Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    O Outro Lado do Paraíso
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    O Outro Lado do Paraíso

    Olhar juvenil

    por Lucas Salgado

    Independentemente dos problemas que o filme possui, que serão retratados adiante, há de se reconhecer que O Outro Lado do Paraíso é uma produção muito importante para o Brasil de 2015. No momento em que algumas pessoas chegam a pedir por um golpe militar e que outras falam em marchar pela família e pela liberdade, é de grande importância uma obra que retrate o breve período que antecedeu o golpe militar de 1964.

    O Outro Lado do Paraíso - FotoBaseado em obra de Luiz Fernando Emediato, que é produtor do filme e inspiração para o personagem Nando (Davi Galdeano), o longa conta a história de Antônio (Eduardo Moscovis), um homem religioso e trabalhador que sonha em dar uma vida melhor para sua mulher e três filhos no interior de Minas Gerais. No ano de 1963, ele está sempre viajando em busca de novas soluções e determinado dia decide se mudar com todos para Brasília, terra de novas oportunidades, onde morra o presidente.

    Chegando lá, ele percebe que nem tudo está perfeito. Ele mora em uma casa simples e consegue um trabalho numa construção, em que vários de seus colegas são explorados. Apesar das dificuldades, consegue dar estudo aos filhos, é otimista com relação ao futuro do Brasil e é um admirador do presidente João Goulart. 

    Antônio é uma figura central na família, mas o filme é protagonizado por Nando. Filho do meio do casal, ele demonstra um grande interesse pela leitura e com o tempo vai se interessando por política. Por sinal, o debate político da época é inserido de forma inteligente através de imagens de arquivo e matérias da TV. Ao retratar o golpe através dos olhos de uma criança, o filme lembra um pouco o belo O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias.

    Delicado ao retratar o dia a dia do menino e sua relação com duas garotas, O Outro Lado do Paraíso falha ao inserir uma narração off, que acaba sendo autoexplicativa e exagerada. O filme dirigido por André Ristum também erra um pouco a mão na trilha sonora, que acaba levando para o melodrama algumas situações.

    Dentre os principais méritos da produção estão a direção de arte e figurino, além do elenco, que traz ainda boas participações de Simone Iliescu, Jonas BlochFlavio BauraquiCamila Márdila

    Filme visto no 43º Festival de Cinema de Gramado, em agosto de 2015.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    • Andries Viljoen
      Pois é, é um tema que conquista todo mundo. Então, se você é que nem é fã de cinema - ou do signo de Escorpião - e adora assistir histórias com esse tema, é bem provável que esteja amando o filme O Outro Lado do Paraíso.
    Mostrar comentários
    Back to Top