Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Victor Frankenstein
    Média
    3,6
    614 notas e 41 críticas
    distribuição de 41 críticas por nota
    6 críticas
    6 críticas
    17 críticas
    7 críticas
    2 críticas
    3 críticas
    Você assistiu Victor Frankenstein ?

    41 críticas do leitor

    Ricardo S.
    Ricardo S.

    Segui-los Ler a crítica deles

    2,5
    Enviada em 2 de dezembro de 2015
    Poderia ser melhor, deixou a desejar no enredo e na forma que encerrou o filme.
    Thiago X.
    Thiago X.

    Segui-los 18 seguidores Ler as 3 críticas deles

    5,0
    Enviada em 2 de dezembro de 2015
    Que filme top, me surpreendeu MUITO!!! Este filme prende a atenção dos espectadores todo o tempo, excelente história.
    Eduardo Santos
    Eduardo Santos

    Segui-los 151 seguidores Ler as 182 críticas deles

    1,5
    Enviada em 1 de dezembro de 2015
    Mary Shelley, creio eu, nunca poderia ter imaginado a dimensão perturbadora que sua criação teria. Frankenstein virou não só um ícone gótico de terror, mas também levantou questionamentos admiráveis sobre os limites da vida e da morte e o quanto vale a busca pela imortalidade. Aqui, nesta nova recriação do personagem clássico (em adaptação longínqua e muito levemente inspirada na obra prima de Shelley), é capaz de fazer com que os restos mortais da autora inglesa se revirem no túmulo devido a tanta falta de noção e sensibilidade. Não acho que devamos comparar literatura e cinema, já que ambas artes contam com artifícios narrativos bastante distintos, mas é de entristecer que a complexidade da ideia original tenha se diluído a tal ponto de transformar o atormentado e bem intencionado Dr. Victor Frankenstein em um megalomaníaco histriônico e superficial, e todo o dilema da criatura ser restringida a esparsos grunhidos de um Hulk costurado em poucos minutos de ação pouco convincente. Igor, um personagem que não existia na obra original, é apresentado como praticamente um Quasímodo circense apaixonado por uma Esmeralda trapezista, e sua relação de amizade com Dr. Frankenstein é tão forçada quanto todo o restante do filme. As cenas iniciais são tão mal feitas e ridículas, que causam vergonha alheia. O desenvolver do filme até melhora um pouco, mas boas ideias são mal desenvolvidas, e clichês recheados de obviedade são destacados. A parte técnica é meia boca, e enquanto o bom elenco se esforça (principalmente Daniel Radcliffe, que a cada papel se desfaz da imagem de Harry Potter e mostra que consegue amadurecer e ser bom ator), o roteiro insiste em atirar para todos os lados e acaba chegando a lugar nenhum, com vários furos e ideias mal resolvidas. James McAvoy, no seu incomum exagero teatralizado, não consegue salvar seu personagem da mesmice e só consegue parecer deslocado. Poucas boas cenas isoladas não têm como salvar um filme que tinha um potencial enorme de se tornar um fiasco cinematográfico. O final é de causar calafrios de raiva e falta de noção. Ruim e decepcionante.
    Wellington S.
    Wellington S.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 2 críticas deles

    5,0
    Enviada em 28 de novembro de 2015
    Excelente filme, James McAvoy como Victor ficou perfeito. Daniel surpreendeu. Produção muito boa, atores excelentes.
    Tázia L.
    Tázia L.

    Segui-los 19 seguidores Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 28 de novembro de 2015
    Eu adorei o filme!!! Saí do cinema fascinada pelo Victor obsessivo do McAvoy, mt bom! Eu fui sem esperar nada e me surpreendi! Interessante... Estou aprendendo a não ligar mais para as críticas dos sites, me deixa mais leve e mais livre... Só não é melhor por causa do casinho amoroso algumas discussões teológicas desnecessárias, mas o resto eu apreciei bastante.
    Maria Paula A.
    Maria Paula A.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 9 críticas deles

    4,0
    Enviada em 28 de novembro de 2015
    Flme bom para passar tempo! Se tiver afim de diversão, esse filme é uma boa escolha!
    Geovanne R
    Geovanne R

    Segui-los 31 seguidores Ler as 113 críticas deles

    3,5
    Enviada em 28 de novembro de 2015
    Bom! Não conheço a história original, então não sei dizer se esse filme foi ou não fiel ao livro. Mais enfim, Victor Frankenstein segue seu próprio ritmo, com um excelente figurino de época, nada que se compare a Colina escarlate de Guilherme Del Touro. Mais bom! Excelente atuação de James McAvoy é seu cúmplice/sócio Daniel Radcliffe. No que diz respeito ao desenrolar da história, tudo é bem confuso, primeiro Igor não aceita os métodos de seu mentor, daí mais tarde ele coloca a mão na massa e o ajuda, aí mais tarde de novo ele se volta contra, aí novamente volta pra tentar impedir Victor de concluir sua criação. Por outro lado Victor começa calmo e centrado, aos poucos vai perdendo a linha, até aí e compreensível, o que não dá pra engolir, e a sua motivação pra criar vida depois da morte, ele usa o sentimento de culpa da morte de seu irmão pra tentar trazer dos mortos um és inquilino viciado, na esperança de seu irmão esteja de alguma maneira ali naquele mostro, além de ser confuso e totalmente sem lógica. Não fica bem explicado quem é esse inquilino e esse irmão dele. Mais fora isso, não sobra quase nada de bom, Brincadeirinha kkk E filme e bom, o mostro e realmente sinistro e sem sentimento algum, só que ele morre, como? Se o objetivo era criar uma franquia como podem matar justo o primeiro dos muitos personagens. Seria como matar Tony Stark da franquia vingadores. Victor Frankenstein ficou devendo, agora é esperar a Múmia.
    Alvaro Triano
    Alvaro Triano

    Segui-los 53 seguidores Ler as 91 críticas deles

    3,5
    Enviada em 27 de novembro de 2015
    As adaptações cinematográficas do conto de Mary Shelley sobre o Frankenstein, realmente, não tem fim. Essa nova adaptação dirigida pelo bom Paul McGuigan (Paixão à Flor da Pele, Xeque- Mate e Heróis) demonstra a necessidade do cinema em se reinventar a cada filme do monstro, de forma que, essa nova narrativa é mais embasada na intelectualidade ou loucura dos protagonistas do que no monstro. Não é a toa que o Victor Frankenstein de James McAvoy é um estudioso de medicina que vem de uma família de médicos respeitados, porém uma tragédia na sua família o leva para o lado da obsessão pela criação, criar vida daquilo que está morto, começando com pequenos experimentos (restos de animais), ele recruta Igor (Daniel Radcliffe), um palhaço de circo corcunda que por sinal, também é autodidata nas ciências da medicina, este parte na jornada de servir a Frankenstein em suas experiências nada ortodoxas. A produção bate muito na tecla de criação x criador, sempre enfatizando a relação da ciência com a religião e suas consequências por parte da sociedade da época. O longa de McGuigan se passa através dos olhos de Igor, utilizando paulatinamente o recurso de Voz Over para narrar as aventuras de seu mentor. É bem interessante os recursos usados pelo diretor como a anatomia em raio-x, semelhante a um rascunho na tela, elucidando as expertises dos protagonistas, além do slow motion para dinamizar os frames de ação do filme. A iluminação e o designer de produção são peculiares de uma era vitoriana e não deixam a desejar, porém o roteiro de Max Landis apresenta algumas lacunas, principalmente na aproximação de Frankenstein e Igor, assim como na mal construção dos antagonistas, nos levando a acreditar no ato final, que a verdadeira ameaça sempre foi o monstro (cartunesco por sinal), e que o mesmo precisa ser detido. O filme é ótimo até a metade, deixando a desejar na construção de seu ápice.
    Jake D.
    Jake D.

    Segui-los 47 seguidores Ler as 108 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de novembro de 2015
    Victor Frankenstein... aqui já temos ótimos atores Daniel Radcliffe e James McAvoy, e os dois, assim como o resto do elenco, atuam muito bem. A cinematografia do filme está belíssima, a trilha sonora do filme também é muito boa e direção do Paul McGuigan é bastante acertada, no geral, a parte técnica é o ponto forte do filme. O ponto fraco aqui mesmo é o roteiro, ele não se decide o que ele quer ser, um momento quer ser uma aventura, depois muda para o terror, e depois vira uma ação com fantasia... uma mistura confusa. No geral, também não é um filme que vá marcado na sua vida. Mas é um filme legal, para passar o tempo. Recomendo!
    Julio C.
    Julio C.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 74 críticas deles

    3,5
    Enviada em 10 de outubro de 2017
    Bom, gostei do filme, não me impressionou muito, só o Frankeintein mesmo, e os gênios por trás disso, não acho que foi tão bom quanto poderia, porque de um filme de Frankenstein, só podemos esperar grandes coisas e esse não me surpreendeu... Mesmo assim foi um bom filme, com bons efeitos especiais!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top