Meu AdoroCinema
Shame
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Shame
Data de lançamento 16 de março de 2012 (1h 39min)
Direção:
Elenco: Michael Fassbender, Carey Mulligan, James Badge Dale mais
Gênero Drama
Nacionalidade Reino unido
Ver o trailer
Imprensa 3,7 19 críticas
Usuários 4,0307 notas e 28 críticas
Adorocinema 4,0

Sinopse e detalhes

Brandon (Michael Fassbender) é um cara bem sucedido e mora sozinho em Nova York. Seus problemas de relacionamento, aparentemente, são resolvidos durante a prática do sexo, tendo em vista que é um amante incontrolável. Contudo, sua rotina de viciado em sexo acaba sendo profundamente abalada quando sua irmã Sissy (Carey Mulligan) aparece de surpresa e pretende morar com ele.

Distribuidor PARIS FILMES
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2011
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 6 curiosidades
Orçamento 6 500 000 $
Idiomas Inglês
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Críticas AdoroCinema

4,0 Muito bom
Shame

Triste obsessão

por Bruno Carmelo
Shame inicia-se com um corpo nu. Michael Fassbender desfila pelos corredores de sua casa. Ele vai ao banheiro, urina, depois caminha em direção à câmera, em cena de nu frontal que revela o sexo ao mesmo tempo em que esconde o rosto. A imagem nunca abandona este corpo, mesmo quando está deitado na cama, com aspecto cadavérico, sob uma luz esbranquiçada. Este início resume bem o conceito do filme: tratar de um corpo, de sua nudez, sem qualquer fetiche ou glamorização. Aliás, pode-se dizer que poucas vezes uma produção com tantas cenas de sexo foi tão pouco erótica ou excitante. O ato sexual, em Shame, é mostrado de maneira incômoda, como um martírio: o protagonista Brandon, obcecado por sexo, entrega-se às mulheres que cruzam seu caminho como um animal que caminha ao abatedouro. Engana-se quem pensa que a vida deste Don Juan é um paraíso: o rico publicitário é prisioneiro dos próprios dese...
Ler a crítica
<strong>Shame</strong> Trailer Original 1:47
45 376 visualizações

Elenco

Michael Fassbender
Michael Fassbender
Personagem : Brandon
Carey Mulligan
Carey Mulligan
Personagem : Sissy
James Badge Dale
James Badge Dale
Personagem : David
Nicole Beharie
Nicole Beharie
Personagem : Marianne
Ficha completa

Críticas da imprensa

  • Estado de Minas
  • O Globo
  • Cinema com Rapadura
  • Cinepop
  • Cineweb
  • Gazeta do Povo
  • Folha de São Paulo
  • Cineplayers
  • Estado de São Paulo
  • Preview
  • Jornal do Brasil
  • Cinema em Cena
  • A Tarde
  • Diário de Pernambuco
  • Rolling Stone
  • Revista Interlúdio
  • Veja
  • Rubens Ewald
  • Cinética
19 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

Harisson G.
Crítica positiva mais útil

por Harisson G., em 06/01/2014

4,5Ótimo

''Shame é um filme que causa mal estar, uma tristeza sem precedentes. O sexo que geralmente é mostrado no cinema como algo... Leia mais

Barboza Wagner
Crítica negativa mais útil

por Barboza Wagner, em 06/04/2013

3,0Legal

Shame é um filme ousado e corajoso ao mesmo tempo denso e perturbador. Muitas pessoas acham que o ponto do filme é Brandon... Leia mais

Todas as críticas de usuários
21% 6 críticas 50% 14 críticas 21% 6 críticas 4% 1 crítica 4% 1 crítica 0% 0 crítica
28 Críticas de usuários

Fotos

30 Fotos

Curiosidades das filmagens

Direção

Segundo longa metragem do premiado diretor de HungerHunger (2008).

Filmagens

Filmado em apenas 25 dias.
6 curiosidades

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Fernando Sampaio

    Achei o filme perfeito. A construção do personagem interpretado por  Michael Fassbender é minuciosa e digna de um Oscar (ele foi, até onde sei, indicado a vários prêmios importantes do ano, mas ficou fora da disputa da estatueta certamente pela temática pesada). O papel foi desafiador para a carreira do ator, que achou, certamente com a ajuda do diretor, o ponto certo na composição de um personagem tão complexo. O roteiro construído, ao meu ver, compôs personagens (Brandom e Sissy) bastante verossimeis, onde a lacuna deixada pela ausência de certas falas dos personagens (há quem tenha achado o filme monótono, embora eu discorde !) foi substituída (e milimetricamente planejada pelo roteirista) por uma fantástica interpretação gestual dos atores, nas cenas onde o que se pedia, ao invés de palavras, era que eles expressãsem sentimentos como angústia, perplexidade e desapontamento. E isto fizeram com maestria.

  • ymara R.

    Lento e bastante depressivo..Assisti inteiro porque imaginei que em algum momento o filme explicaria a que veio.. mas nem passou perto disso..Eu poderia viver sem ter visto isto..

  • Andrezza ..

    Não é filme para agradar todos.A pessoa tem que ter uma visão artística como a do diretor Steve McQuen e gostar muito de dramas,eu achei bem monótono.Os pontos altos desse filme são as imagens fortes de nudez frontal sem a glamourização típica de Hollywood ou erotismo.Passa uma imagem dramática de tudo.Ótimas atuações de Michael Fassbender e Carey Mullingan,não são papeis para qualquer um,assim como não é filme para qualquer um.

  • Ivan Sousa

    O cinema tem espaço para mostrar vários assuntos.Seja bom ,ou ruim,ou as duas coisas juntas.Em Shame,você pode se preparar,pois teremos um filme,em que se junta os dois gostos.Primeiro,temos o lado bom,pois mostra toda a densidade em que o drama quer chegar.E isso não se trata de uma ficção.A história passada aqui,pode ser vista em qualquer pessoa normal,em que esbarramos no dia a dia.É o caso de Brandon (Michael Fassbender).Um homem já bem vivido,mais que ás vezes tem pequenas falhas.Brandom é bem sucedido em seu trabalhlo,onde tem muitas amizades.Mais ao ir pra casa ,ele muda totalmente seu modo de ser.Vive a obsessão por pornografia,e diariamente se relaciona com mulheres diferentes.Nesse meio tempo,ele esnoba as visitas de sua irmã.Sissy (Carey Mulligan),não é uma pessoa muito ajuizada também.Tem seus defeitos,mais não parecidos com o de Brandom.Os dois começam a se encontrar todos os dias.Mais nenhum se preocupa com a vida de ambos.Pois vivem o presente,e não se dão conta de que realmente precisam de ajuda.Shame é um filme de boas atuações.Já que é coberto de cenas repetidas,que mostra a todo momento cenas explícitas.

  • Deyse B.

    Concordo com o exposto. Nadou, nadou e morreu na praia por causa do roteiro péssimo.

Mostrar comentários