Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Cássia Eller
    Média
    4,4
    137 notas e 17 críticas
    distribuição de 17 críticas por nota
    8 críticas
    7 críticas
    2 críticas
    0 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu Cássia Eller ?

    17 críticas do leitor

    anônimo
    Um visitante
    4,0
    Enviada em 21 de junho de 2015
    Quando um documentário,sobre certo artista,ser tão bem feito quanto esse,o olhar será totalmente diferente,seja fã ou não.Essa história sobre Cássia Eller é tão profunda,e cheio de coisas a mostrar,que não vemos nem a hora passar.Com relatos impressionantes de pessoas próximas da cantora,o documentário se enriquece ainda mais.Conhecemos o lado tímido de Eller,que aos poucos se desabrocha em cima dos palcos.Uma figura marcante no cenário musical nacional,que chamava bastante atenção com seu jeito sem limites,mas,que ao mesmo tempo impressionava.
    Kamila A.
    Kamila A.

    Segui-los 2090 seguidores Ler as 515 críticas deles

    4,5
    Enviada em 17 de junho de 2015
    O documentário “Cássia Eller”, dirigido por Paulo Henrique Fontenelle, começa e termina com o mesmo momento. Na cena, vemos a cantora carioca falando a respeito de si mesma. Mais precisamente, sobre como as pessoas acham que a conhecem verdadeiramente, seja por conversarem com ela, por saírem com ela ou por dormirem com ela. Entretanto, na mente de Cássia, as pessoas só poderiam se aproximar de verdade dela, de uma maneira mais próxima, se a ouvissem cantar. Somente assim para ela se mostrar de verdade, para quem quer que seja. Nesse ponto, as pessoas que privavam da intimidade de Cássia Eller e que emprestam depoimentos ao filme de Fontenelle são unânimes ao afirmar que, na sua vida privada, a cantora era uma pessoa muito tímida e que se revelava mesmo era no palco. Era ali que Cássia se mostrava como um verdadeiro furacão, com sua voz grave, poderosa e sua interpretação única para as muitas canções que ela gravou, dos compositores dos mais diversos estilos e gêneros. Se a imagem da persona pública de Cássia Eller que todos nós tínhamos era essa, dentro dos palcos, o que o documentário nos apresenta é aos outros arquétipos que estavam presentes em sua vida. A mãe Cássia, a esposa Cássia, a filha Cássia, a amiga Cássia, a colega de trabalho Cássia e a irmã Cássia – todas – estão presentes nos diversos depoimentos que são dados no filme, que analisa, de uma certa maneira, o pioneirismo artístico e pessoal de uma artista que deixou uma marca inegável, dentro e fora dos palcos. Paulo Henrique Fontenelle fez um documentário que faz justiça à sua personagem principal, na medida em que nos mostra o paradoxo que fazia parte de Cássia Eller, uma pessoa tímida, delicada, amorosa e preocupada com os outros na sua vida pessoal; e que, nos palcos, na profissão que escolheu abraçar, se mostrava forte, decidida, imponente, irreverente e ousada. Se fica uma certeza para a gente, ao final de “Cássia Eller”, é que Cássia estava errada. Não bastava ouvi-la cantar para conhecê-la de verdade. Nós sabemos quem nós realmente fomos quando somos confrontados com o olhar do outro sobre nós mesmos.
    Juarez Vilaca
    Juarez Vilaca

    Segui-los 774 seguidores Ler as 393 críticas deles

    3,5
    Enviada em 12 de fevereiro de 2015
    Um bom filme biográfico, na verdade um catado de fotos, filmes curtos de entrevistas e shows com ela e amigos e empresários. Faltou qualidade no som. É uma pena que ela praticamente não apresenta uma canção completa, só flashes. Os amigos não gostam que a morte de uma celebridade como ela esteja ligada ao consumo de drogas, mas é difícil desvincular. Se a causa principal não foi, pelo menos sabe-se que sua saúde já estava debilitada por isso. Lamentavelmente ainda continuaremos a perder grandes artistas para as drogas e o alcool. Perdemos Raul Seixas, Tim Maia, Elis Regina, Cassia e tantos outros que ficaram anônimos. A pergunta que não quer calar é, sem as drogas essas pessoas seriam brilhantes como foram, ou as drogas vieram para suprir fraquezas na formação de suas personalidades?
    Marco G.
    Marco G.

    Segui-los 131 seguidores Ler as 244 críticas deles

    5,0
    Enviada em 24 de fevereiro de 2015
    Sensacional documentário sem censura e mostrando toda a genialidade desta cantora que inovou e influenciou tanto a musica quanto a sociedade.
    Luiz L.
    Luiz L.

    Segui-los 24 seguidores Ler as 5 críticas deles

    5,0
    Enviada em 10 de fevereiro de 2015
    Faz tempo que nao saio do cinema tão bem....uma cantora espetacular um ser humano do BEM....filme delicioso não para assistir mas para sentir com o coração
    Marccella L.
    Marccella L.

    Segui-los 44 seguidores Ler as 7 críticas deles

    5,0
    Enviada em 3 de março de 2015
    Muito bom o doc da Cássia! Debate cabeça sobre sexo, drogas e rock In rol! A guarda do seu filho e a mídia sensacionalista são as questões que merecem destaque, porque a maneira que o doc tratou, o sofrimento abstinência e a homosexualidade merece aplausos!! E que mães!!! Uhu!
    Jonas Bittencourt Jr.
    Jonas Bittencourt Jr.

    Segui-los 570 seguidores Ler as 412 críticas deles

    4,0
    Enviada em 3 de maio de 2019
    É exatamente como diz a crítica do site : É uma história inesquecível. Cássia foi uma artista intensa, e este excelente documentário faz jus ao seu espírito.
    Rose P.
    Rose P.

    Segui-los 12 seguidores Ler as 8 críticas deles

    4,5
    Enviada em 22 de abril de 2015
    Maravilhoso e emocionante! Cassia era um retrato de muitas pessoas, como ela mesma dizia. Realmente é um filme para ver e rever. Teve o mesmo impacto e emoção que Piaf! Nota mil!
    Ann Paul M.
    Ann Paul M.

    Segui-los 8 seguidores Ler as 20 críticas deles

    5,0
    Enviada em 31 de maio de 2015
    Muito bom relembrar essa artista que não parece ter morrido de fato.
    André C.
    André C.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 5 críticas deles

    3,5
    Enviada em 22 de fevereiro de 2015
    Excelente a dinâmica do filme, não dá chance de ser chato. Fiquei fã dela e do filme.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top