Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Minha Mãe é uma Peça - O Filme
    Média
    4,4
    3408 notas e 547 críticas
    distribuição de 547 críticas por nota
    243 críticas
    144 críticas
    89 críticas
    38 críticas
    15 críticas
    18 críticas
    Você assistiu Minha Mãe é uma Peça - O Filme ?

    547 críticas do leitor

    alexandrecunha
    alexandrecunha

    Segui-los 44 seguidores Ler as 34 críticas deles

    5,0
    Enviada em 29 de junho de 2013
    Sinceramente, sou bastante critico sobre filmes de comédia, ainda mais os nacionais, que sempre são cheios de jargões e cliches, com bordões já conhecidos. Essa adaptação do Paulo Gustavo é sensacional. Fora de série! Ele representa perfeito sua própria mãe, ainda mais baseado em historias reais vividas pelo proprio e familia. Achei um humor bem puro e original! Atuação impecável do Paulo, bem como do Rodrigo Pandolfo e da Mariana Xavier, esta pela 1a vez assistida e conhecida por mim, surpreendeu bastante. Ponto fraco foi a atuação da Ingrid Guimarães e do Herson Capri, talvez pelo roteiro fraco deles que poderiam ter um pouco mais de tempero... faltou só isso pra mim. Excelente, como todos que estavam no cinema comigo, reconhecemos um pouco de nossas maes dessa doida e fofa Dona Herminia. Tomara que tenha sequência. Ps.: Não deixem de ver os cr'éditos finais, tem surpresa!!!!
    Bruna D.
    Bruna D.

    Segui-los 6 seguidores Ler as 4 críticas deles

    5,0
    Enviada em 26 de junho de 2013
    Fantástico!! Filme leve, nada apelativo, engraçadíssimo. Paulo Gustavo foi incrível!! O restante do elenco também mandou muito bem.
    Gregory A.
    Gregory A.

    Segui-los 27 seguidores Ler as 42 críticas deles

    2,0
    Enviada em 20 de julho de 2013
    Não tem muito o que dizer a respeito. É mais uma daquelas comédias nacionais que começam engraçadas, mas depois as piadas ficam muito repetitivas e acaba ficando cansativo! Nada mais nada menos que isso... um filme bem fraco!
    Ousado S.
    Ousado S.

    Segui-los 34 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 26 de junho de 2013
    perfeitoooooooooooooooooooooo parabens paulo gustavo mais uma vez no topo
    Rodrigo M.
    Rodrigo M.

    Segui-los 14 seguidores Ler as 14 críticas deles

    5,0
    Enviada em 4 de março de 2014
    A melhor comédia nacional já feita. Eu vi a peça há algum tempo no teatro, achei boa, mas via ali um potencial de crescimento muito grande. Faltava um algo a mais para Paulo Gustavo, mais confiança, mais sucesso e mais amadurecimento, e claro, personagens para contracenar com ele. Não que os personagens dão um show, o foco é totalmente a Dona Hermínia. Entretanto, o estilo de humor de Paulo Gustavo é agressivo, ele precisa esculachar alguém ao seu redor para ser um humor acima da média. Isso não é ruim, é um estilo de humor alternativo, escasso aqui no Brasil e muito comum lá fora. O filme traz uma história, um final dramático e algumas piadas excelentes, sem apelar hora nenhuma para palavrão ou baixaria. Por isso acho que fez tanto sucesso, é uma comédia totalmente diferente de todas as outras brasileiras, um estilo de humor raro no Brasil e com algumas piadas e sacadas inteligentes. Tem frescor para uma ou duas continuações tranquilamente, e espaço na mídia para o humor de Paulo Gustavo crescer cada vez mais, só tendo a ressalva de ser um humor repetitivo, ele tem que tomar cuidado para inovar sem perder seu estilo. Inovando nesses aspectos e com piadas boas que nem esse, é sucesso garantido!
    Marcelo M.
    Marcelo M.

    Segui-los 17 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 21 de junho de 2013
    Nunca ri tanto em um filme, muito menos nacional! O Paulo Gustavo tem esse talento absurdo pra comédia e está incrível nesse filme. Acabei de sair do cinema relaxado de tanto que ri, e ainda sobraram espaços para algumas lágrimas. Filme muito bom, quero ver de novo!
    Phelipe V.
    Phelipe V.

    Segui-los 295 seguidores Ler as 204 críticas deles

    2,0
    Enviada em 6 de julho de 2013
    Paulo Gustavo é um gênio do humor, mas repete todas as suas personas nesse filme. Não vi apenas Dona Hermínia, vi a Sra. dos Absurdos, a mulher que apresenta o Nucleo de Apoio à Vida, a mulher feia, a Periquita... enfim, ele é bom, mas não vai muito além disso no quesito "atuação". Mas isso não me incomoda porque sua interpretação de mulher é tão engraçada que compensa absolutamente tudo. O problema em Minha Mãe é uma Peça é que o filme não funciona sem Paulo Gustavo. É tudo Dona Hermínia, absolutamente tudo é a personagem e suas piadas, que não são poucas, funcionam muito. O grande erro aqui é transformar o filme em uma coletânea de esquetes da personagem, que parecem ter sido feitas pro youtube. Não há roteiro, ou melhor, o pouco roteiro que há, é um fiasco total. Até as falas dos demais personagens são ruins. Tudo o que orbita o mundo de Dona Hermínia é medíocre. Personagens superficiais, rasos, caricatos, por vezes desnecessários, e até desagradáveis de vez em quando. A trama de Juliano é completamente vergonha alheia, e não é na forma com que Dona Hermínia trata o filho que mora o problema, muito pelo contrário, isso é um acerto (como tudo que diz respeito à personagem em si), o equívoco está na construção do personagem. Rodrigo Pandolfo tenta fazer uma criação ali (que, por vezes, me lembrou a construção de Mateus Solano na atual novela das nove, Amor à Vida), mas fica evidente a completa falta de noção desse enredo. E as "Globo Filmices", não tenho dúvidas que teve dedo da produtora aqui, transformam o filme em algo bastante covarde com relação à trama do filho de Dona Hermínia. E não há comentários para o drama forçado inserido na metade do filme com uma questão de morte, uma tentativa falha de fazer Dona Hermínia conquistar ainda mais o público do que já havia feito. Ninguém se decide se quer fazer rir ou chorar, chega a ser constrangedor. Os diálogos rápidos e cheios de acidez redimem o show de horrores que é o filme em si, que tenta, tenta, mas não consegue criar nem uma linha temporal decente pra contar a história dessa família. A direção é lugar comum, com alguns enquadramentos bons aqui e ali (principalmente no primeiro ato do filme, que é um pouco mais bem cuidado), e a montagem soa como amadora. Dá a impressão que Paulo Gustavo trouxe toda a equipe do 220 Volts pra fazer um filme. E o negócio é que no formato do programa, humorístico, as esquetes funcionam independentemente de uma linha narrativa. O que não perceberam é que ao transmutar a história de uma das personagens mais famosas do programa, para o Cinema, não poderiam se manter na mesma linha. Eu gostei do filme porque ri dele (como não rir do Paulo Gustavo?). Mas gostaria de sair da sessão gostando porque ele tem qualidade como Cinema de verdade. Não aconteceu, e eu fiquei bem decepcionado. O filme é ruim. Infelizmente. PS: A "cena" final deve ser a melhor coisa do filme todo! Que beleza ela estar ali, no filme!
    Renata C.
    Renata C.

    Segui-los 9 seguidores Ler a crítica deles

    0,5
    Enviada em 1 de julho de 2013
    Esperava um filme muito bom, tinha assistido ao trailer e me interessado. Em alguumas partes as cenas são engraçadas, mas boa parte do tempo é entediante, o roteiro não foi bem bolado, não tem 'espaço' para participação de todos, a história fica mais entre mãe e filha e o desfecho é totalmente previsível.
    Cristiani G.
    Cristiani G.

    Segui-los 10 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 28 de junho de 2013
    Já assisti duas vezes!! Levei amigas, filhas de amigas e meus filhos. Agora vou achar mais alguém pra levar porque vou ver de novo. Perfeito! Minha cara!! Ri demais e ainda ouvi dos meus filhos: "Mãe, essa é você".
    Munich B.
    Munich B.

    Segui-los 2 seguidores Ler as 3 críticas deles

    5,0
    Enviada em 22 de junho de 2013
    Um filme deliciosamente envolvente, que faz rir e chorar, e que certamente fará com que cada mãe se sinta verdadeiramente representada, principalmente em diversas situações vivenciadas pelos filhos adolescentes, e com a qual tive total identificação. Amei e recomendo que todos os filhos assistam, para que consigam compreender um pouquinho o universo materno.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top