Meu AdoroCinema
    Agnus Dei
    Média
    4,0
    85 notas e 7 críticas
    29% (2 críticas)
    57% (4 críticas)
    14% (1 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    0% (0 crítica)
    Você assistiu Agnus Dei ?

    7 críticas do leitor

    Rosangela Machado
    Rosangela Machado

    Segui-los 5 seguidores Ler as 12 críticas deles

    5,0
    Enviada em 19 de junho de 2016
    O filme traz à tona mais uma perturbação que parece não ter época certa: a violência contra a mulher em vários ângulos, desde o ocorrido com as freiras até a subordinação da mulher às instituições (representada pela Igreja, pela Cruz Vermelha, pelo Exército russo). A miséria humana representada pelo machismo tem no filme uma faísca de esperança. A luta nasce de uma minoria que desvenda tantos mistérios femininos, sociais , capaz de levar ao caminho da libertação.
    Nelson J
    Nelson J

    Segui-los 93 seguidores Ler as 863 críticas deles

    5,0
    Enviada em 19 de julho de 2016
    Excelente filme sobre um convento na Polônia, invadido por alemães e depois por russos, deixando um rastro de violência, traumas, freiras e noviças grávidas e casos de sífilis. As freiras escondem o fato para evitar o fechamento do convento e a expulsão delas. Uma jovem médica francesa irá se compadecer e ajudá-las de diversas formas. A madre superiora comete desatinos em nome da providência divina e pelas próprias circunstâncias da sua doença que a debilita física e mentalmente. Um tratado sobre a fé, a dúvida e a ação. Uma frase marca bem o filme, quando uma freira diz para a médica que "viver no convento são 24 horas de dúvidas e um minuto de esperança". Filme duríssimo, mas com um final de esperança.
    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 38 seguidores Ler as 801 críticas deles

    4,0
    Enviada em 18 de dezembro de 2016
    Agnus Dei - baseado na história real e chocante das freiras polonesas que foram estupradas na Segunda Guerra Mundial pelos alemães e pelos russos deixando várias grávidas, Achei um grande filme com uma história bem forte mas muito bonita
    gianpaulo
    gianpaulo

    Segui-los 4 seguidores Ler as 30 críticas deles

    4,0
    Enviada em 16 de julho de 2016
    Excelente direção em que roteiro, atuações e iluminação dão o exato tom das cenas. Mai surpreendente que o final (genial) é saber que se trata de uma história real.
    Bruno Campos
    Bruno Campos

    Segui-los 10 seguidores Ler as 225 críticas deles

    4,0
    Enviada em 4 de setembro de 2016
    Ótimo. Excelentes atuações e construção de personagens. História forte sobre um convento invadido por estupradores, e a repercussão devastadora, a partir da gravidez de várias freiras. Culpa, desespero, perda da fé, e a detenção do poder de qualquer decisão na mão de uma atormentada madre superiora.
    Mário Sérgio P.Vitor
    Mário Sérgio P.Vitor

    Segui-los 4 seguidores Ler as 110 críticas deles

    3,5
    Enviada em 28 de outubro de 2018
    Disponível na Netflix, só vi o filme anteontem. Imaginava-o pesado, chato, já que o tema tratado é tão avassalador - em 1945, na Polônia, uma jovem médica francesa, descobre que freiras moradoras de um convento foram estupradas por soldados e muitas delas engravidaram. Mas, estava enganado. Sim, é circunspecto, mas há profunda humanidade. Diálogos econômicos, interpretações elaboradas a partir de expressões faciais, olhares dizendo um mundo. Um filme necessário, retrato dos horrores da guerra e da radicalidade de dogmas norteando a fé. Meu único senão vai para o final arranjadinho, luminoso (na fotografia e na resolução da trama) demais para um filme tão austero.
    Crismika
    Crismika

    Segui-los 8 seguidores Ler as 172 críticas deles

    4,0
    Enviada em 7 de agosto de 2018
    Um filme com tema tenso, abordando o estupro coletivo de freiras durante a guerra. O filme aborda o tema de forma delicada com um roteiro bem amarrado com a fotografia e a frieza do lugar, permeando cenas com tons obscuros que passam esse sentimento. Um filme tenso, mas belo de se assistir. Vale a pena as duas horas de filme. RECOMENDO.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top