Meu AdoroCinema
Vocês Ainda Não Viram Nada!
Críticas AdoroCinema
2,0
Fraco
Vocês Ainda Não Viram Nada!

Teatro e cinema

por Francisco Russo

Alain Resnais é uma lenda viva do cinema, graças principalmente a um filme por muitos exaltado (e execrado por outros tantos), O Ano Passado em Marienbad. Após um período de vacas magras nos anos 1990, o cineasta voltou a ganhar destaque no início do século XXI. Medos Privados em Lugares Públicos (2006) resgatou seu prestígio entre os cinéfilos que acompanham o circuito de arte, enquanto que com Ervas Daninhas (2009) o veterano diretor faturou um prêmio especial no Festival de Cannes. Revitalizado, Resnais lançou seu filme mais recente, Vocês Ainda Não Viram Nada!, aos 90 anos de idade. O título é uma espécie de provocação ao espectador e também aos críticos em geral, ressaltando que estaria em plena forma cinematográfica. Ledo engano.

Foto - FILM - Vous n'avez encore rien vu : 183422O filme tem por proposta a mescla da linguagem cinematográfica com o teatro. Tudo começa quando um grupo de atores é convidado para a mansão de um famoso autor teatral, recentemente falecido. Todos estrelaram ao menos uma montagem da consagrada peça "Eurídice", escrita pelo autor morto. Sem saberem o motivo do convite, eles são convidados a uma espécie de "jogo teatral", no qual a própria "Eurídice" seria encenada de forma livre, sem se prender a rigores estéticos, baseada apenas na ligação emocional dos próprios atores com seus personagens.

Conceitualmente falando, Vocês Ainda Não Viram Nada! é um filme bastante ousado e até original. Não se trata de teatro filmado, como tantas vezes acontece no cinema, mas da utilização dos meios e sensações provocados pelo teatro para resultar em um filme. Para tanto os atores assumem seus próprios nomes, apesar de jamais serem eles próprios – cada um deles interpreta uma espécie de personagem de si mesmo, algo como uma persona pública criada para o filme. Entretanto, por mais que este cenário seja bastante atraente a princípio – a meia hora inicial é muito boa, impulsionada pelo clima de mistério em torno do que vai acontecer e o despertar da magia do teatro -, o filme despenca ladeira abaixo devido aos equívocos do próprio diretor. Resnais abusa tanto da metalinguagem, das pessoas de teatro exaltando o próprio teatro, que o filme se torna chato. São tantas as glorificações e repetições de cenas, com grupos de atores diferentes, aliado ao fato de que "Eurídice" traz uma história bastante carregada, que o filme caminha lentamente para um cansaço cada vez maior do espectador. Para completar, o desfecho tolo deixa no ar a sensação de desperdício da boa ideia inicial.Foto - FILM - Vous n'avez encore rien vu : 183422

Por mais que Vocês Ainda Não Viram Nada! seja um filme interessante pelo formato adotado, especialmente para aqueles interessados em linguagem cinematográfica, o resultado final é bastante decepcionante pelos rumos que uma história tão promissora toma. Não exatamente pelo que acontece em cena, mas pelo modo como acontece, muitas vezes através de trucagens e efeitos bem antiquados. Vem daí o grande erro de Alain Resnais, que acaba tornando o filme bastante cansativo e decepcionante.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top