Meu AdoroCinema
Até o Último Homem
Média
4,6
2357 notas e 141 críticas
51% (72 críticas)
38% (54 críticas)
8% (11 críticas)
1% (1 crítica)
1% (2 críticas)
1% (1 crítica)
Você assistiu Até o Último Homem ?

141 críticas do leitor

Célia C.
Célia C.

Segui-los 23 seguidores Ler as 6 críticas deles

5,0
Enviada em 24/01/17
Sensacional, que filme, que história fantástica! Brilhante direção de Mel Gibson! O ator principal está muito bom no papel!
Luis Eduardo W.
Luis Eduardo W.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 23/11/16
Graças a Deus um filme que mostra o grande poder de Deus e o quão lindo e servilo em todo o tempo!!!
Anderson  G.
Anderson G.

Segui-los 46 seguidores Ler as 214 críticas deles

4,0
Enviada em 15/02/17
“Até o ultimo homem traz aspecto de outros filmes como: “O resgate do soldado Ryan”, “Nascido para matar” e até mesmo “Apocalipse Now”. Que são todos ótimos filmes para se inspirar, mas mesmo assim, o novo filme de Mel Gibson tem sua personalidade própria sim, ele é lindo, tocante, chocante, violento, deslumbrante e quase místico, pois a historia de Doss é quase mitológica. Temos aqui um roteiro que não trabalha com a linearidade, começamos pelo final, vemos o inicio, o meio, o início e depois é só avanço, mas essas mudanças são tão sutis, que se você não estiver atendo, nem percebe, é um roteiro que poderia desenvolver mais algumas questões como o seu irmão ter ido a guerra e também o seu relacionamento que é muito repentino, mas no final você entende porque tomou o rumo que tomou e acaba aceitando. Temos a historia de Desmond T. Doss (Abdrew Garfield), um soldado que vai a segunda guerra sem ao menos portar um arma, e acaba sendo o homem mais corajoso de seu batalhão trabalhando como medico entre as trincheiras e sendo guiado por sua fé. O filme trata sobre religião de uma maneira excelente, não somos obrigados a aceitar a fé de doss, ele não obriga ninguém, e apesar de todos os comentários contrários e questionadores a sua fé, ela está lá, e sua coragem não vem de segurar uma arma, Doss prova que a coragem está no ideal do homem, também é tratado os horrores da guerra, Gibson não tem pudor algum ao mostrar corpos dilacerados, vísceras e banhos de sangue, isso é uma guerra, é para você ficar desconfortável mesmo, é para você repudiar isso, e o filme não trata o drama da guerra apenas em batalha, vemos o drama de Tom Doss –Pai de de Desmond- que perdeu amigos na grande guerra, e agora teme perder seus filhos, temos alguns relances sobre violência domestica, mas tudo com o olhar de flashbacks e muito superficialmente. Os destaques técnicos não ficam para a fotografia ou trilha sonora, embora ambos sejam bons, não há nada que se destaque mais que a mixagem de som desse filme que é espetacular, cada tiro passando de raspão você sente que passou em você, cada carregamento de arma, cada facada de mosquete, cada homem que cai no chão, cada explosão ou disparo é extremamente vivo, você repara em todos, não é algo comum como na maioria dos filmes de guerra. Andrew Garfield tem uma atuação espetacular, ele está completamente perfeito, quando ele chora, você chora, quando ele ri, você ri, quando ele se emociona, você já está completamente emocionando junto a ele, vale uma estelinha também para o Hugo Weaving, que eu achei espetacular como coadjuvante interpretando pai de Desmond, embora o mesmo tenha pouco tempo de tela. Mel Gibson não pode ficar mais dez anos sem produzir nada, nenhum de seus filmes é uma grande obra de arte, mas todos são ótimos. “Até o Ultimo homem” não é perfeito, tem muita repetição de ideia, e alguns recursos técnicos que não tocam o telespectador como deveria –Sorte que a atuação de Andrew soterra esses problemas-, alguns pontos de roteiro não desenvolvidos como expliquei anteriormente, mas somos brindados com ótimas cenas de batalha, boas atuações, e uma historia que tocara até o mais dos carrangudo telespectador, e foi muita sensibilidade de Gibson terminar o filme do jeito que terminou.
Wesdras D.
Wesdras D.

Segui-los 2 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 14/02/17
No livro Soldado Desarmado de Frances M. Doss é possível descobrir o quão real foi essa historia tão bem extraída para as telas.
Gabriel S.
Gabriel S.

Segui-los 3 seguidores Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 11/02/17
Certamente ‘Até o último Homem’ irá proporcionar-lhes uma emulsão de sentimentos que demorarão ser separados e digeridos. O diretor escavou a fundo cada ator/atriz para que pudessem desenvolver com afinco seus papeis e, com êxito, conseguiu. Até o momento este é o melhor filme do ano, sendo que a cada minuto você se prende ainda mais com a trama engenhosamente armada. Vale muito a pena assistir!
Pedro H.
Pedro H.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 11/02/17
Excelente filme. Inspirador ! A força de vontade de um um jovem querendo salvar vidas ao invés de tira-las é impressionante. Vale a pena .
Jake D.
Jake D.

Segui-los 25 seguidores Ler as 110 críticas deles

4,5
Enviada em 11/03/17
Até o Último Homem... Mel Gibson não dirige um filme faz dez anos, ele recentemente atuou no filme Herança de Sangue, mas eu gosto dele tanto como diretor, quando como ator, ele dirigiu os excelentes Coração Valente, Apocalypto e A Paixão de Cristo, então pode se dizer que este filme era muito aguardado, e ele atendeu as expectativas. O filme conta a história de Desmond T. Doss (Abdrew Garfield), ele se torna médico do exército durante a segunda guerra mundial, e se recusava a tocar em uma arma, mas o seu heroísmo durante a Batalha de Okinawa faz com que ele seja o primeiro Opositor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso. A direção do filme é do Mel Gibson, e ele faz um excelente trabalho, tanto que foi indicado ao óscar, e ele dirige muito bem as cenas durante a guerra, e a violência é retratada de maneira perfeita. A edição também merece muito destaque. O roteiro conta com ótimos diálogos, mas sinto que faltou algo, talvez o personagem central deveria ter ganhado mais destaque durante as cenas da guerra, mas isso não atrapalhou em nada minha experiência. O Andrew Garfield dá um show aqui, ele mereceu ser indicado ao óscar, e mesmo ele sendo o maior destaque aqui, os atores secundários também se saem muito bem. Vince Vaughn, Teresa Palmer e Hugo Weaving estão excelentes também. O visual do filme é impecável, as cenas de guerra são excelentes, a cinematografia é muito bonita e os efeitos são excepcionais. Até o último homem é um ótimo filme que marca o retorno de Mel Gibson dirigindo, não é o melhor filme dele, mas mesmo assim vale muito a pena. Recomendo!
Dudu S.
Dudu S.

Segui-los 4 seguidores Ler as 58 críticas deles

5,0
Enviada em 10/02/17
Excelente, espetacular! Esse filme nos traz Mel Gibson dirigindo um filme novamente, e nos traz um elenco de peso. A história do filme é boa, o longa é sobre uma guerra que ocorreu em Hacksaw Ridge, onde tem o soldado Doss que não pega em armas, ele está na guerra para salvar pessoas, ele é diferente de todos, por isso no começo do longa não aceitam ele, só aceitam quando ele salva muitas pessoas. O filme nos traz algo realista de uma guerra, por isso é utilizado muita violência no filme. O filme surpreende o espectador em muitos sentidos. Os atores trabalham muito bem principalmente Andrew Garfield, Sam Worthington e Hugo Heaving. Eu amei esse filme, recomendo!
Davison P.
Davison P.

Segui-los 28 seguidores Ler as 128 críticas deles

5,0
Enviada em 09/02/17
Até o último Homem Galera primeiramente quero dizer que estou num turbilhão de sensações magníficas depois ter visto uma obra de arte dessa, uma grande história real de honra e heroísmo, com direção de Mel Gibson, impecável nos detalhes, que são extraordinários, eu vi moscas nas roupas ensanguentadas de Andrew Garfield, que incrível isso galera, atores totalmente entregues aos seus papais, Vince Vaughn um sargento muito durão, Andrew Garfield sensacional como esse herói soldado Desmond T. Doss, que foi pra guerra sem segurar uma arma e salvou mais de 75 soldados feridos com sua força, bravura, agilidade e sua fé em Deus, Teresa Palmer encantadora como Dorothy mulher de Desmond. Bom galera um dos 10 melhores filmes que eu já vi, as cenas de guerras muito chocantes, a sensação dos soldados em campo de batalha passa muito para o público a insegurança e medo de estarem alí, depois de O Resgate do Soldado Ryan, que tinha as melhores cenas de guerras do cinema, este iguala neste quesito e ultrapassa em alguns pontos, como ratos devorando corpos de soldados despedaçados e moscas nas roupas ensanguentadas dos soldados, um filme extremamente técnico que recebeu 6 indicações ao Oscar, talvez La La Land que vem sendo muito aclamado, leve os melhores prêmios, pois tem 14 indicações, mas merecedor de Bluray Original na minha coleção e grande vencedor pra mim sem dúvidas é Hacksam Hidge ou Até o último Homem.
Deise C.
Deise C.

Segui-los Ler a crítica deles

5,0
Enviada em 08/02/17
Num mundo onde a ética, caráter e valor a vida já não valem nada, assistir a esse filme e saber que aconteceu de fato, é um grande sopro de esperança e doçura...recomendo muito!!!
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top