Meu AdoroCinema
O Lar das Crianças Peculiares
Média
4,0
1568 notas e 97 críticas
14% (14 críticas)
29% (28 críticas)
25% (24 críticas)
20% (19 críticas)
4% (4 críticas)
8% (8 críticas)
Você assistiu O Lar das Crianças Peculiares ?

97 críticas do leitor

Thays P.
Thays P.

Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

2,5
Enviada em 01/10/16
Decepcionante pra quem leu o livro! Os que não leram, vão achar, no máximo, um filme legalzinho. Pra quem leu, melhor nem assistir. Eu entendo que se trata de adaptação, mas era realmente necessário trocar a peculiaridade da personagem principal?!
Eduardo Santos
Eduardo Santos

Segui-los 52 seguidores Ler as 172 críticas deles

2,5
Enviada em 01/10/16
Tim Burton é daqueles cineastas que causa alvoroço a cada lançamento de um novo filme. Uma horda de fãs cativos, sempre com expectativas nas alturas, vai às salas de cinema mundo afora para apreciar o estilo único, soturno, estranho e inigualável do diretor. Porém já faz um bom tempo que ele não brinda esses mesmos fãs com um filme à altura de seu talento. Não que seus últimos filmes sejam execráveis, mas estão longe do brilhantismo de outrora, e definitivamente não foi desta vez que as grandes expectativas foram alcançadas. Li o livro de Ramson Riggs que deu origem ao filme, e na contracapa há a citação do diretor, que se pergunta se não foi ele quem teria escrito o livro, já que parece algo que ele teria feito. E é verdade. Quem lê o livro automaticamente remete ao estilo do diretor de contar estórias. Um texto muito bem desenvolvido, com toques bizarros, humor, romance e ar sombrio. A comparação é sempre injusta, mas o desenvolvimento do livro é infinitamente mais abrangente e interessante. No filme, não há tempo para esmiuçar as densidades e nuances dos personagens. É muita informação que tem que ser resumida a duas horas de filme, e o roteiro não consegue projetar nenhum grau de profundidade nos excêntricos e carismáticos personagens. Aliás, Asa Butterfield não foi a melhor escolha para viver o protagonista Jacob, pois o que mais falta ao ator é carisma. É estranho ver o rapaz já crescido (lembro-me claramente de seus dois trabalhos mais marcantes, ainda pequeno, como o garoto Bruno de O Menino do Pijama Listrado e como o protagonista do superestimado A Invenção de Hugo Cabret), mas mesmo depois de anos de experiência, falta expressividade ao jovem ator. A blasé Ella Purnell faz o par romântico de Jake (num papel cujas características no livro eram divididas em duas personagens), e os dois não tem química alguma. Do elenco, o destaque mesmo vai para a avassaladora Eva Green, que foi a melhor coisa de Sombras da Noite (também dirigido por Burton), e aqui também demonstra ser o melhor que o filme tem a oferecer. É um imenso prazer ver a atriz francesa na telona, já que seus maneirismos roubam a cena. É a melhor personagem desta obra, sem sombra de dúvida. Os excepcionais Samuel L. Jackson, Terence Stamp e Dame Judi Dench dão muito bem a conta do recado também. Os efeitos visuais são bem interessantes, e a parte técnica é bem realizada, mas o problema do filme é que falta vigor e intensidade. Grande parte do que vemos soa frio e insosso. Aliás, não há como não comentar que o primeiro e segundo atos do filme são até bem fieis ao livro, mas no ato final, além de se distanciar bastante da narração do livro, o filme se torna uma correria superficial e tipicamente americana, numa grandiloquência forçada. A impressão é que vemos um filme de aventura infanto-juvenil sem alma, sem força, sem brilho e, consequentemente, sem graça. Acabou que ficou faltando justamente as peculiaridades do cineasta para abrilhantar a narrativa. Vale a conferida, por ter uma história interessante e cativante, e pelos grandes nomes do elenco, mas é muito pouco para as possibilidades que Burton tinha em mãos. Filme mediano, com aquele gostinho meio amargo de desapontamento.
Vinícius G.
Vinícius G.

Segui-los Ler a crítica deles

2,5
Enviada em 12/10/16
Não gostei porquê não foi fiel ao livro. Na minha visão eles quiseram transformar o filme em uma coisa mais infantil e o livro não é assim.
Manoela T.
Manoela T.

Segui-los 6 seguidores Ler as 2 críticas deles

1,5
Enviada em 10/01/17
Era pra ser uma adaptação ne, acho que esqueceram disso!!! Adaptação horrivel, ate a de Percy Jackson é melhor, pois ela pelo menos tem o nome dos personagens e as suas caracteristicas (fisicas e de personalidade) são iguais ao livro, mas nesse filme o Tim Burton (que tem um comentario na capa do livro!!!) acabou com tudo, destruiu a historia do livro totalmente e nem pra torna-lo agradavel aos olhos ele fez o favor de fazer, efeitos especiais terriveis. Incrivel como um livro 5 estrelas (e ate mais!!) conseguiu se tornar um livro que não merece nem 3 estrelas!!
Anna Bazanni
Anna Bazanni

Segui-los 12 seguidores Ler a crítica deles

2,5
Enviada em 16/10/16
Bem desconexo do livro... Algumas cenas controversas Onde uma menina de botas de chumbo nada tranquilamente sem afundar e na próxima cena, afunda.
Paulo R.
Paulo R.

Segui-los Ler a crítica deles

0,5
Enviada em 09/10/16
Se você leu os 3 livros, esqueça do filme. Está desfigurado, do meio para a frente simplesmente não tem nada a ver com os livros ou com o universo do autor dos livros. Novamente Tim Burton acaba com um material de primeira.
Anderson  G.
Anderson G.

Segui-los 46 seguidores Ler as 217 críticas deles

3,0
Enviada em 16/10/16
Contemplem o mais novo filme do cultuado Tim Burton, e contemplem também mais 2 horas de clichês e narrativas comuns, a onde temos toda a velha jornada do herói traçada rudemente, de maneira simples mas eficaz, não vou mentir, é um filme divertido, é um filme de ver com a família no cinema, apenas isso, nem nos aspectos técnicos Burton surpreendeu neste filme, é tudo muito comum e superficial, os monstros até tem um aspecto bacana, nada além disso, Burton tenta criar um mundo e suas regras, mas tudo fica muito, muito confuso, temos uma trilha sonora legal, fotografia legal e atuações comuns, isso é muito pouco para um cara como o Tim Burton, nem samuel l Jackson salva o filme, pelo contrario, sua atuação é caricata e fraca, Eva Green é a menos pior em cena, a fotografia é boa, mas comum, a melhor coisa do filme é os figurinos, mas no geral, “O lar das crianças peculiares” é fraco., sem emoção e não faz jus a Tim Burton, que já começa a entrar num ostracismo criativo.
Nelson M
Nelson M

Segui-los 88 seguidores Ler as 890 críticas deles

5,0
Enviada em 29/09/16
Surpreendente. fantasia e realização de alto nível, com atores, roteiro e produção perfeitas. Garoto que se acha comum e adora o avô, não sabe de seus poderes especiais e de outros qque vivem eternamente, mas presos no tempo. Muita criatividade.
Alice Anne F.
Alice Anne F.

Segui-los Ler a crítica deles

2,0
Enviada em 25/12/16
Assisti o filme com meu namorado! Eu li o livro, ele não, mas ambos ficamos entediados com o filme! Pra quem leu o livro é uma decepção. Não concordo com o uso do nome do livro se o filme altera detalhes que dão vida à história. Não é surpresa que a leitura dos livros é sempre mais empolgante e mais rica que as adaptações cinematográficas, mas este filme do Tim Burton frustrou todas as minhas expectativas. Em minha opnião, não é uma adaptação do livro, apenas uma história inspirada no livro de Ransom Riggs.
Jake D.
Jake D.

Segui-los 25 seguidores Ler as 110 críticas deles

3,5
Enviada em 08/10/16
O Lar das Crianças Peculiares... o filme é uma adaptação do livro escrito por Ransom Riggs, o filme conta a história de Jake (Asa Butterfield), que após a morte de seu avô (Terence Stamp), parte com seu pai para o País de Gales. Lá ele encontra o orfanato da srta. Peregrine (Eva Green), e ao investigar o lugar, Jake descobre que lá há uma fenda temporal, onde a srta. Peregrine vive e protege várias crianças dotadas de poderes especiais. A direção do filme é de Tim Burton, um excelente diretor, e que sabe muito bem trabalhar com esse tipo de filme. Ele sabe muito bem misturar elementos de fantasia com aventura, e aqui mais uma vez ele consegue fazer isso com perfeição. Já no quesito movimentos de câmera, ela está quase parada o filme todo, não é algo inovador, nem mesmo a edição impressiona. O roteiro é razoável, apesar de ser uma história incrível, lembrando um pouco X-Men, os diálogos são bastante bregas e sem inspiração, além de não desenvolver seus personagens. As atuações são cheias de altos e baixos, O Asa Butterfield faz o pior papel de sua carreira, ele deu excelentes interpretações nos filmes "Hugo", "O Menino do pijama listrado" e "Ender´s Game", mas aqui ele está sem expressão. Outro ruim, é o Samuel L. Jackson, ele é um ótimo ator, mas aqui ele faz um vilão pouco carismático e nada marcante. Já a Eva Green está excelente, ela dá uma interpretação fantástica, junto da Ella Purnell, que também se sai muito bem. Tecnicamente o filme é impecável, a fotografia é belíssima, o CGI funciona perfeitamente e a trilha sonora é espetacular. O Lar das Crianças Peculiares é um filme que tem problemas de roteiro e direção, mas não deixa de ser uma boa fantasia com muito valor de entretenimento, se possível, assista em 3D, pois vale a pena, resumindo um filme bastante agradável. Recomendo!
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top