Meu AdoroCinema
Deuses do Egito
Nota média
1,8
15 publicações
  • The Guardian
  • The Playlist
  • ScreenCrush
  • Collider
  • Folha de São Paulo
  • New York Times
  • O Globo
  • Omelete
  • Screen International
  • Papo de Cinema
  • Screen Rant
  • Chicago Sun-Times
  • Rubens Ewald
  • The Hollywood Reporter
  • Variety

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

15 críticas da imprensa

The Guardian

por Jordan Hoffman

O diretor Alex Proyas tem zero interesse em fazer um filme para todos os públicos: este aqui é para as crianças nerds que curtem "Dungeons and Dragons" e não muito além disso.

A crítica completa está disponível no site The Guardian

The Playlist

por Nick Schager

Existe uma abundância de tudo em "Deuses do Egito", a maioria deslocada. Mesmo assim, o roteiro é firme o bastante para impedir que a história fique totalmente incoerente. Além disso, o estilo exagerado de Proyas tem um aspecto tosco que pode ser cativante nas produções B.

A crítica completa está disponível no site The Playlist

ScreenCrush

por Matt Singer

Como diretor, Proyas quase traz um toque único a este gênero familiar, e mesmo seus piores filmes possuem algumas imagens inesquecíveis. "Deuses do Egito" não é exceção. Umas duas sequências são muito bonitas, com bastante criatividade visual.

A crítica completa está disponível no site ScreenCrush

Collider

por Perri Nemiroff

"Deuses do Egito" é um filme péssimo, mas ele poderia fazer parte dos filmes "tão ruins que são bons", ou talvez "tão ridículos que são engraçados", se Alex Proyas tivesse assumido o absurdo de seu material e mudado o tom do filme. Mas na maior parte do tempo, "Deuses do Egito" se leva muito a sério.

A crítica completa está disponível no site Collider

Folha de São Paulo

por Ricardo Calil

O excesso de tudo (ação, duração, computação gráfica) torna essa suruba cinematográfica tediosa após 15 minutos. Faltam a "Deuses do Egito" não apenas alguns respiros, mas, acima de tudo, a capacidade de rir da própria megalomania...

A crítica completa está disponível no site Folha de São Paulo

New York Times

por Manohla Dargis

[...] gostaria de alegremente admitir que eu gostei de "Deuses do Egito" apesar do fiapo de história preguiçosamente genérica, o elenco eurocêntrico de gosto duvidoso e os efeitos especiais pouco convincentes [...]

A crítica completa está disponível no site New York Times

O Globo

por Daniel Schenker

O espetáculo visual não salva o filme. A aposta num tradicional contraste estético entre tonalidades intensas (dourado, avermelhado) e fechadas (cinza chumbo) contribui para a sensação de monotonia. Ao longo da projeção, o público é massacrado por batalhas intermináveis.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Omelete

por Marcelo Hessel

As batalhas são o ponto fraco de "Deuses do Egito", filmadas com travellings vacilantes e cortes fora de hora, e com efeitos visuais que frequentemente parecem inacabados.

A crítica completa está disponível no site Omelete

Screen International

por Sarah Ward

Por mais que o elenco chame a atenção do público, os atores acabam sendo deixados para vagar no meio do campo entre uma narrativa pouco interessante e a preocupação extremada do longa com sua estética.

A crítica completa está disponível no site Screen International

Papo de Cinema

por Rodrigo de Oliveira

O longa-metragem dirigido por Alex Proyas deveria ter estreado durante o carnaval, de preferência na Marquês da Sapucaí. Só assim para curtir os figurinos exóticos, os cenários falsos e as atuações exageradas do elenco.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Screen Rant

por Sandy Schaefer

Poucas coisas no filme funcionam. Na maior parte do tempo, "Deuses do Egito" deve causar mais bocejos do que empolgação - nem mesmo algumas risadas voluntárias.

A crítica completa está disponível no site Screen Rant

Chicago Sun-Times

por Richard Roeper

"Deuses do Egito" é um filme simplesmente ruim. O enredo é confuso e chato. Os caríssimos efeitos visuais parecem fake e ridículos. E as performances são desinteressantes [...]

A crítica completa está disponível no site Chicago Sun-Times

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

Ainda que vagamente inspirado em lendas egípcias, o longa exagera no uso de efeitos de CGI a tal ponto que em momentos parece filme de animação [...] E pronto. Quem for ver, sabe o que esperar e o azar é seu. Brinco, já vi piores. Mas poucos.

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

The Hollywood Reporter

por Frank Scheck

É tudo tão ridículo quanto pareceria ser [...] e nem o suficiente para ser um guilty pleasure divertido [...] resultado do uso extenso de efeitos CGI que, embora elaborados e, obviamente caros, ainda conseguem ser rísíveis.

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

Variety

por Justin Chang

Mas, realmente,  "Deuses do Egito" está brincando? [...] este épico interminável consigna a maioria da raça humana a um mar de extras digitais, [...] se ele sabe por que existe esse filme, ele não está dizendo.

A crítica completa está disponível no site Variety
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top