Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Cilada.com
    Críticas AdoroCinema
    4,0
    Muito bom
    Cilada.com

    Tipicamente Brasileiro

    por Francisco Russo

    Cilada.com é um filme tipicamente brasileiro. Não devido à língua falada ou aos métodos de produção aplicados, mas pelo ambiente abordado. É o clássico universo machista ressaltado pela figura do homem latino, que não aceita ter seu orgulho ferido. Tudo apimentado pela zoação básica, aquelas brincadeiras por vezes inconvenientes mas que provocam gargalhadas vindas de seus próprios colegas e que, no fim das contas, faz parte da própria amizade. Característica cultural do brasileiro, ampliada pela liberdade em se falar sobre sexo presente na atualidade.

    O maior mérito de Bruno Mazzeo como roteirista foi ter conseguido retratar este ambiente para a tela grande, de forma que o espectador consiga se identificar com o exibido. Com erros e acertos, é claro. Se por vezes torna-se apelativo e até mesmo grosseiro – a sequência da ejaculação precoce é American Pie puro, no que há de pior na série –, em outros provoca risadas gostosas. Sempre repleto de piadas de duplo sentido, interesses ocultos e provocações entre homens.

    A história traz Bruno (Mazzeo) traindo sua namorada Fernanda (Paes Leme), em meio a uma festa de casamento. Pego no flagra, o relacionamento acaba. Ela, por vingança, coloca na internet o vídeo de uma transa rápida, de apenas 12 segundos, que logo se espalha pela rede. É o suficiente para que Bruno seja o alvo preferido das piadas, sendo até mesmo reconhecido na rua. Ele é o novo hit do momento e não gosta nem um pouco disto.

    A partir de então Bruno busca se reerguer diante de tamanha vergonha, partindo por dois caminhos: recuperar a honra perdida, através de contatos com velhas namoradas e a busca por novas parceiras, e receber o perdão de Fernanda. O batido tema da dificuldade em se declarar é mais uma vez usado, às vezes gerando cenas que se estendem um pouco além do necessário. Diante da situação, surge um verdadeiro achado: Marconha (Serjão Loroza). Uma figuraça representando o obcecado pelo cinema mais obscuro que gera boas cenas, pela idolatria que possui e por sua própria forma física.

    Cilada.com é um bom filme que explora o politicamente incorreto, especialmente no modo como trata as mulheres. O roteiro sofre uma queda na segunda metade, especialmente pela presença de piadas mais grosseiras, mas nada a ponto de acender o sinal de alerta. Destaque para as boas presenças de Carol Castro e Dani Calabresa, além de duas cenas marcantes: a ligação entre sexo e futebol, representada em uma partida do Vasco, e a declaração final, bonita e emocionante.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top