Meu AdoroCinema
    Spring Breakers - Garotas Perigosas
    Críticas AdoroCinema
    3,5
    Bom
    Spring Breakers - Garotas Perigosas

    Juventude perdida

    por Lucas Salgado

    Muita gente vai assistir à Spring Breakers - Garotas Perigosas procurando ver o tal projeto polêmico com cenas picantes das jovens estrelas mirins Vanessa HudgensSelena Gomez. Felizmente, o filme é bem mais do que isso. Se alguns vão assisti-lo como uma espécie de filme-fetiche, é certo que muitos mais aproveitarão da trama forma e interessante da produção, que comete seus pecados, mas não deixa de tentar. 

    Spring Breakers - Garotas Perigosas - FotoHudgens e Gomez se juntam à Ashley BensonRachel Korine na pele de quatro garotas inconsequentes que desejam curtir o período de recesso escolar da primavera, conhecido como spring break nos Estados Unidos, onde jovens costumam ir para regiões com praia, em especial na Flórida, para aproveitar o "verão" fora de hora.

    O quarteto não consegue juntar o dinheiro para a viagem e acaba decidindo roubar uma lanchonete para conseguir a grana. Elas, então, embarcam para o litoral, dispostas a aproveitar ao máximo o período de férias. O principal mérito do filme é em dar personalidades diferentes a cada uma das garotas. Sim, todas querem farrear, mas umas estão mais dispostas a ultrapassar seus limites do que outras. Selena Gomez é a mais certinha e cumpre bem o papel, enquanto que Hudgens e Korine são as mais radicais.

    Spring Breakers - Garotas Perigosas - FotoO onipresente James Franco interpreta Alien, um rapper/traficante que entra na vida das jovens e contribui para jogá-las em uma jornada quase que sem volta. O ator está bem, embora seja um personagem extremamente caricato. O mérito do roteiro foi colocá-lo como alguém realmente envolvido com as garotas e não apenas como o cara mau que quer se aproveitar delas.

    Dirigido por Harmony Korine, que fez sua estreia nas telonas como ator no polêmico Kids, Spring Breakers é um longa com o astral bem jovem. Abusa da fotografia estilosa, com a câmera buscando ângulos estranhos, e tem uma trilha sonora bem elétrica, que busca fazer da obra uma interessante experiência visual. Em alguns momentos, peca pelo exagero.

    A presença de jovens estrelas pop, que poderia ser um problema, acaba sendo um dos méritos da produção, uma vez que elas não estão desperdiçadas e possuem personagens de verdade. O roteiro de Harmony Korine tem algumas falhas, mas que não são o suficiente para tirar a atenção do espectador. Ao final, o certo é que nos deparamos com uma produção envolvente e que não perde o gás.

    Trata-se de um longa sobre uma juventude perdida. Ou pelo menos sobre uma juventude diante da perdição. Mas, surpreendentemente, a conclusão que chegamos é que nem tudo está perdido para Vanessa Hudgens, Selena Gomez e companhia. Elas realmente podem vingar como atrizes.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top