Meu AdoroCinema
Lar Doce Inferno
Lar Doce Inferno
Data de lançamento 24 de junho de 2015 para DVD (1h 38min)
Direção: Anthony Burns
Elenco: Katherine Heigl, Patrick Wilson, Jordana Brewster mais
Gêneros Comédia , Drama
Nacionalidade EUA
Ver o trailer
Usuários
3,2 71 notas e 7 críticas
notar :
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4
4.5
5
Vou ver

Sinopse e detalhes

Não recomendado para menores de 16 anos
Don Champagne (Patrick Wilson) é um homem de negócios bem-sucedido casado com uma mulher bipolar, Mona (Katherine Heigl), que também sofre de transtorno obsessivo compulsivo. O casamento é abalado quando ele começa a conviver com uma atraente colega de trabalho (Jordana Brewster) e o inevitável caso gera consequências inimagináveis.
Título original

Home Sweet Hell

Distribuidor Fox Film do Brasil
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2014
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 1 curiosidade
Orçamento 3 000 000 $
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Trailer

Lar Doce Inferno Trailer Original 1:56
Lar Doce Inferno Trailer Original
1 160 visualizações
Pela web

Elenco

Katherine Heigl
Personagem : Esposa de Don Champagne
Patrick Wilson
Personagem : Don Champagne
Jordana Brewster
Personagem : Dusty
Kevin McKidd
Personagem : Freeman
Ficha completa

Críticas de usuários

Falcon Felipe G.
Crítica positiva mais útil

por Falcon Felipe G., em 09/02/2017

3,5Bom

Drama de humor negro que retrata a decadencia da familia americana sob a otica do perfeccionismo. Bom filme. Destaque para... Leia mais

Eduardo D
Crítica negativa mais útil

por Eduardo D, em 23/05/2016

1,5Ruim

Típica comédia pastelão. A questão é aonde Patrick Wilson quer chegar com esses papéis? Um ator promissor que tá errando... Leia mais

Todas as críticas de usuários
0% (0 crítica)
29% (2 críticas)
43% (3 críticas)
0% (0 crítica)
29% (2 críticas)
0% (0 crítica)
Você assistiu Lar Doce Inferno ?
7 Críticas de usuários

Fotos

Curiosidade das filmagens

Jovem diretor

Este é apenas o segundo filme dirigido pelo novato Anthony Burns, após Skateland (2010).

Últimas notícias

Site elege os 20 piores filmes de 2015 até agora
NOTÍCIAS - Visto na Web
sexta-feira, 3 de julho de 2015

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Kaique F
    Acabei de assistir e é muito bom!!!!!!!!!!!!!!
  • Kaique F
    MegafilmesHD
  • Kaique F
    Logo no começo de Home Sweet Hell percebemos é que Mona a personagem da lindinha Katherine Heigl, é obsessiva e controladora, logo no começo em que ela fica louca quando vê duas facas que não estão como as outras e depois ela vê os filhos brigando, ela diz que vai queimar seus brinquedos, assim como fez com os pobres outros brinquedos que foram queimados e em seguida ela da uma ensolhada em seu ``livro de recortes´´ mas que na verdade são as suas metas, e em fez disse é os créditos do começo, nome do filme e dos personagens, em seguida depois de umas duas cenas já é hora de dormir e ela revê o livro de metas, mas uma vez e claro que seu marido como sendo homem Don Champagne (Patrick Wilson) pede para que os dois façam sexo, e o que ela diz ``no dia 09, como está no programa´´e ainda diz que se ele quiser é só usar as mãos ou seja masturbação!É tipo fala serio? Mas logo percebemos que ela é bipolar e por isso é supercontroladora. E logo ficamos bem interessados no filme, e pé na tabua! Ah... E também percebemos que ela tem um grande preconceito contra Mexicanos (o que é meio estranho, mas não podemos culpa – lá, foi seu pai).A cada minuto que se passa do filme, ela vai ficando cada vez mais e mais controladora e malvada e nós mais curiosos. O roteiro é fiel ao filme, não é um dois melhores, mas a trama também ajuda e ele fica até que melhor (não que o roteiro seja ruim, ele não é!).a trama conta a história de Don Champagne (Patrick Wilson) é um homem de negócios muito bem-sucedido que tem uma esposa que é bipolar Mona (Katherine Heigl) ela é muito controladora, mas ela a ama e ela também o ama, mas tudo muda quando uma nova mulher jovem chamada Dusty (Jordana Brewster) vai trabalhar com Don e ela acaba o atraindo e os dois começam a transar e ela virá sua amante secreta e Don tenta esconder o segredo da esposa, mas quando a ``amante´´ começa a ficar estranha e Mona descobre, e decide mata – la e Don é forçado pela a esposa a ajudar e agora ele terá que guardar o segredo terrível.O final do filme é legal, mas eu não gostei muito, e também tem uma coisa... Quero dizer uma frase, não sei; quando você mata, não consegui parar e é isso que acontece com a personagem Dona, o filme tem um bom enredo, ele não é para crianças, é um tanto forte de mais com cenas de morte e sexo forte.Muito bom para assistir anoite, serve para preencher o tempo com uma boa trama de suspense/comédia, esperava menos e encontrei mais, até porque não achei más atuações e nem error de continuidade.O diretor e roteirista Anthony Burns (em seu primeiro filme) de primeira viagem fez um bom trabalho. Nesse longa ele mostra que e um bom ou um ``regular´´ diretor. Vamos vez daqui pra frente!. Certamente Home Sweet Hell não é um filme de se jogar fora!.
Mostrar comentários
Back to Top