Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Victor Frankenstein
    Média
    3,6
    601 notas e 40 críticas
    distribuição de 40 críticas por nota
    6 críticas
    6 críticas
    17 críticas
    6 críticas
    2 críticas
    3 críticas
    Você assistiu Victor Frankenstein ?

    40 críticas do leitor

    Jake D.
    Jake D.

    Segui-los 33 seguidores Ler as 108 críticas deles

    3,0
    Enviada em 29 de novembro de 2015
    Victor Frankenstein... aqui já temos ótimos atores Daniel Radcliffe e James McAvoy, e os dois, assim como o resto do elenco, atuam muito bem. A cinematografia do filme está belíssima, a trilha sonora do filme também é muito boa e direção do Paul McGuigan é bastante acertada, no geral, a parte técnica é o ponto forte do filme. O ponto fraco aqui mesmo é o roteiro, ele não se decide o que ele quer ser, um momento quer ser uma aventura, depois muda para o terror, e depois vira uma ação com fantasia... uma mistura confusa. No geral, também não é um filme que vá marcado na sua vida. Mas é um filme legal, para passar o tempo. Recomendo!
    Aarão M.
    Aarão M.

    Segui-los Ler a crítica deles

    0,5
    Enviada em 3 de dezembro de 2015
    Filme muito ruim, não recomendo.....................................................................................................................................................................................................
    Eduardo Santos
    Eduardo Santos

    Segui-los 96 seguidores Ler as 182 críticas deles

    1,5
    Enviada em 1 de dezembro de 2015
    Mary Shelley, creio eu, nunca poderia ter imaginado a dimensão perturbadora que sua criação teria. Frankenstein virou não só um ícone gótico de terror, mas também levantou questionamentos admiráveis sobre os limites da vida e da morte e o quanto vale a busca pela imortalidade. Aqui, nesta nova recriação do personagem clássico (em adaptação longínqua e muito levemente inspirada na obra prima de Shelley), é capaz de fazer com que os restos mortais da autora inglesa se revirem no túmulo devido a tanta falta de noção e sensibilidade. Não acho que devamos comparar literatura e cinema, já que ambas artes contam com artifícios narrativos bastante distintos, mas é de entristecer que a complexidade da ideia original tenha se diluído a tal ponto de transformar o atormentado e bem intencionado Dr. Victor Frankenstein em um megalomaníaco histriônico e superficial, e todo o dilema da criatura ser restringida a esparsos grunhidos de um Hulk costurado em poucos minutos de ação pouco convincente. Igor, um personagem que não existia na obra original, é apresentado como praticamente um Quasímodo circense apaixonado por uma Esmeralda trapezista, e sua relação de amizade com Dr. Frankenstein é tão forçada quanto todo o restante do filme. As cenas iniciais são tão mal feitas e ridículas, que causam vergonha alheia. O desenvolver do filme até melhora um pouco, mas boas ideias são mal desenvolvidas, e clichês recheados de obviedade são destacados. A parte técnica é meia boca, e enquanto o bom elenco se esforça (principalmente Daniel Radcliffe, que a cada papel se desfaz da imagem de Harry Potter e mostra que consegue amadurecer e ser bom ator), o roteiro insiste em atirar para todos os lados e acaba chegando a lugar nenhum, com vários furos e ideias mal resolvidas. James McAvoy, no seu incomum exagero teatralizado, não consegue salvar seu personagem da mesmice e só consegue parecer deslocado. Poucas boas cenas isoladas não têm como salvar um filme que tinha um potencial enorme de se tornar um fiasco cinematográfico. O final é de causar calafrios de raiva e falta de noção. Ruim e decepcionante.
    Larissa A.
    Larissa A.

    Segui-los 23 seguidores Ler a crítica deles

    1,5
    Enviada em 3 de dezembro de 2015
    a fotografia surpreende as vezes. mas o roteiro em si deixa a desejar... um filme sem muitos atrativos.
    Caio G.
    Caio G.

    Segui-los 4 seguidores Ler as 10 críticas deles

    5,0
    Enviada em 6 de dezembro de 2015
    É um filme profundo, conta não só apenas a criação de um "ser", mas o drama de seus criadores. Seus efeitos são ótimos, os conceitos de anatomia humana também. Entre outros coisas que não posso adentrar pois poderia revelar um pouco da história do Victor Frankenstein.
    Stanislaus  Kat
    Stanislaus Kat

    Segui-los 2 seguidores Ler as 82 críticas deles

    3,5
    Enviada em 19 de dezembro de 2015
    Uma história que já serviu de inspiração para vários filmes, sobre o monstro e o criador, mas contada de uma maneira diferente, do ponto de vista do auxiliar (Daniel Radcliff). Diversão garantida.
    Ricardo S.
    Ricardo S.

    Segui-los Ler a crítica deles

    2,5
    Enviada em 2 de dezembro de 2015
    Poderia ser melhor, deixou a desejar no enredo e na forma que encerrou o filme.
    Sidney  M.
    Sidney M.

    Segui-los 4010 seguidores Ler as 1 067 críticas deles

    3,0
    Enviada em 30 de março de 2016
    Longe de ser um belíssimo filme, mas passa uma despretensiosa diversão. Gostei mesmo foi dos últimos dez minutos.
    Aurelio Cardoso
    Aurelio Cardoso

    Segui-los 34 seguidores Ler as 95 críticas deles

    0,5
    Enviada em 8 de dezembro de 2015
    Para ser ruim precisa melhorar muito, num filme desprovido de novidades com um assunto tão já explorado e que já havia tido outros retumbantes fracassos, como o FRANKENSTEIN do Kenneth Brannagh onde DE NIRO era o monstro. Aliás tão ruim e pior que este, e vai pelo mesmo caminho ser esquecido e lembrado como não explorar algo onde não se tem noção de uma visão definida num roteiro que esbanja situações estapafúrdias e implausíveis. De aceitável a boa reconstituição da Londres do Século XIX e um inicio interessante com o corcunda do circo, mas que deu saudade do Igor Mordomo de MARTY FELDMAN do filme que faz rir e muito JOVEM FRANKENSTEIN do MEL BROOKS. Para o bem da memória de BORIS KARLOFF esperemos que este seja a derradeira tentativa de dar vida a FRANKESTEIN.
    Alino Anito P.
    Alino Anito P.

    Segui-los Ler a crítica deles

    0,5
    Enviada em 5 de dezembro de 2015
    Mais uma "releitura"a fim de que algum diretor ganhe alguma grana para viver. Um clássico transformado em lixo. Triste constatação: perdi meus R$ 18,00 reais
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top