Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Datilógrafa
    Média
    4,0
    56 notas e 15 críticas
    distribuição de 15 críticas por nota
    4 críticas
    5 críticas
    6 críticas
    0 crítica
    0 crítica
    0 crítica
    Você assistiu A Datilógrafa ?

    15 críticas do leitor

    Tuany d.
    Tuany d.

    Segui-los 9 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 18 de maio de 2013
    Assisti ao "A Datilógrafa" simplesmente para confirmar o cinema francês de nuances diversas, cativante com uma digna musicalidade e roteiro impecável. Recomendo este filme os cinéfilos, amantes do cinema e , sobretudo, aquele quem determinantemente quer arriscar-se a se apaixonar de vez pela obra magistral dos franceses representada no cinema. Estético, fino, ardiloso, excêntrico caracterizam, na minha opinião, esta excelência cinematográfica.
    Sidnei C.
    Sidnei C.

    Segui-los 84 seguidores Ler as 101 críticas deles

    3,0
    Enviada em 19 de agosto de 2013
    O filme marca a estreia na direção de Régis Roinsard, que resgata a inocência e o charme das comédias românticas das décadas de ´50 e ´60. Embora o filme seja francês e se passe, obviamente, na França, ele lembra bem mais o tipo de comédias que Hollywood fazia ambientadas na Europa, do que, por exemplo, as típicas comédias americanas daquela época, que, na verdade não eram assim tão inocentes, cheias de diálogos com malicioso duplo sentido que muitas vezes se perdia nas legendas ou dublagens brasileiras. Nesse sentido, quem melhor resgatou o espírito deste tipo de humor foi o filme Abaixo o Amor (2003), com Renée Zellweger e Ewan McGregor A Datilógrafa é colorido e despretensioso como um passeio num parque de diversões, desde que você entenda que este passeio no parque vai dar direito a algodão-doce e umas voltas no carrossel, mas que a roda-gigante e, sobretudo, a montanha-russa não fazem parte do cardápio. Ou seja, o filme é charmoso e leve, mas faz falta alguma reviravolta ou um pouco mais de dramaticidade. Ou mesmo provocar o riso em algumas situações que estão ali, prontas para serem exploradas, como quando Rose vai morar na casa de seu chefe. Parece que o filme deu importância demais aos detalhes. A reconstituição de época - com refinados cenários e figurinos - a fotografia e mesmo os créditos de abertura do filme demonstram uma produção caprichada, que visa inegavelmente o mercado internacional. Mas embora a história da moça vinda do interior que vê sua vida mudada devido ao seu talento como "piloto" de máquina de escrever, seja simpática e agradável, o roteiro não foi bem desenvolvido, ficando tudo meio imerso num universo de nostalgia. Tudo isso pode ser plenamente desculpável sabendo que é o primeiro filme do diretor e os atores estão tão imersos em suas personagens - principalmente a atriz belga Déborah François - que A Datilógrafa, no final das contas, se revela uma deliciosa comédia de época que nos encanta apesar de suas limitações.
    Juarez Vilaca
    Juarez Vilaca

    Segui-los 1625 seguidores Ler as 393 críticas deles

    4,0
    Enviada em 31 de maio de 2013
    Adorei esse filme, muito romântico e gostoso de assistir. Simples e sem muitos gastos e malabarismos cinematográfico ou mensagens filosóficas, mas me agradou em cheio. Bem previsível mas você aguarda ansioso até o fim para que tudo dê certo e dá. Por alguns momentos você se desliga do dia a dia, do trânsito, do mal humor das pessoas, das filas e vive um conto de fadas. Aí, o filme acaba e você volta para a terra, que chato. É uma viagem. Prá que melhor que isso? Viva o cinema francês.
    Luiz Antônio N.
    Luiz Antônio N.

    Segui-los 15893 seguidores Ler as 1 295 críticas deles

    3,0
    Enviada em 28 de julho de 2017
    A ambiciosa Rose não se contenta em ser uma mera dona de casa e decide se candidatar ao emprego de secretária de uma agência de seguros, mas o chefe exige que ela vença a competição de datilógrafa mais rápida do país para conseguir o cargo. filme francês de 2013 que nos leva a época dos filmes antigos me fez até lembrar da época que eu fazia datilografia é um filme morno com final bem previsível mesmo assim eu gostei
    anônimo
    Um visitante
    3,0
    Enviada em 22 de outubro de 2013
    Os filmes franceses,idolatram uma coisa;Trazer uma fotografia e histórias da época passada.E sempre que isso acontece no filme,o resultado é ótimo.A Datilógrafa,chega com uma história simples,e que ao mesmo tempo encanta com a personagem principal aqui pela a linda Déborah François .Que consegue se destacar em suas belas atuaçõ lado dela,vem mas um excelente elenco de apoio,com direito até de Berenice Bejó,que desde sua aparição em O Artista,ele vem fazendo bons trabalhos.
    Adriano C.
    Adriano C.

    Segui-los 10 seguidores Ler as 31 críticas deles

    4,0
    Enviada em 27 de dezembro de 2014
    Talvez o filme francês mais celebrado de 2013, "A Datilógrafa" se destaca...além de sua qualidade...exatamente por não ser um produto "made in Hollywood". Rose Pamphile arranja um emprego como secretária particular de Louis Echart...um conhecido empresário. Porém...a moça é desajeitada, tímida, e um fracasso como secretária. Mas Rose tem um dom um tanto incomum : datilografa com uma rapidez espantosa. Echart então...decide inscrevê-la em um concurso regional de datilografia, e a treina pessoalmente...visando torná-la campeã mundial. Parece bobagem...mas só assistindo para ver como "A Datilógrafa" é engraçado, leve e agradável. Débora François, que interpreta Rose...é adorável...e dona de uma graça só dela. O tipo de filme que te prende e faz com que o tempo seja simplesmente esquecido. Belo e gracioso.
    Joao M.
    Joao M.

    Segui-los 26 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 31 de agosto de 2013
    Quem não viu ainda ... veja!! ... o filme se chama "Datilografia" ... perfeito, uma soma muito agradável de comédia, ação, romance, drama ... claro q não na mesma proporção de cada componente ... impossível não se empolgar com a simplicidade e carisma do filme ... presenteado com excelente atuação dos atores e atrizes, em especial o papel da "Rose Pamphule" ... quem tiver oportunidade não pense duas vezes, risos.
    Andiara M.
    Andiara M.

    Segui-los Ler as 10 críticas deles

    5,0
    Enviada em 23 de julho de 2015
    Lindo filme, uma comédia romântica amável que mostra a vida na década de 60 e as aspirações das mulheres nesta época, mostra um homem que reluta em se entregar ao amor! Recomendo a todos que gostam de um bom filme francês!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top