Meu AdoroCinema
    Até que a Sorte nos Separe 2
    Nota média
    2,0
    12 publicações
    • Almanaque Virtual
    • Gazeta do Povo
    • O Globo
    • CineClick
    • Cineweb
    • Estado de Minas
    • Folha de São Paulo
    • Omelete
    • Preview
    • Papo de Cinema
    • Cinema com Rapadura
    • Cinepop

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    12 críticas da imprensa

    Almanaque Virtual

    por Jacqueline Farid

    O filme dirigido por Roberto Santucci é mais um exemplar da profusão de comédias nacionais que invadem as telas do País, conquistam o público e recuperam a confiança na capacidade tupiniquim de realizar filmes de padrão técnico internacional.

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    Gazeta do Povo

    por Luciane Horcel

    Ao lado da nova Jane está o protagonista Hassum, que ainda aparece bem caricato e um pouco exagerado [...] O que continua morno é o roteiro bastante previsível, o que faz com que a graça maior esteja justamente nas falas mais improvisadas, do que nas piadas ensaiadas.

    A crítica completa está disponível no site Gazeta do Povo

    O Globo

    por Mário Abbade

    O equilíbrio entre melodrama e humor surge mais espontaneamente, dando ao entretenimento um verniz de qualidade.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    CineClick

    por Roberto Guerra

    O humor aqui, como no original, oscila. Há alguns bons momentos cômicos, outros tantos pouco originais. Essa irregularidade marcou o primeiro filme e se repete nesta sequência.

    A crítica completa está disponível no site CineClick

    Cineweb

    por Alysson Oliveira

    Tudo é criado para Hassum mostrar seu humor histriônico, que não funciona tão bem como no primeiro filme. [...] É o tipo de humor padronizado que em nada difere daquele praticado na televisão. 

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Estado de Minas

    por Carolina Braga

    Por mais que a trama seja recheada de pequenos acontecimentos, falta ritmo ao filme dirigido por Roberto Santucci, considerado o rei da comédia. Leandro Hassum é que é o grande trunfo. 

    A crítica completa está disponível no site Estado de Minas

    Folha de São Paulo

    por Sérgio Alpendre

    "Até Que a Sorte Nos Separe 2" passa vergonha se comparado às pérolas que Jerry Lewis dirigiu e protagonizou, e nem mesmo é um bom filme (os exageros e o desleixo com a câmera ainda estão presentes). Mas ao menos significa um progresso no desolador cenário do cinema brasileiro para grande público.

    A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

    Omelete

    por Natália Bridi

    As piadas que saem da boca de Hassum são sempre superficiais, baseadas apenas em estereótipos e preconceitos [...] Para humanizar o personagem, o roteiro [...] preenche as lacunas com momentos emocionais, prontamente acompanhados por uma trilha sentimental.

    A crítica completa está disponível no site Omelete

    Preview

    por Suzana Uchôa Itiberê

    Com o sucesso do original, o orçamento se alargou e parece ter criado a obrigação do rebuscamento. [...] A produção aumentou, mas a graça diminuiu.

    A crítica completa está disponível no site Preview

    Papo de Cinema

    por Matheus Bonez

    É difícil não ficar com a carranca mal humorada quando uma produção do naipe de "Até que a Sorte nos Separe 2" estreia nas telas. E, se alguém não gostou do primeiro filme (que já não era grandes coisas), pode fugir o mais rápido possível desta precária continuação.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Cinema com Rapadura

    por Thiago Siqueira

    Assim como o primeiro filme, esta continuação nada mais é que um especial televisivo de fim de ano lançado nos cinemas, contando com um humor rasteiro e personagens intragáveis.

    A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

    Cinepop

    por Raphael Camacho

    O roteiro é pífio, as atuações arrastadas e a direção completamente perdida. Mais uma enorme decepção nacional do gênero comédia.

    A crítica completa está disponível no site Cinepop
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top