Meu AdoroCinema
Operação Red Sparrow
Críticas AdoroCinema
2,0
Fraco
Operação Red Sparrow

Operação fria

por Lucas Salgado
Após trabalharem lado a lado nos três últimos filmes da saga Jogos VorazesJennifer Lawrence e o diretor Francis Lawrence retomam a parceria com Operação Red Sparrow, um longa com uma proposta bem mais adulta, bem mais séria. Tanto que boa parte da divulgação foi em cima da ideia que se trata de um filme mais sensual da atriz, com suas primeiras cenas de nudez e sexo.


Passado nos dias de hoje, o longa remete muito aos dramas de espionagem da Guerra Fria. Jennifer vive Dominika Egorova, bailarina principal do Bolshoi que machuca a perna em uma performance e acaba impedida de continuar na carreira. Sobrinha de um importante membro do governo russo, ela é convencida a integrar o programa Sparrow, em que treina para ser uma espiã sem medo de usar sua sexualidade para obter o que quer. Após pouco tempo no programa, ela acaba ganhando sua primeira missão: tentar descobrir o agente infiltrado no governo russo que está passando informações para o agente da CIA Nathaniel Nash (Joel Edgerton).

Em termos de premissa, o filme tem elementos interessantes, que poderiam render algo melhor. O pobre roteiro de Justin Haythe (O Cavaleiro Solitário) e a nada inspirada direção de Francis Lawrence. Unidos estes elementos, o que temos é uma obra completamente sem personalidade, sem alma. Ao assistir, a sensação é clara de que estamos diante de algo incompleto. Falta algo. Há violência, há nudez, mas há também um sentimento de que nada disso funciona.

Se pagarmos um drama de espionagem lançado recentemente, como Atômica, é impressionante como Red Sparrow consegue ser menos sexy mesmo oferecendo mais nudez e mais menções a atos sexuais. Tudo é muito frio, pouco natural.

JLaw até se esforça, mas não tem uma personagem fascinante o bastante para conquistar o público. A atriz também não ajuda muito, oferecendo um sotaque russo artificial e forçado. Um ponto importante é justamente este pouco envolvimento com a trama. O espectador não entra na história dos personagens, pouco se importando com o que está acontecendo em cena, principalmente no que diz respeito à dinâmica entre Jennifer e Joel.

O elenco coadjuvante conta com bons nomes, como Matthias SchoenaertsCharlotte RamplingMary-Louise ParkerCiarán Hinds e Jeremy Irons, mas nenhum realmente se destaca, até porque não recebem um texto de qualidade. Isso fica claro com a personagem de Mary-Louise Parker, completamente desinteressante, que desperdiça uma atriz talentosa como ela.

Operação Red Sparrow é um filme que falha em boa parte de suas tentativas. É interessante como tentativa de novo rumo de Jennifer Lawrence, mas nada além disso. Uma tentativa frustrada.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top