Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Vingadores: Guerra Infinita
    Nota média
    3,6
    29 publicações
    • Cinema com Rapadura
    • Cinepop
    • Boston Globe
    • CineClick
    • Collider
    • Críticos.Com.Br
    • Estado de São Paulo
    • Observatório do Cinema
    • O Globo
    • Omelete
    • Plano Crítico
    • Preview
    • Screen International
    • The Guardian
    • The Hollywood Reporter
    • The Playlist
    • Variety
    • Ccine10
    • Chicago Sun-Times
    • Cineplayers
    • Cineweb
    • Folha de São Paulo
    • New York Times
    • Rubens Ewald
    • ScreenCrush
    • Screen Rant
    • Télérama
    • Washington Post
    • Critikat.com

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    29 críticas da imprensa

    Cinema com Rapadura

    por Erik Avilez

    É desta forma que”Guerra Infinita” não se pretende um filme, mas um evento, sendo muito bem-sucedido em seu intento. Após uma jornada de bilhões de dólares investidos e muitos mais faturados, o universo Marvel encontra o seu fim – sendo este, claramente, apenas mais um começo.

    A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

    Cinepop

    por Pablo Bazarello

    "Vingadores: Guerra Infinita" é pretensioso, mas é uma ambição positiva, principalmente quando se consegue estar à altura de sua expectativa. Existem consequências aqui, e conclusões estarrecedoras.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop

    Boston Globe

    por Ty Burr

    Com grandes expectativas vem uma grande responsabilidade, para cunhar uma paráfrase, e se você é um fã profundo e obstinado - se o termo "Marvel Cinematic Universe" acelera seu sangue - então este filme vai parecer uma recompensa há muito prometida.

    A crítica completa está disponível no site Boston Globe

    CineClick

    por Daniel Reininger

    Uma coisa que faz melhor em relação aos outros filmes do universo é a certeza de que a derrota pode mesmo acontecer e isso significaria o maior genocídio da história do universo. Quando as mortes começam, é difícil não sentir a opressão de saber que o fim está chegando.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Collider

    por Matt Goldberg

    Não dá para negar que "Guerra Infinita" tem coisas demais. Se você embarcar, pode ser divertido. [...] E mesmo assim, o filme é como um planeta vazio. Ele suga tudo para a sua órbita, mas não existe nada dentro.

    A crítica completa está disponível no site Collider

    Críticos.Com.Br

    por Octavio Caruso

    A primeira hora é empolgante, equilibrando bem o humor, o drama e o senso de aventura. No segundo ato, a partir da ida dos heróis para Wakanda, o ritmo é quebrado, algumas situações exploradas de forma rasa acabam prejudicando a fluidez, mas o interesse se renova nos últimos trinta minutos.

    A crítica completa está disponível no site Críticos.Com.Br

    Estado de São Paulo

    por Luiz Carlos Merten

    Se existe esperança, ela não se desenha nessa aventura sem fim. O curioso é que, de alguma forma, o filme metaforiza o estado do mundo. Em toda parte há um racha tão grande que cada grupo prefere apostar na destruição. Tolerância zero.

    A crítica completa está disponível no site Estado de São Paulo

    Observatório do Cinema

    por Rodrigo Scharlack

    É uma pena que o filme venha com confirmações de que mais filmes existirão, ou poderia ser um belíssimo final. Mesmo o público que não é tão fã da Marvel, deve se divertir bastante.

    A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

    O Globo

    por Sérgio Rizzo

    Atenção, pois. "Vingadores: Guerra Infinita" propõe-se a ser diversão de massas, leve e descompromissada, mas, a seu modo, exige quase tanto quanto um filme mais complexo do circuito de arte.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Omelete

    por Thiago Romariz

    É admirável a capacidade de "Guerra Infinita" de tornar o vilão o melhor traço de um filme que tinha tudo para ser o palco principal dos heróis. Thanos rouba a cena de forma inesperada, com personalidade e sem a loucura desvairada de vilões típicos.

    A crítica completa está disponível no site Omelete

    Plano Crítico

    por Gabriel Carvalho

    O que difere "Guerra Infinita" de outras incursões, mais perigosas e até falhas nesse quesito, é um humor que nunca subtrai do que se está sendo construído como carga dramática.

    A crítica completa está disponível no site Plano Crítico

    Preview

    por Suzana Uchôa Itiberê

    Há mortes chocantes, muita ação e emoção. Embora o humor também seja um ponto forte – contribuição do time Guardiões da Galáxia -, é inevitável a sensação de choque e desemparo ao final.

    A crítica completa está disponível no site Preview

    Screen International

    por Tim Grierson

    Embora os filmes independentes desses super-heróis tenham seus próprios estilos, Vingadores: Guerra InfinitaI os une perfeitamente - enquanto, no início, sugere quem são os demônios violentos e sádicos que Thanos e seus capangas são.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    The Guardian

    por Peter Bradshaw

    Em teoria, todos esses super-heróis abarrotados em um único filme deveriam desencadear a lei do retorno decrescente [...] E, ainda assim, de alguma forma, em sua pura excitação, funciona. É apenas um filme [...] assistível, totalmente confiante em sua mitologia auto-criada e maleável.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    The Hollywood Reporter

    por Todd McCarthy

    No momento em que o relacionamento de Thanos e Gamora realmente entra em foco, o filme muda completamente, o clima de diversão é substituído para uma tragédia clássica, algo muito relevante para um filme derivado de histórias em quadrinhos.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    The Playlist

    por Rodrigo Perez

    Agora a coisa fica séria. A Marvel não faz as coisas pela metade aqui. Não é a narrativa mais sofisticada da Marvel - caras malvados coletando pedras, caras bonzinhos prevenindo o apocalipse [...], mas é intensa.

    A crítica completa está disponível no site The Playlist

    Variety

    por Owen Gleiberman

    De todas as coisas que já aconteceram em um filme de MCU, haverá muita conversa sobre o fim de “Infinity War”. É escuro e assustador e, à sua maneira, arriscado e chocante. Algum dos nossos queridos personagens morrem? Bem, sim.

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Ccine10

    por Kadu Silva

    Cada grande núcleo equilibra humor e o drama de uma forma muito orgânica dentro da história principal, as piadas e as cenas de emoção são marcantes e relevantes para o desenrolar da narrativa.

    A crítica completa está disponível no site Ccine10

    Chicago Sun-Times

    por Richard Roeper

    Os momentos finais de “Infinity War” são assombrosos, impactantes e misteriosos, levando-nos a um lugar quase desesperado, mas é claro, deixando a porta aberta para um segundo capítulo maior e possivelmente ainda mais ambicioso.

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

    Cineplayers

    por Bernardo D.I. Brum

    É um filme muito mais sobre o arquétipo do herói contra o drama individualista de romance moderno do vilão, que acaba tendo que competir com as muitas cenas de ação que muitas vezes tornam-se redundantes. É uma luta atrás da outra, uma luta atrás da outra, e tudo é sobre as Jóias do Infinito.

    A crítica completa está disponível no site Cineplayers

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    É de se perguntar se realmente é necessário juntar tantos personagens num filme só. Enquanto uns assumem o posto de protagonistas boa parte do tempo, [...] alguns parecem existir apenas para serem irritantes, como o Homem-Aranha e Peter Quill/Star Lord.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Folha de São Paulo

    por Rodrigo Salém

    O filme funciona como um “O Império Contra-Ataca” do Universo Marvel. É sombrio, emocionante e inesperado em diversos momentos. Serve como um final digno para os dez anos do estúdio.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    New York Times

    por A. O. Scott

    Vingadores: Guerra Infinita é a primeira metade da última parte da série e termina com uma premonição de finalização. Suas insinuações de pesar e terror parecem astutamente sintonizadas com o que está acontecendo no mundo real e inóspito.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    Rubens Ewald

    por João Felipe Marques

    Por hora, deve satisfazer a todos aqueles que já acompanham este universo e se sentem parte dele. Já para todos aqueles que não costumam se empolgar com filmes da Marvel Studios, não é aqui que serão convencidos de que estas franquias merecem sua atenção.

    A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

    ScreenCrush

    por Matt Singer

    Se você for fã desses personagens e estiver torcendo por seus destinos, você vai ficar muito empolgado. [...] Mas é melhor gostar muito deles, porque o que está faltando aqui são momentos em que o filme apenas respira.

    A crítica completa está disponível no site ScreenCrush

    Screen Rant

    por Molly Freeman

    Thanos ainda não parece um antagonista plenamente desenvolvido e simpático. Quanto ao resto do elenco, os roteiristas fazem questão de garantir que mesmo aqueles que não ganham arcos narrativos tenham suas presenças notadas.

    A crítica completa está disponível no site Screen Rant

    Télérama

    por Frédéric Strauss

    Sob efeito de uma espécie de aura trágica, a mais recente parte da "Guerra Infinita" seduz de verdade. Aos olhos, a insustentável leveza dos super-heróis faz um filme vibrante e impõe respeito.

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Washington Post

    por Michael O'Sullivan

    "Infinity War" é grande, tempestuoso e corajoso, levando os espectadores a lugares que eles não estão acostumados a ir. Se Thanos acaba recebendo tudo o que ele quer é uma coisa. Mas o público deve ser avisado que provavelmente não o fará.

    A crítica completa está disponível no site Washington Post

    Critikat.com

    por Benoît Smith

    É uma novela cujas páginas e capítulos viram rápido demais, de tanto que se preocupa em fugir o mais rápido possível do essencial dos conflitos, ou permanecer apenas o tempo de uma piadinha.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top