Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Até que a Sorte nos Separe
    Média
    3,6
    1354 notas e 57 críticas
    distribuição de 57 críticas por nota
    13 críticas
    9 críticas
    17 críticas
    10 críticas
    5 críticas
    3 críticas
    Você assistiu Até que a Sorte nos Separe ?

    57 críticas do leitor

    Judson Maciel
    Judson Maciel

    Segui-los Ler as 7 críticas deles

    2,5
    Enviada em 28 de outubro de 2012
    'Até que a sorte nos separe' é um filme engraçado sem ser exagerado. No entanto, a história é muito clichê. Onde são previsíveis muitas falas e piadas e é nisso apenas que o filme se perde. Seria melhor se não houvesse roteiro em algumas cenas e o protagonista Leandro Hassum (Tino) pudesse ficar á vontade para mostrar seu talento nato de comediante como faz de improviso nos palcos. Mas, a grata surpresa não é nem o protagonismo de Leandro Hassum (Tino) e Danielle Winitz (Jade). Aílton Graça (o Adelson) dá um show de comédia nas cenas em que finge ser um 'designer gay'. E isso é o ponto alto do filme.
    Ricardo  S.
    Ricardo S.

    Segui-los Ler as 2 críticas deles

    1,0
    Enviada em 2 de setembro de 2013
    Um humor maquiado e totalmente forçado por parte do ator principal. Péssimo. Dificil mesmo é sair uma risada.
    Neto S.
    Neto S.

    Segui-los 2040 seguidores Ler as 773 críticas deles

    0,5
    Enviada em 3 de janeiro de 2014
    Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria. Levando uma vida de ostentação ao lado da mulher, Jane (Danielle Winits), ele gasta todo o dinheiro em 15 anos. Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super burocrático e que por sinal vive seu próprio drama ao enfrentar uma crise no casamento com Laura (Rita Elmôr). Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos. Nao Teve Uma Parte Nesse Filme Que Eu De Uma Risada Esse Filme e Pessimo Atuaçoes Boas Ate e Uma Historia Bem Boa Mais Nao Aproveitaram Nota 0,5
    Francielly G.
    Francielly G.

    Segui-los Ler a crítica deles

    3,5
    Enviada em 27 de julho de 2013
    O filme é uma comédia pura, uma daquelas comédias em que agente não precisa "Tirar as crianças da sala" para assistir. Os filmes Brasileiros tem uma 'coisa' continua de que todos os filmes de comédia tenha sexo e coisas do tipo (De Pernas Pro Ar é um deles.), mas não este. Porém é um filme que é apenas engraçado. Se você quer rir e só, você vai rir e só; porque não tem algo perto a conteúdo. O personagem Tino fica pobre e a Jane vira uma dondoca de primeira. Tudo bem, isto torna o filme muito engraçado porque, como alguém que ganha sozinho a loteria consegue gastar tudo? Mas é um ótimo filme para quem quer rir. E tenho que ressaltar que o diretor Roberto Santucci escolheu bem o Leandro Hassum para encorporar o papel do Tito, porque tenho certeza que se não fosse ele, o filme não seria tão engraçado o quanto é.
    Almir S.
    Almir S.

    Segui-los 23 seguidores Ler as 214 críticas deles

    2,0
    Enviada em 15 de março de 2013
    FRACO. Não achei graça nesse filme, achei e acho o Leandro Hassum muito forçado e com piadas sem-graça. O único personagem engraçado no filme é do ator Ailton Graça, roubou a cena, mas o resto...
    anônimo
    Um visitante
    1,5
    Enviada em 1 de janeiro de 2014
    Que nunca sonhou,em fazer uma "fezinha" e poder ganhar na loteria?Acho que todo mundo não é?Pois bem,o começo desse filme você irá presenciar esse breve momento de felicidade,entre o casal Tino e realmente é um breve momento mesmo,pois logo após essa cena,o filme começa de verdade e com o que tem pra mostrar.O diretor Roberto Santucci,está meio que vacinado nessas comédias sem conteú ele fez De Pernas pro Ar,que apesar de ser melhor do que Até que a Sorte nos Separe,ainda mostra o mesmo tipo de comédia de stand quem é o responsável por esse tal feito,é Leandro Hassum,que traz todo os seus jeitos e suas performances de suas peças de humor,deixando pra trás apenas seu parceiro Marcius quem gosta de uma comédia nacional com muita piada de duplo sentido,e não conter uma história interessante,esse filme é a grande pedida.
    petersonflores
    petersonflores

    Segui-los 14 seguidores Ler as 16 críticas deles

    3,0
    Enviada em 18 de janeiro de 2014
    Apenas legal. As piadas não são muito engraçadas, mas a história é boa. As gravações externas ficaram ótimas, parece até filme estrangeiro. Danielle Winits da um show na atuação ;)
    Leandro M.
    Leandro M.

    Segui-los 12 seguidores Ler as 78 críticas deles

    2,0
    Enviada em 3 de janeiro de 2014
    Filme muito fraco. Pastelão puro. O tema é muito interessante mas foi aproveitado de forma rasteira.
    Gi C.
    Gi C.

    Segui-los 5 seguidores Ler as 51 críticas deles

    3,5
    Enviada em 22 de dezembro de 2013
    É um filme nacional muito bom, a comédia é ótima. O bom nesse filme é que toda a família pode assistir sem ém achei alguns erros no roteiro, que podia explicar um pouco melhor as cenas. Mas em si é um filme com conteúdo, moral e atores incrí muito bom, recomendo!
    Bruno N.
    Bruno N.

    Segui-los 5 seguidores Ler as 15 críticas deles

    3,0
    Enviada em 10 de maio de 2014
    Gostei mais da história do filme, do que a comedia em sí, e também não gosto muito do Leandro Hassum como comediante!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top