Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola
    Nota média
    2,5
    16 publicações
    • New York Times
    • O Globo
    • Omelete
    • The Hollywood Reporter
    • Télérama
    • Cinema com Rapadura
    • Cineplayers
    • Cineweb
    • Papo de Cinema
    • Rolling Stone
    • Almanaque Virtual
    • Critikat.com
    • Screen International
    • The Guardian
    • Variety
    • Chicago Sun-Times

    Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

    16 críticas da imprensa

    New York Times

    por Stephen Holden

    “Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola" certifica Mr. MacFarlane como uma genuína estrela de cinema? É muito cedo dizer. Ele demonstra confiança suficiente para sair relativamente incólume do filme, mas está longe de ser absoluto.

    A crítica completa está disponível no site New York Times

    O Globo

    por Rodrigo Fonseca

    O visual deste longa, rodado em Utah e no Novo México, traz um acabamento mais sofisticado que o de “Ted”, mostrando que as ambições narrativas de MacFarlane cresceram. Cabe a ele agora domar sua vaidade.

    A crítica completa está disponível no site O Globo

    Omelete

    por Natália Bridi

    Ora o tom exagerado e o timing das piadas se perde no mundo de “carne e osso”, ora o flerte com o absurdo rende momentos geniais. MacFarlane tem consciência das constrangedoras verdades da natureza humana e as expõe sem escrúpulos, equilibrando momentos sinceros e alguns excessos.

    A crítica completa está disponível no site Omelete

    The Hollywood Reporter

    por John DeFore

    [Seth MacFarlane] dá à maioria de seus colegas pouco a fazer além de atrair a nossa atenção nos cartazes do filme; estratégia que que pode surtir um resultado na primeira semana, mas não será capaz de alcançar a rentabilidade de Ted.

    A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

    Télérama

    por Frédéric Strauss

    Esta paródia de faroeste brinca alegremente com os heróis americanos, convidando a observar os caubóis como brutos frágeis. MacFarlane [...] acaba optando pela facilidade, mas o seu humor permanece um verdadeiro fenômeno de curiosidade.

    A crítica completa está disponível no site Télérama

    Cinema com Rapadura

    por Wilker Medeiros

    [...] a fita possui um gravíssimo problema que logo nos primeiros minutos é percebido e julgado pelo espectador: seu estilo de humor. Mesmo contendo as inúmeras gags já utilizadas por [Seth] MacFarlane durante toda carreira, as piadas aqui são absolutamente deslocadas e aborrecidas.

    A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

    Cineplayers

    por Silvio Pilau

    O estilo de comédia de MacFarlane, com piadas aleatórias aos borbotões e pouca atenção ao enredo, funciona melhor em narrativas curtas, mas não é suficiente para manter a atenção da plateia durante duas horas – especialmente quando essas piadas nem sempre funcionam.

    A crítica completa está disponível no site Cineplayers

    Cineweb

    por Rodrigo Zavala

    O problema é não se apropriar do gênero para construir algo novo, afastando-se dos clichês, incluindo os próprios [...] Com MacFarlane light o filme ficou apequenado.

    A crítica completa está disponível no site Cineweb

    Papo de Cinema

    por Rodrigo de Oliveira

    Com quase duas horas de duração, "Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola" acaba cansando pela falta de boas piadas. Diverte em alguns momentos, tem boas gags, mas o todo deixa muito a desejar.

    A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

    Rolling Stone

    por Peter Travers

    A melhor coisa é o visual (o astro-diretor filmou no Monument Valley, cenário dos antigos faroestes clássicos). A comédia funciona mais para quem tolera piadas sobre flatulência, diarreia e doenças venéreas.

    A crítica completa está disponível no site Rolling Stone

    Almanaque Virtual

    por Celso Rodrigues Ferreira Junior

    Enquanto o urso [Ted]  provocava gargalhadas em profusão, "A Million Ways to Die in the West" (no original) sofre de uma profunda irregularidade, apresentando alguns poucos momentos de (muita) inspiração ao longo de quase duas horas de marasmo e escatologia que não fazem jus a um gênero...

    A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

    Critikat.com

    por Julien Marsa

    MacFarlane erra o alvo com uma história estereotipada que não convence nem pela vontade de reunir elementos, nem pela inspiração, além de uma direção que hesita entre a "grande forma" e a reconstituição esforçada.

    A crítica completa está disponível no site Critikat.com

    Screen International

    por Tim Grierson

    "Um Milhão de Maneiras de Pegar na Pistola" tem os seus momentos engraçados. [...] Mas apesar de uma atuação agradável de Charlize Theron, esta sátira de faroeste é sabotada pela auto indulgência e auto satisfação de seu criador.

    A crítica completa está disponível no site Screen International

    The Guardian

    por Mike McCahill

    Seth MacFarlane erra o alvo nesta paródia de faroeste, interpretando um fazendeiro sem charme. O filme é convencional demais. [...] Os fãs da misantropia agressiva de "Ted" vão ficar decepcionados.

    A crítica completa está disponível no site The Guardian

    Variety

    por Scott Foundas

    "Um Milhão de Maneiras" não consegue chegar ao alto padrão de irreverência de seu criador.[...] O que não se esperava de MacFarlane era uma paródia gentil e leve que, apesar das tradicionais piadas de pinto e de peido, não deve ofender ninguém...

    A crítica completa está disponível no site Variety

    Chicago Sun-Times

    por Brian Tallerico

    O sucesso inesperado muitas vezes leva ao desastre criativo. Com ninguém para editar suas tendências extremas, para dizer que se escalar como protagonista pode ser um erro, para avisar que comédias leves não devem ter quase duas horas de duração...

    A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top