo
  • O Globo
  • Papo de Cinema
  • Gazeta do Povo
  • O Globo

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

11 críticas da imprensa

Almanaque Virtual

por Filippo Pitanga

O roteiro não escolhe soluções ou desfechos fáceis, preferindo costurar relações fora do lugar comum e retribuir auto-castigos e purgatórios em vida, o que é muito pior do que qualquer morte...

A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

Cinema em Cena

por Pablo Villaça

Trazendo ainda alguns planos-sequência que não só conferem imediatismo e traços maiores de realismo à narrativa [...] "Para Minha Amada Morta" é um daqueles filmes que constantemente levam o público a analisar seus quadros com interesse redobrado por saber que foram construídos com múltiplas camadas.

A crítica completa está disponível no site Cinema em Cena

Cinemascope

por Guilherme Franco

A construção de pequenos pontos de crítica social, como a imposição e estereotipação do comportamento da mulher, poderiam ter sido aprofundados, mas não sendo sua proposta, também não deixa nenhuma lacuna. É um longa que merece ser conferido e ter, posteriormente, suas reviravoltas refletidas e analisadas.

A crítica completa está disponível no site Cinemascope

Cinepop

por Wilker Medeiros

Sem duvidas, “Para Minha Amada Morta” é um belo começo na promissora carreira do baiano Aly Muritiba [...] Um filme que mesmo autoral por essência, deve ser acessível para diferentes plateias. Um resultado no mínimo louvável.

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cineweb

por Neusa Barbosa

Impressiona o controle preciso da tensão ao longo do filme, que acompanha os dilemas do viúvo Fernando (Fernando Alves Pinto) após a morte súbita da mulher. A história, em diversas camadas, acomoda discussões sobre paixão, obsessão, ciúme e vingança de uma maneira admirável.

A crítica completa está disponível no site Cineweb

Estado de São Paulo

por Luiz Zanin Oricchio

Uma espécie de thriller, bem diferente dos que o espectador se acostumou a ver. Inclusive pelo ritmo. Nesse sentido, Muritiba se beneficia do estilo cool de Fernando Alves Pinto. Não há um gesto, uma expressão facial que seja desmedida.

A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

Folha de São Paulo

por Cássio Starling Carlos

O filme é construído todo a partir de tensões. O sofrimento da traição, a intromissão na casa do amante, os desejos e provocações com a filha adolescente e a mulher do outro, uma arma, o sumiço de um cão são situações que o filme elege para criar um suspense que se acumula.

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

O Globo

por Raphael Montes

Em aspectos técnicos, o longa também merece ser comemorado, seja pelas convincentes atuações de Fernando Alves Pinto, como Nando, Lourinelson Vladmir, como Salvador [...]; seja pela fotografia e pelos planos sequência, que impressionam ao trazer realismo e tensão para a narrativa

A crítica completa está disponível no site O Globo

Papo de Cinema

por Robledo Milani

[O diretor] consegue não apenas dar conta de um roteiro muito bem amarrado, como também se revela um hábil diretor de atores, aqui envoltos em uma trama de bastante entrega e imersos em um clima imprescindível à história a ser contada.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Gazeta do Povo

por Anderson Gonçalves

A incerteza é o que prende o espectador do início até o final de “Para Minha Amada Morta”. [...] Com planos longos, o diretor constrói um filme de suspense fora dos padrões hollywoodianos. Mais lento, mais introspectivo, mas não menos envolvente.

A crítica completa está disponível no site Gazeta do Povo

O Globo

por Ruy Gardnier

Enquanto funciona no modo da singeleza [...], o diretor Aly Muritiba consegue criar um olhar cinematográfico satisfatório em termos de luz, ritmo e enquadramento. Mas quando o filme entra em modo “thriller de suspense” [...], as cenas se tornam insípidas e convencionais

A crítica completa está disponível no site O Globo
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top