Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Um Estranho no Ninho
    Média
    4,6
    1030 notas e 197 críticas
    distribuição de 197 críticas por nota
    101 críticas
    68 críticas
    16 críticas
    9 críticas
    3 críticas
    0 crítica
    Você assistiu Um Estranho no Ninho ?

    197 críticas do leitor

    anônimo
    Um visitante
    4,5
    Enviada em 24 de junho de 2013
    "Nas palavras de R.P. McMurphy: "O que dois caras legais como nós fazemos aqui?" A Instituição é como o mundo em que vivemos, alienados, vivendo como o gado, criados para um dia irmos ao matadouro. Até surgir um líder, alguém que nos inspire e que nos faça acreditar. E que lutemos até o fim, pois não há sacrifício sem derramamento de sangue."
    Willian M.
    Willian M.

    Segui-los 8 seguidores Ler as 46 críticas deles

    4,5
    Enviada em 9 de abril de 2015
    Determinado dia, viu um seriado no canal Curta chamado Filmes que marcaram época, neste episódio falavam sobre o filme Estranho no Ninho. Neste documentário, fiquei sabendo de várias curiosidades sobre o filme, de como ele foi filmado, sobre a produção, contratempos e dentre outros, o que, me motivou muito para assistir. Dentre algumas curiosidades, fiquei sabendo o local onde filmado, num hospício real e alguns dos figurantes eram pacientes desse hospício. Que foi difícil achar uma pessoa de descendência indígena daquele tamanho, e do romance que foi adaptado a enfermeira Ratched era muito feia. Mas isso é só algumas das coisas sobre o filme que fiquei sabendo, o que eu não sabia era que eu iria dar muita risada e ficar muito feliz com o filme. Fiquei triste, bravo, zangado, indignado e muito surpreso, principalmente com o final, inesperado. Acredito que são essas coisas que o tornam um dos melhores filmes já feitos. Acho que isso torna um filme capaz de superar seu tempo, trazer para quem o assiste uma ou algumas emoções, sejam elas boas ou más. Faz você pensar ou repensar algo, faz você destruir estereótipos, criar outros, mas faz você se mover, nem que seja na cadeira, mas faz. Dei muita risada com a tal demência de R.P. McMurphy, fiquei triste com choques levados pelos bagunceiros do hospício. Fiquei bravo quando soube que a maioria dos que estavam no sanatório estavam porque queriam estar ali. Fiquei indignado com crueldade da enfermeira Mildred Ratched e fiquei surpreso com o final, mas nem tudo é perfeito ou como nós queremos. Enfim, você vai se emocionar com Mac e a reviravolta que tenta impor no Hospício e nas amizades construídas entre as grades daquele prédio e vai se surpreender com os amores que surgem. Vale muito assistir.
    Anderson  G.
    Anderson G.

    Segui-los 590 seguidores Ler as 268 críticas deles

    4,0
    Enviada em 16 de outubro de 2016
    Um filme sobre loucura, com loucos, a onde o Jack Nicholson é a pessoa mais normal do filme, sim, isso é possível, “Estranho no ninho” é quase um ensaio sobre a loucura, aqui temos a historia de Randle Patrick McMurphy (Jack Nicholson), um sujeito “normal” que é mandando ao manicômio, e lá convive com loucos fazendo-os redescobrir os prazeres da vida, e vice-versa, temos uma mensagem sobre amizade e a libertação homem sobre as rédeas sociais, além disso, temos ótimas atuações, não apenas Nicholson está fantástico, mas todos estão absurdamente loucos, você assiste o filme ansioso, pois a cada segundo alguém pode fazer uma loucura, loucura essas que acontecem varias vezes no filme, com gritos, barulhos, brigas, tudo sobre o sereno olhar da enfermeira-chefe Ratched (Louise Fletcher),(que no caso, somos nós, os telespectadores), e você presencia isso e fica chocado e incomodado. A fotografia é cinza, sem cor e sem vida, passa todo o clima hospitalar do filme, mas poderia ter um colorido para passar mais o tom de choque ainda, sobre o roteiro, parece que o filme não tem um roteiro, parece que as coisas simplesmente vão acontecendo, na loucura mesmo, e seu ritmo é extremamente lento, parece que o filme não tem um desenvolvimento, muitos vão dormir, outros abandonar, e os que restarem, verão que valeu a pena.
    Júlio C.
    Júlio C.

    Segui-los 29 seguidores Ler as 4 críticas deles

    5,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2015
    Magnífico! É o tipo de filme totalmente envolvente. Você se envolve com os personagens, cria expectativas. E o final é surpreendente, inesperado, entretanto adequado. Mescla de drama com comédia, ri bastante e também me fez refletir um pouco sobre a situação em que vivem tanto os internos quanto o pessoal que trabalha com eles. Sem falar da estupenda atuação de Jack Nicholson. Recomendo!
    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 27363 seguidores Ler as 1 716 críticas deles

    5,0
    Enviada em 8 de outubro de 2019
    Um dos melhores filmes da história do cinema! Um roteiro perfeito em sua total construção, parte técnica excelente, com uma fotografia e direção de arte excepcional, o que falar do elenco? simplesmente fantástico, com nomes importantes como Jack Nicholson aqui agraciado com o óscar de melhor ator, Louise Fletcher também vencedora na categoria de melhor atriz, Christopher Lloyd, Vincent Schiavelli e Danny DeVito. Um estranho no ninho ganhou o óscar nas 4 principais categorias. Um filme eterno.
    Carlos P.
    Carlos P.

    Segui-los 67 seguidores Ler as 157 críticas deles

    4,5
    Enviada em 7 de março de 2018
    Não é à toa que o filme tem esse status, considerado talvez um dos grandes filmes da história. Te deixa perplexo em diversas ocasiões. É difícil dizer qual o sentimento que você tem quando termina o filme. Uma aula de roteiro, com atuações brilhantes.
    Daniel N.
    Daniel N.

    Segui-los 3676 seguidores Ler as 577 críticas deles

    4,5
    Enviada em 29 de maio de 2017
    Sinistro e perturbador... na época em que não se tinham câmeras em tudo, tampouco internet. Uma instituição mental altamente questionável... com internos mais questionáveis ainda. Grande filme.
    Lucas S.
    Lucas S.

    Segui-los 135 seguidores Ler as 204 críticas deles

    4,0
    Enviada em 27 de dezembro de 2016
    Um prisioneiro que demonstra sinais de insanidade é encaminhado para uma estabelecimento prisional para doentes mentais. O que o papel de Jack Nicholson causa de impacto em tal estabelecimento é fantástico e engraçado. O modo como exerce a liderança do grupo e como pretende libertá-los de si mesmos é plausível, por isso o filme se torna válido.
    anônimo
    Um visitante
    4,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2015
    Á males que vem para o bem.Assim que de cara o personagem de Jack Nicholson.entra em cena.Submetido a viver em uma instituição para doentes mentais.Mais de louco ele não tem absolutamente nada.Rapidamente McMurphy faz amizade com os internos.Demora um pouco a demonstrarem isso.Mais com o tempo,todos passam a gostar de McMurphy.Um Estranho no Ninho,é um dos poucos filmes onde tem apenas uma locação,mais mesmo assim consegue retratar bem uma história.O filme conta ainda com uma lista enorme de bons personagens,que tem espaço para aparecer.Não ficam apenas como figurantes.Onde temos,Danny DeVito e Christopher Lloyd ainda bem novinhos.E Jack Nicholson está perfeitamente brilhante,um de seus melhores trabalhos.
    Vinipassos
    Vinipassos

    Segui-los 131 seguidores Ler as 178 críticas deles

    5,0
    Enviada em 5 de abril de 2014
    Loucura não é caracterizada por atitudes grotescas e nojentas, o próprio McMurphy dá a entender isso, e esse pensamento foi meu argumento nesse filme. Um Estranho no Ninho mostra que distúrbios mentais, apesar de serem uma doença, podem ser vistos como a beleza, sinceridade, felicidade, brincadeiras, serem livres de verdade, mesmo que o ambiente em que estejam seja contraditório a isto. McMuphy interpretado pelo incrível Jack Nicholson vive com eles, como um deles e se apaixona, dá um novo tom a suas vidas, algo mais agitado, vivo, sendo pessoais normais. O elenco é excelente, personagens incríveis, expressões faciais marcantes e um retrato real de como são tratados tais pessoas e como elas se sentem. O tratamento que McMurphy recebe é desesperador, a doença ao invés de ser tratada, é evoluída até o pior estado mental e físico possível.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top