Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Enterrando Minha Ex
    Críticas AdoroCinema
    3,0
    Legal
    Enterrando Minha Ex

    No clima dos 80

    por Lucas Salgado

    Conhecido pelo trabalho em Gremlins e Gremlins 2 - A Nova Turma, Joe Dante é um diretor que não cresceu. E isso não é necessariamente uma crítica. Perto dos 70 anos, ele continua realizando produção leves com um espírito bem juvenil, o cineasta segue com uma cara bem anos 80.

    Burying the Ex - FotoBurying the Ex, por sinal, não foge à regra. Se fosse lançado na mesma época de A Hora do Espanto, Os Goonies e Os Garotos Perdidos, o longa talvez se tornasse também um clássico adolescente. Agora, em 2014, parece um filme inocente e pequeno demais para ganhar espaço em Hollywood. Mas isso não significa que não mereça ser notado.

    Anton Yelchin (Star Trek) interpreta Max, um jovem que trabalha em uma loja especializada no universo do horror. Ele sonha em abrir o próprio negócio e vive um relacionamento sério com a belíssima Evelyn (Ashley Greene, de Crepúsculo). Sem saber, eles trocam juras de amor em frente a um objeto mágico da loja.

    Os dois, então, começam a morar juntos, quando Max começa a questionar se ela é mesmo a mulher com quem quer passar o resto da vida. Antes que pudesse acabar o relacionamento, Evelyn morre. Max, então, após alguns dias abatido, tenta recomeçar a vida, o que não vai ser muito fácil, uma vez que a ex-namorada irá voltar a vida disposta a continuar a relação.

    Burying the Ex - FotoConhecida pela trabalho em Percy Jackson e True Detective, Alexandra Daddario vive Olivia, a dona de uma loja de sorvetes também apaixonada pelo mundo do terror que despertará o interesse de Max e a fúria de Evelyn. Oliver Cooper completa o elenco principal como Travis, meio-irmão sem noção de Max, que usa a casa deste como local para aventuras amorosas de uma noite, para desespero de Evelyn.

    Trata-se de um filme bem pequeno, com apenas quatro personagens principais e alguns poucos figurantes. A própria equipe técnica é reduzida, como você poderá notar com o fato dos créditos finais serem bem mais curtos do que o padrão em Hollywood. Por sinal, há uma cena nenhum pouco importante após os créditos.

    Enterrando a Ex (na tradução literal) é um longa bobinho e divertidinho, contando com menos de uma hora e meia de duração. Vai te fazer rir e funcionará como passatempo.

    Filme assistido durante a cobertura do Festival do Rio, em setembro de 2014.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top