Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Longwave - Nas Ondas da Revolução
    Nota média
    3,2
    10 publicações
    • Estado de São Paulo
    • Instituto Moreira Salles
    • Télérama
    • Almanaque Virtual
    • Cineweb
    • Critikat.com
    • Preview
    • Variety
    • CineClick
    • Screen International

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    10 críticas da imprensa

    Estado de São Paulo

    por Luiz Zanin Oricchio

    Depois de décadas de sufoco salazarista, tudo se abre da noite para o dia e vira um imenso carnaval, uma festa cívica e  dos sentidos. O espírito de liberdade reprimida está lá, na alegria das pessoas e nos corpos que se desejam.

    A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

    Instituto Moreira Salles

    por José Geraldo Couto

    "Longwave" conta com um roteiro engenhoso que, em vez de tentar “reconstituir os fatos”, opta por construir uma narrativa que alude à atmosfera daquele momento histórico, em que entram a surpresa, a confusão, a alegria, as promessas de liberdade (inclusive sexual).

    A crítica completa está disponível no site Instituto Moreira Salles

    Télérama

    por Cécile Mury

    Um road movie ágil, um estudo de personagens cheio de vida e de ternura. Um filme "de época" que prefere captar a vida ao presente e o impacto embriagante de uma revolução inesperada a uma reconstituição nostálgica dos anos 1970.

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Almanaque Virtual

    por Raíssa Rossi

    Com uma narração em off do personagem Pelé, que inicia e fecha o filme, "Longwave - Nas Ondas da Revolução" é uma comédia leve com momentos divertidos, que mais despertam a simpatia do espectador que o fazem rir. A intenção do diretor e roteirista suíço Lionel Baier foi juntar diferentes revoluções numa só e, de certa forma, homenagear aquela época. Seu erro foi misturar vários temas sem se aprofundar em nenhum...

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    Cineweb

    por Neusa Barbosa

    Evitando entrar por uma via muito política, o diretor e co-roteirista Lionel Baier prefere lançar seu quarteto de atores nessa paixão que percorre as ruas, inclusive em termos de costumes. Prefere-se manter um tom leve, explorando os choques culturais entre suíços e portugueses...

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Critikat.com

    por Raphaëlle Pereyre

    O filme segue a tradição italiana pós-guerra (Monicelli, por exemplo). Saltando alegremente de um tom ao outro, ele acaba parecendo com a sua equipe de simpáticos perdedores, um tanto precários, com sua desigualdade assumida.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com

    Preview

    por Suzana Uchôa Itiberê

    O jornalismo ganha um retrato nostálgico e romântico nessa comédia de elenco cativante e inspirada em personagens reais, que valoriza o foco investigativo antes da era da informática.

    A crítica completa está disponível no site Preview

    Variety

    por Jay Weissberg

    O versátil diretor demonstra mais uma vez seu prazer e conhecimento quando aborda a história do cinema, mas a busca pelo estilo das comédias dos anos 1970 parece artificial e forçada demais, dividida entre homenagem e sugestões eróticas.

    A crítica completa está disponível no site Variety

    CineClick

    por Cristina Tavelin

    A tentativa de recriar a atmosfera dos anos 70 oscila entre o humor e o ridículo, talvez justamente por se apoiar em caricaturas. [...] Aí está uma dificuldade em fazer graça com outras gerações: às vezes não funciona para os dias atuais.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Screen International

    por Dan Fainaru

    Uma lorota leve e inofensiva [...] O filme de Lionel baier obviamente parte do pressuposto que qualquer coisa menor do que o bizarro não é engraçado, e qualquer coisa maior que isso deixa de ser comédia.

    A crítica completa está disponível no site Screen International
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top