Meu AdoroCinema
Indomável Sonhadora
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
Média
4,1 284 notas e 43 críticas
30% 13 críticas 23% 10 críticas 14% 6 críticas 16% 7 críticas 12% 5 críticas 5% 2 críticas

43 críticas do leitor

Organizar por
Críticas mais recentes
  • Críticas mais úteis
  • Por usuários que mais publicaram críticas
  • Por usuários com mais seguidores
Alvaro S.

Segui-los 28 seguidores Ler as 332 críticas deles

4,5Ótimo • Atualizado em 04/06/2016

Indomável Sonhadora é a definição perfeita de um filme de baixo orçamento que mostra que talento e criatividade são os ingredientes perfeitos para criar uma bela obra cinematográfica. Somados a isso, uma dupla de atores impecáveis, a jovem Quvenzhane Wallis e Dwight Henry, aliados a um roteiro que retrata a pobreza dos personagens acima e que flerta com a fantasia e o lúdico, e uma direção criativa e primorosa. Quvenzhane vive a pequena Hushpuppy, órfã de mãe. Dwight dá vida ao Wink, o pai. Os dois vivem quase como animais, e é assim que seu pai mostra para ela que ela precisa crescer forte para se defender de um mundo cruel. Ambos impressionam, na força das atuações, ele por ser quase animalesco, ela por ser forte e inocente, de uma ternura infantil em determinados momentos. Não é demais afirmar que esta é uma pequena obra prima. Curiosidade. Concorreu a 4 Oscar. Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Atriz e Melhor Roteiro Original. Nota do público: 7.3 (IMDB) Nota dos críticos: 86% (Rotten Tomatoes) Bilheterias EUA - $12 milhões Mundo - $21 milhões Acesse o blog 365filmesem365dias.com.br para ler sobre outros filmes. https://365filmesem365dias.com.br/2016/06/04/340-indomavel-sonhadora-2012/

Tobias S.

Segui-los 0 seguidor Ler as 9 críticas deles

2,5Regular • Atualizado em 30/11/2015

É inegável que a atuação da Quvenzhané Wallis foi excepcional, que o filme tem uma ótima fotografia e, por vezes, cria uma atmosfera sonial. Mas peca em propósito e valores. A relação do pai com sua filha reflete o caos que ele faz questão de manter em sua mente e propagar para ela. Tal relação apenas é aceitável quando, no final, Wink, talvez sob o peso de seus pecados, em face da morte, é mais gentil e tolerante com Hushpuppy. Por fim, no enredo não há evidências de que o grupo de pessoas, que compõe o círculo principal da trama, esteja fazendo o correto ao resistir à mudança de local, pelo contrário: parte deles sabotam os esforços alheios de deter as cheias e até de fornecê-lhes cuidados médicos! Até *pode parecer* uma clássica relação de ricos dominantes sobrepujando pobres ou uma tentativa de retratar a sociedade americana, mas o enredo não fornece embasamento para isso, pois a pobreza é retratada por um grupo realmente pequeno e sentimentalista de pessoas.

Jefferson d.

Segui-los 0 seguidor Ler a crítica deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 22/08/2015

Gostei muito do filme, foi uma otima historia, retrata bem o mundo como ele é, mostrando a dureza da vida, muitas pessoas não entendem porque são cegas, e vivem em suas casas, como reis... a pobresa é exatamente assim, o filme retrata bem, os atores são exelentes, apenas não gostei do final, poderia ser melhor, mas é um exelente filme.

Daniel W.

Segui-los 4 seguidores Ler as 99 críticas deles

3,5Bom • Atualizado em 28/06/2015

uma execlete historia para emociona uma atuação da atriz principal execlete um filme muito inspirador

Khemerson M.

Segui-los 19 seguidores Ler as 72 críticas deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 29/12/2014

Numa precária comunidade localizada às margens de uma barragem em alguma cidadezinha americana vive Hushpuppy, uma garotinha de 06 anos e seu pai, Wink. A comunidade denomina-se Bathstub e se mantém graças aos fortes laços de solidariedade de seus moradores, permitindo certa organização social num espaço onde a miséria e a precariedade predominam, dando um caráter incômodo e inquietante ao lugar, uma vez que a brutalidade dos modos daqueles indivíduos substituem qualquer traço de sutileza e sensibilidade que eles poderiam ter. Neste contexto, os roteiristas Lucy Alibar e Benh Zeitlin (diretor do filme) retratam Bathstub através dos olhos da pequena Hushpuppy, que enxerga aquele lugar sob uma perspectiva romantizada e cheia de fantasia, tendo aquilo como sua única referência de mundo ou sociedade e enxergando a vida fora da barragem com perigo e receio (os “de fora”, segundo ela), representando-os visualmente como uma manada de javalis pré-históricos que, viajando em direção àquele lugar, simbolizam as ameaças que a comunidade enfrenta, seja por meio de tempestade ou através de agentes do governo que podem surgir de uma hora pra outra, já que Bathstub não passa de uma comunidade clandestina que resiste/ insiste em não sair dali... (LEIA O RESTANTE DO TEXTO NO LINK ABAIXO!) https://bauresenhas.wordpress.com/2014/12/11/indomavel-sonhadora/

Ísis O.

Segui-los 2 seguidores Ler a crítica deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 29/07/2014

Um filme lindo que apresenta a riqueza do imaginário infantil e do amor genuíno pelas pessoas e pela vida.

William

Segui-los 2 seguidores Ler as 169 críticas deles

2,0Fraco • Atualizado em 29/03/2014

Apesar da ótima atuação da garota o filme é muito ruim, não vi mensagem alguma aí, muito menos um enredo interessante, chega uma hora que dá vontade de parar de assistir de tão cansativo.

Amanda I.

Segui-los 6 seguidores Ler as 2 críticas deles

5,0Obra-prima • Atualizado em 22/01/2014

Encantador. Embora mostre um cotidiano muito duro vivido pelos personagens, é um filme magnifico. Simplesmente amei.

David F.

Segui-los 21 seguidores Ler as 21 críticas deles

3,0Legal • Atualizado em 06/01/2014

Uma história diferente, faz a gente entrar dentro do filme. Mas é meio cansativo.

Gabi G.

Segui-los 9 seguidores Ler as 9 críticas deles

4,5Ótimo • Atualizado em 02/01/2014

Lindo . Quvenzhané Wallis atuou super bem , com essa idade já és tão talentosa ; Fiquei emocionada e chocada da forma bruta que vivem , real e que muitas vezes não é vista pelos cidadãos ! ótimo filme !

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema