Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Cama de Gato
    Cama de Gato
    / 1h 32min / Drama
    Direção: Alexandre Stockler
    Elenco: Caio Blat, Bárbara Paz
    Nacionalidade brasileira
    Usuários
    2,7 9 notas e 1 crítica
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Cristiano (Caio Blat), Gabriel (Cainan Baladez) e Francisco (Rodrigo Bolzan) são três amigos que moram em São Paulo, que assim que concluem o ensino médio decidem sair pela noite em busca de diversão. Em sua tentativa de se divertir a todo custo eles acabam estuprando e matando uma adolescente.
    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2002
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 1 curiosidade
    Orçamento -
    Idiomas Português
    Formato de produção -
    Cor -
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -
    Pela web

    Elenco

    Caio Blat
    Personagem : Cristiano
    Ficha completa

    Crítica de usuários

    Marcos
    Marcos

    Segui-los Ler as 67 críticas deles

    2,5
    Enviada em 9 de fevereiro de 2012
    Um soco na boca do estõmago dessa sociedade doente, onde jovens consumistas buscam o prazer acim ade tudo, parabéns ao diretor Alexandre Stocler, que ensinar a fazer cinema-denúncia, com pouco recurso, e liberdade informal que vai imperar nesse século.
    1 Crítica de usuários

    Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Vários

    - Foi produzido em vídeo digital, com algumas seqüências em celulóide. - A trilha sonora é composta por músicas de bandas desconhecidas, selecionadas através de uma campanha pela internet. - Estréia de Alexandre Stockler no cinema. - Teve um orçamento de R$ 13 mil, sendo que toda a equipe técnica e elenco não cobraram cachê.

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • cabeto rocker pascolato
      Eu fiz uma pontinha no filme, numa cena no lixão. O interessante do filme é que ele continua atual. O que vemos agora é um governo inconsequente, fazendo sua festinha inconsequente, propondo armas e violência como forma de diálogo e fugindo da realidade a qualquer custo. Alexandre Stockler foi magistral na direção do filme, ousado na proposta do roteiro e realizou uma radiografia deste país, onde as classes mais abastadas fazem o que bem querem sabendo que não vai haver punição. Recomendo que as pessoas assistam ao filme com os olhos, a alma e o coração bem atentos. Quase nada mudou de 2002 para cá...
    Mostrar comentários
    Back to Top