Meu AdoroCinema
Tapete Vermelho
facebookTweet
Tapete Vermelho
Data de lançamento 21 de maio de 2007 para DVD (1h 40min)
Elenco: Matheus Nachtergaele, Gorete Milagres, Paulo Betti mais
Gênero Comédia
Nacionalidades Portugal, Brasil, México
Ver o trailer
Usuários
3,965 notas e 20 críticas
Minha nota :
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4
4.5
5
Veja nota dos meus amigos  ?

Sinopse e detalhes

Quinzinho (Matheus Nachtergaele) mora em uma roça bem distante de qualquer cidade grande. Decidido a cumprir uma promessa, ele decide levar seu filho Neco (Vinícius Miranda), de 9 anos, para assistir a um filme estrelado por Mazzaropi em uma sala de cinema, assim como fez seu pai quando era garoto. Desejando cumprir a promessa a qualquer custo, Quinzinho, sua esposa Zulmira (Gorete Milagres), Neco e o burro Policarpo viajam pelas cidades em busca de um cinema que possa exibir o filme.
Distribuidor -
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2005
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 3 curiosidades
Orçamento -
Idiomas Português
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Trailer

Tapete Vermelho Trailer Original 2:11
Tapete Vermelho Trailer Original
2 799 visualizações
Pela web

Elenco

Matheus Nachtergaele
Matheus Nachtergaele
Personagem : Quinzinho
Gorete Milagres
Gorete Milagres
Personagem : Zulmira
Paulo Betti
Paulo Betti
Personagem : Aparício
Cássia Kis Magro
Cássia Kis Magro
Personagem : Tia Malvina
Ficha completa

Críticas de usuários

GiGi A.
Crítica positiva mais útil

por GiGi A., em 05/06/2017

5,0Obra-prima

O filme mistura cultura, crenças, lendas, fé, Mazzaroppi e muita emoção! Adorei, muito bom!

Wanderreis
Crítica negativa mais útil

por Wanderreis, em 17/09/2013

1,0Muito ruim

Comédia sem pé nem cabeça, com situações sem sentido e absolutamente sem graça.

Todas as críticas de usuários
15% (3 críticas)
35% (7 críticas)
35% (7 críticas)
10% (2 críticas)
5% (1 crítica)
0% (0 crítica)
Você assistiu Tapete Vermelho ?
20 Críticas de usuários

Fotos

10 Fotos

Curiosidades das filmagens

Produção atrasada

As filmagens de Tapete Vermelho tiveram que ser adiadas por 9 meses, para que Matcheus Nachtergaele estivesse disponível para rodar o filme. Neste período o ator estava trabalhando na novela Da Cor do Pecado.

Elenco

Vinícius Miranda foi escolhido para interpretar Neco após uma grande pesquisa, que envolveu mais de 200 crianças. O elenco de apoio e figuração foi selecionado entre os grupos de teatro de Taubaté e de São Paulo.

Luz, câmera, ação!

As filmagens foram realizadas em 6 semanas, entre setembro e outubro de 2004, com locações nas cidades de Santo Antônio do Pinhal, Caçapava, Taubaté, Aparecida, Lagoinha, Roseira e São Paulo.

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Aur?lie H.

    O filho do Quinzinho, um caipira que mora no interior do
    Brasil vai fazer aniversário. O Quinzinho quer cumprir a promessa que ele fez a
    seu pai. Essa promessa é de levar seu filho para ver um filme do ator Mazzaropi
    no cinema. O problema é que no interior de pais não há cinemas. Ele resolve
    viajar com seu filho e sua mulher para uma cidade maior. No caminho eles vão
    viver muitas experiências que nos informam sobre a cultura brasileira. Por
    exemplo, o filme se trata de crenças e superstições brasileiras como passar uma
    serpente entre os dedos para ficar melhor tocador de violão, se fala também da
    lenda de “Saci-Pererê”. Se você é estrangeiro é melhor se informar um pouco
    sobre isso antes de ver o filme para entender melhor. O filme mostra também uma
    grande diferença entre as pessoas que moram em povos do interior e as que moram
    nas cidades. O filme descreve algumas dificuldades que os caipiras encontram
    nas cidades grandes. Eles são representados como pessoas ingênuas e as pessoas
    da cidade, pelo contrário, menos tolerantes. No filme, marcas lingüísticas são
    também usadas para acentuar a diferença como : ‘homé’ para ‘homem’, ‘muié’ para
    ‘mulher’...

    Além da crítica social, o filme aborda o assunto do
    capitalismo, mostrando que as grandes salas de cinema passam só filmes novos
    que têm um potencial comercial esquecendo de promover e preservar a cultura
    brasileira.

Mostrar comentários
Back to Top