Meu AdoroCinema
Constantino
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Críticas AdoroCinema
1,0 Muito ruim
Constantino

Busca pessoal

por Francisco Russo

Existe uma vertente na seara dos documentaristas brasileiros que aposta no caráter familiar em seus filmes, como se o que é interessante para si fosse também para o público em geral. Assim foram feitos Passaporte Húngaro, Diário de uma Busca e Marighella – curiosamente, todos dirigidos por mulheres. Neles a busca por algo de interesse pessoal as fez rodar um filme sobre o assunto, uns melhores e outros piores não pela proposta apresentada, mas justamente pelo que conseguiam exibir além do pessoal. Constantino, dirigido por Otavio Cury, vai pelo mesmo caminho.

O objetivo do filme é redescobrir o avô, Daud Constantino Khoury, visitando locais onde ele esteve e vasculhando vestígios deixados no Brasil e na Síria, seu país de origem. Falecido há mais de 70 anos, ele ainda jovem deixou seu país natal devido à guerra entre muçulmanos e cristãos. Deixou escrita uma peça teatral, importante na época mas que foi esquecida com o passar dos anos. Em suas pesquisas, Otávio descobre que não há nem mesmo um livro escrito pelo avô na Síria e que ninguém sabe onde fica a rua que recebeu o nome dele como homenagem. Ou seja, foi praticamente apagado.

Tudo muito interessante... para a família de Otávio Cury, com certeza. Em meio a uma narração em off bastante artificial e diversos registros do passado, a partir de fotos antigas ou até mesmo vídeos caseiros, é apresentada uma busca que soa mais como retrato do parente perdido. Para piorar, a própria pesquisa não tem um foco claramente definido. Com cenas dispersas, o filme foge da linearidade como se divagasse pela Síria atual em busca de vestígios de um suposto tesouro, cujo valor o espectador não consegue perceber.

O único atrativo de Constantino é o passeio pelas ruas da Síria, onde pode-se perceber o choque cultural em relação à realidade brasileira. Ainda assim, é muito pouco diante do que o filme apresenta e do que se propõe a ser. Fraco.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários