Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Tapete Vermelho
     Tapete Vermelho
    21 de maio de 2007 para DVD / 1h 40min / Comédia
    Direção: Luis Alberto Pereira
    Elenco: Matheus Nachtergaele, Gorete Milagres, Paulo Betti
    Nacionalidades Portugal, Brasil, México
    Ver o trailer
    Usuários
    4,0 87 notas e 39 críticas
    Avaliar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Quinzinho (Matheus Nachtergaele) mora em uma roça bem distante de qualquer cidade grande. Decidido a cumprir uma promessa, ele decide levar seu filho Neco (Vinícius Miranda), de 9 anos, para assistir a um filme estrelado por Mazzaropi em uma sala de cinema, assim como fez seu pai quando era garoto. Desejando cumprir a promessa a qualquer custo, Quinzinho, sua esposa Zulmira (Gorete Milagres), Neco e o burro Policarpo viajam pelas cidades em busca de um cinema que possa exibir o filme.
    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2005
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 3 curiosidades
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Tapete Vermelho Trailer Original 2:11
    Tapete Vermelho Trailer Original
    5445 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Matheus Nachtergaele
    Personagem : Quinzinho
    Gorete Milagres
    Personagem : Zulmira
    Paulo Betti
    Personagem : Aparício
    Cássia Kis
    Personagem : Tia Malvina
    Ficha completa

    Comentários do leitor

    jhonyborba
    jhonyborba

    Segui-los 97 seguidores Ler as 197 críticas deles

    3,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    eu achei um filme sensacional, que mostra a vida sofrida do povo da roça que quer ver um filme do Mazzaropi.E uma interpretação fantástica do Matheus Nachtergaele.
    Chiung Wen C.
    Chiung Wen C.

    Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 23 de novembro de 2012
    spoiler: Crítica sobre Tapete Vermelho Luiz Alberto Pereira é um diretor do Brasil. Ele fez vários vídeos e filmes, como “Tapete Vermelho” (2005), “O efeito ilha” (1994) e “Hans Staden” (1999). Ele gosta de mostrar a cultura brasileira nos filme dele. Ele não gosta de fazer filme popular como filme americano. Para ele, a coisa importante é apresentar cultura brasileira, para que os brasileiros não se esqueçam da ...
    Leia Mais
    Francisco Russo
    Francisco Russo

    Segui-los 11757 seguidores Ler as 687 críticas deles

    2,0
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Se o Brasil tivesse mais salas de cinema no interior era bem provável que "Tapete Vermelho" fosse sucesso de bilheteria. Trata-se de um filme muito divertido, que resgata com bom humor o brasileiro interiorano e também critica o estado atual do país. A viagem de Quinzinho e família em busca de um cinema para exibir um filme de Mazzaroppi é, ao mesmo tempo, uma crítica à própria falta de salas no país e também à falta de memória da ...
    Leia Mais
    Raissa A.
    Raissa A.

    Segui-los 14 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 12 de janeiro de 2014
    Tem cenas, que talvez, possa parecer um pouco forçadas para pessoas que nasceram e/ou viveram somente em grandes cidades/capitais; pras pessoas que realmente entendem e vivenciaram a cultura da roça, o filme é sensacional! Te leva numa viagem totalmente inesperada pros dias atuais. Refaz repensar valores relacionados ao esmagador comportamento em grupo. Título inteligente e totalmente conectado ao filme, sendo explicado diretamente em uma ...
    Leia Mais
    39 Comentários do leitor

    Fotos

    10 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Produção atrasada

    As filmagens de Tapete Vermelho tiveram que ser adiadas por 9 meses, para que Matcheus Nachtergaele estivesse disponível para rodar o filme. Neste período o ator estava trabalhando na novela Da Cor do Pecado.

    Elenco

    Vinícius Miranda foi escolhido para interpretar Neco após uma grande pesquisa, que envolveu mais de 200 crianças. O elenco de apoio e figuração foi selecionado entre os grupos de teatro de Taubaté e de São Paulo.

    Luz, câmera, ação!

    As filmagens foram realizadas em 6 semanas, entre setembro e outubro de 2004, com locações nas cidades de Santo Antônio do Pinhal, Caçapava, Taubaté, Aparecida, Lagoinha, Roseira e São Paulo.

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Ivan Sousa
      Uma singela homenagem ao cinema brasileiro,ao povo brasileiro e suas raízes e dificuldades.Quinzinho (Nachtergaele) reatrata todas as figuras sertanejas que enfrentam suas dificuldades no dia a dia com muita esperança.Tantas coisas boas esse filme traz que fica difícil citar apenas uma...É o Cinema Paradiso da nossa terra,que homenageia um dos grandes ícones do nosso cinema chamado Mazzaropi.Anos mais tarde,Cine Holliúdy iria divertir tanto quando esse.>Assistido em 31 de Janeiro de 2020-Dou nota 7/10
    • Aur?lie H.
      O filho do Quinzinho, um caipira que mora no interior doBrasil vai fazer aniversário. O Quinzinho quer cumprir a promessa que ele fez aseu pai. Essa promessa é de levar seu filho para ver um filme do ator Mazzaropino cinema. O problema é que no interior de pais não há cinemas. Ele resolveviajar com seu filho e sua mulher para uma cidade maior. No caminho eles vãoviver muitas experiências que nos informam sobre a cultura brasileira. Porexemplo, o filme se trata de crenças e superstições brasileiras como passar umaserpente entre os dedos para ficar melhor tocador de violão, se fala também dalenda de “Saci-Pererê”. Se você é estrangeiro é melhor se informar um poucosobre isso antes de ver o filme para entender melhor. O filme mostra também umagrande diferença entre as pessoas que moram em povos do interior e as que moramnas cidades. O filme descreve algumas dificuldades que os caipiras encontramnas cidades grandes. Eles são representados como pessoas ingênuas e as pessoasda cidade, pelo contrário, menos tolerantes. No filme, marcas lingüísticas sãotambém usadas para acentuar a diferença como : ‘homé’ para ‘homem’, ‘muié’ para‘mulher’... Além da crítica social, o filme aborda o assunto docapitalismo, mostrando que as grandes salas de cinema passam só filmes novosque têm um potencial comercial esquecendo de promover e preservar a culturabrasileira.
    Mostrar comentários
    Back to Top