Meu AdoroCinema
    A Hora da Escuridão
    A Hora da Escuridão
    Data de lançamento 13 de janeiro de 2012 (1h 29min)
    Direção: Chris Gorak
    Elenco: Emile Hirsch, Rachael Taylor, Olivia Thirlby mais
    Gêneros Ficção científica, Ação, Terror
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Imprensa
    1,6 7 críticas
    Usuários
    2,9 175 notas e 19 críticas
    Adorocinema
    1,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Quatro amigos passavam as férias de seus sonhos na Rússia, na maior curtição, mas a população começa viver um incrível pesadelo. É quando Sean (Emile Hirsch), Natalie (Olivia Thirlby), Ben (Max Minghella) e Anne (Rachael Taylor) descobrem que seres de outro planeta invadiram a Terra. Só que ninguém consegue ver o inimigo, que se alimenta de energia, e tem planos de destruir a humanidade. Agora, eles precisam encontrar uma maneira de eliminá-los, antes que seja tarde.

    Título original

    The Darkest Hour

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2011
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 4 curiosidades
    Bilheteria no Brasil 164 056 entradas
    Orçamento 44 000 000 $
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    1,5
    Ruim
    A Hora da Escuridão

    ACENDAM AS LUZES!

    por Lucas Salgado
    Emile Hirsch é um ator de uma curta carreira, mas que ficou marcado por escolher muito bem seus trabalhos. Despontou na comédia Show de Vizinha e em seguida brilhou nos dramas Alpha Dog, Na Natureza Selvagem e Milk - A Voz da Igualdade. Em 2008, estreou como protagonista de um blockbuster com Speed Racer, mas depois disso viu a carreira esfriar um pouco. A Hora da Escuridão era para ser o seu grande retorno à Hollywood, mas este ficou para depois. O novo longa é uma sucessão de equívocos narrativos e estéticos, e muito dificilmente irá convencer o público sedento por uma ficção científica de ação de boa categoria.O filme é dirigido por Chris Gorak, que atuou por muitos anos como diretor de arte, tendo realizado trabalhos marcantes em Medo e Delírio, Clube da Luta e O Homem Que Não Estava Lá. Infelizmente, o cineasta não trouxe nem uma concepção artística diferenciada para este no...
    Ler a crítica

    Trailer

    A Hora da Escuridão Trailer Original 2:35
    A Hora da Escuridão Trailer Original
    9 220 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Emile Hirsch
    Personagem : Sean
    Rachael Taylor
    Personagem : Anne
    Olivia Thirlby
    Personagem : Natalie
    Joel Kinnaman
    Personagem : Skyler
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    Hiago O.
    Crítica positiva mais útil

    por Hiago O., em 18/08/2012

    5,0Obra-prima
    Nao é uma critica é um ELOGIO !É o melhor filme de todos que eu ja vi
    Cícero P.
    Crítica negativa mais útil

    por Cícero P., em 13/01/2013

    0,5Horrível
    Meu Deus perdi preciosos 1h30min. da minha vida vendo isso!
    Todas as críticas de usuários
    21% (4 críticas)
    11% (2 críticas)
    16% (3 críticas)
    26% (5 críticas)
    16% (3 críticas)
    11% (2 críticas)
    Você assistiu A Hora da Escuridão ?
    19 Críticas de usuários

    Fotos

    46 Fotos

    Curiosidades das filmagens

    Custos de produção

    Orçamento estimado em US$ 44 milhões.

    Histórico da equipe

    Produzido pelo diretor de O Procurado.Segundo filme de Chris Gorak na direção. O outro foi Toque de Recolher (2006).Primeiro roteiro de Jon Spaihts, também autor da história.Do mesmo produtor, Poderoso Joe (1998).

    Locações

    Filmado inteiramente em Moscou, na Rússia, e diversas locações como Lenin Library, Lenin Square Red Square, no bairro de Tverskoy.
    4 curiosidades

    Últimas notícias

    Filmes na TV: Hoje tem Hancock e Nova York Sitiada
    PLAYLIST - Lançamentos
    sexta-feira, 13 de junho de 2014

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Ricardo M.
      Sean (Emile Hirsch) e Ben (Max Minghella), desenvolvedores de software, vão a Rússia para venderem a ideia de um aplicativo para uma grande empresa, mas tem suas expectativas frustradas pelo rival Skyler (Joel Kinnaman), que se antecipou como idealizador do projeto. Frustrados pelo ocorrido, a dupla resolve aproveitar a estadia em Moscou para se divertirem, porém, o planeta começa a ser invadido por seres invisíveis que se alimentam de energia elétrica, levando os protagonistas a buscarem não somente a fuga, mas também alternativas para eliminar os recém-chegados vilões.É difícil imaginar um filme com uma premissa clichê se dar bem sem ser praticamente inovador até nas falas, e isso nem de longe é feito por este A HORA DA ESCURIDÃO. A narrativa fraquíssima, comandada pelo fraco diretor Chris Gorak, causa constrangimento pelas diversas situações em que os personagens estão sujeitos, nem de longe causando tensão ou senso de urgência. Quase tudo tudo dá a impressão de encenação, sem fluir com naturalidade. Talvez só o carisma de Hirsch e alguns efeitos visuais se salvam, deixando todo o resto descartável e sem possibilidade de reciclar.
    • CVJason
      faz 2 meses que assisti esse filme, e olha, seu comentário diz exatamente o que penso desse filme, ainda mais sobre a falta de lógica do filme... personagem ora burro, ora esperto, ora medroso, ora corajoso... filme bem sem nexo...
    • Senhor Ivan
      Nunca vi um elenco pra correr tanto quanto esse ...-13 de Março de 2018-Dou nota 2/10
    • Kaique F
      Em primeiro lugar: O filme é bom. Em segundo lugar: Também é fraco: O roteiro de A hora de escuridão (2011) É ruim. O suspense é um pocou fraco, mas o filme compensa nós efeitos especias. Emile Hirsch, Show de vizinha (2004) É conhecido pelas suas atuações (Que são muito boas) Nesse filme ele também não foi ruim. Alguns atores foram muito ruins em seus papeis como Joel Kinnaman, RobCop (2014) e Max Minghelle, A rede social (2010). O filme se passa em Moscou. A ideia que o mais sedo – Ou – Mas tarde, os alienígenas vão invadir já é velha, mas o que faz o filme ser aceitável é a forma que o primeiro trabalho como diretor Chris Gorak, os fez, pra entender você precisa assistir o filme. Eu não achei o filme bom. O que é legal porque também no filme é que o que ajuda no filme são as atuações de Emile Hirsch – Olivia Thirlby, Caminho para o coração (2012) – Rachael Taylor, 666 Park avenue (2012). Recomendo para quem não espera tudo isso de um filme de suspense, cara de verdade, na minha opinião; eu gostei pastante, e recomendo.
    • Thiago Petherson
      Filme bem cansativo e sem nexo. Assisti porque me amarro em filmes com cenários pós-apocalípticos, mas me arrependi. História fraca, sem sentido. Personagens nein um pouco carismáticos. Até o Emile Hirsch, que é um bom ator, não se salvou nesse filme. O filme começou e terminou sem explicação, plausível, para invasão alienígena. E sem comentar que esses focos de luz (alienígenas) ficaram ridículos. Um desperdício a utilização do 3D nesse filme. Assisti em 3D e sinto que não mudaria em nada se tivésse assistido normal. Não gostei, mas tem gente que pode gostar desse filme (tem gosto pra tudo né). Por isso não recomendo, mas também não descarto pra quem queira assistir. Nota 6,5
    • RMR
      O Filme é fraco mas dá para assistir.
    Mostrar comentários
    Back to Top