Meu AdoroCinema
A Teoria de Tudo
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Curiosidades
Bilheterias
Filmes similares
Notícias
Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "A Teoria de Tudo" e da sua filmagem!

Festival de cinema

The Theory of Everything foi selecionado no Festival de Toronto em 2014.

Si próprio

Em um e-mail enviado para o diretor James Marsh sobre a interpretação de Eddie Redmayne, Stephen Hawking disse que houve alguns momentos em que ele pensou estar assistindo a si mesmo.

Própria voz

Stephen Hawking disse que o filme era "amplamente verdadeiro." Ele então emprestou sua voz para as cenas finais do filme.

Ornamentos verdadeiros

Além dos direitos de sua voz, Stephen Hawking também emprestou aos cineastas o medalhão da Medalha da Liberdade e sua tese assinada para usar como adereços originais no filme.

Preparação

Eddie Redmayne reuniu-se com Stephen Hawking apenas uma vez antes do início das filmagens. "Nas três horas que passei com ele, Stephen disse cerca de oito frases", lembra Redmayne. "Eu apenas não senti que poderia lhe perguntar coisas íntimas." Por isso, ele encontrou outras maneiras de se preparar para o papel. Eddie perdeu cerca de 15 quilos e treinou por quatro meses com um dançarino, para aprender a controlar seu corpo. Ele se reuniu com 40 pacientes com ALS, manteve um gráfico de acompanhamento com a ordem em que os músculos de Hawking diminuiram, e ficou na frente de um espelho por horas a fio, contorcendo o rosto. Por último, ele permaneceu imóvel e curvado entre as gravações, tanto que um osteopata disse que ele tinha alterado o alinhamento de sua coluna vertebral. "Eu temo que sou um pouco maníaco por controle", Redmayne admite. "Eu estava obsecado. Eu não tenho certeza era saudável."

Longa persuasão

O roteirista passou quase três anos convencendo Jane Hawking a concordar com uma adaptação cinematográfica de seu livro.

10 anos

Demorou dez anos para o roteirista Anthony McCarten trazer esta história para a tela.

Lágrima

O roteirista Anthony McCarten disse que Stephen Hawking ter uma lágrima limpa do rosto por sua enfermeira foi o maior momento da exibição do filme.

Fora de ordem

Eddie Redmayne considera a interpretação "um pesado desafio", pelo fato do filme não ter sido filmado em ordem cronológica. Por isso, ele teve que traçar a deterioração física de Stephen Hawking no momento periódico ao acontecimento da cena.

Daisy, Daisy

A citação "Daisy, Daisy, dê-me sua resposta, dá " que Hawking usa ao experimentar seu novo dispositivo de manifestação oral, vem da letra da canção bem conhecida "Daisy Bell (Bicycle Built for Two)", escrita por Harry Dacre em 1892. Esta é a canção que foi utilizada para a mais antiga demonstração deste tipo de computador em 1961, quando foi "cantada" por um computador IBM 704. Como uma homenagem a esse evento "Daisy Bell" também foi cantada pelo computador ficcional HAL 9000 em uma cena memorável de 2001: Uma Odisséia no Espaço (1968).

Primeiro Stephen Hawking

Eddie Redmayne é muito amigo de Benedict Cumberbatch que interpretou Stephen Hawking no telefilme A História de Stephen Hawking (2004) para a BBC. Cumberbatch é o primeiro ator a interpretar o cientista na tela.

A única

Felicity Jones foi a primeira escolha para interpretar Jane Hawking.

Mesma universidade

Assim como Stephen Hawking, Eddie Redmayne também estudou na Universidade de Cambridge.

The Beattles

A trilha sonora deste filme foi gravada no Abbey Road.

Doctor Who

Ao comemorar o PHD de Stephen, Brian chama Stephen de "Doctor Who". Na vida real, Harry Llyod foi um Doctor Who vilão em um episódio.

Hawking Pai

Adam Godley que interpreta um médico neste filme, interpretou o pai de Hawking em 2004 no longa "Hawking", que contou com Benedict Cumberbatch.

Competição entre amigos

Eddie Redmayne derrotou Benedict Cumberbatch, que foi nomeado por O Jogo da Imitação (2014), para o Globo de Ouro de Melhor Ator - Drama nesse papel. Benedict Cumberbatch tinha interpretado Stephen Hawking, dez anos antes, em A História de Stephen Hawking (2004).

Mãe e filha

Esta é a segunda vez que Felicity Jones e Emily Watson interpretam mãe e filha, a primeira foi no filme Cemetery Junction (2010).

Do esporte para o cinema

O ex-jogador profissional de futebol, Frank Leboeuf interpreta um médico suíço.

Filme do Spielberg

Emily Watson já apareceu em Cavalo de Guerra (2011) com Benedict Cumberbatch.

No aeroporto

Quando Jane Hawking está no avião-ambulância olhando pela janela, Jonathan Jones está em pé na pista, o outro avião visível no primeiro plano (com duplos motores de turbina) é um Boeing 747 modificado que foi destaque no filme 007 - Casino Royale. O avião não é navegável e está localizado na Dunsfold Aerodrome, em Surrey, Inglaterra, que também é o local de filmagem para do programa Top Gear UK. Pouco antes de Jane embarcar, no quadro onde os dois estão se abraçando, as montanhas cobertas de neve ao fundo são digitalmente adicionadas (não há montanhas em Dunsfold).
Curiosidades de filmes mais lidas dos últimos 30 dias
  • A Morte Te Dá Parabéns (2017)
  • Como Se Tornar o Pior Aluno da Escola (2017)
  • It - A Coisa (2017)
  • Blade Runner 2049 (2017)
  • Pica-Pau: O Filme (2017)
  • Mãe! (2017)
  • Kingsman: O Círculo Dourado (2017)
  • Sing - Quem Canta Seus Males Espanta (2016)
  • Entre Irmãs (2017)
  • As Aventuras do Capitão Cueca - O Filme (2017)
  • Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017)
  • Annabelle 2 - A Criação do Mal (2017)
  • Planeta dos Macacos: A Guerra (2017)
  • Cinquenta Tons Mais Escuros (2017)
  • Como Eu Era Antes de Você (2016)
  • A Comédia Divina (2017)
  • A Menina Índigo (2016)
  • À Beira Mar (2015)
  • Vingadores 3: Guerra Infinita (2018)
  • Pantera Negra (2018)
Back to Top