Meu AdoroCinema
A Fonte das Mulheres
Sessões Vídeos Créditos Críticas dos usuários Críticas da imprensa Críticas do AdoroCinema Fotos
Filmes Online Curiosidades Bilheterias Filmes similares Notícias
A Fonte das Mulheres
Data de lançamento 20 de janeiro de 2012 (2h 10min)
Direção:
Elenco: Leïla Bekhti, Hafsia Herzi, Hiam Abbass mais
Gênero Comédia dramática
Nacionalidade França
Imprensa 3,8 4 críticas
Usuários 3,936 notas e 5 críticas
Adorocinema 4,5

Sinopse e detalhes

Em um pequeno vilarejo, situado entre o Norte da África e o Oriente Médio, as tradições islâmicas são seguidas a risca. Entre elas, a existência da mulher como procriadora é regra básica, mas existe uma que faz com que elas sejam as responsáveis por buscar água em um local distante e de difícil acesso, restando para os homens a tarefa de matar o tempo bebendo e falando da vida. Certo dia, Leila (Leila Bekthi), uma das mais jovens e alfabetizadas do grupo, resolve que a melhor maneira de mudar esse cenário, fazendo com que os homens assumam esta tarefa, é cortar o que eles mais gostam: o sexo. A polêmica decisão do grupo acaba interferindo nas relações entre os habitantes e provocando provocar uma verdadeira revolução cultural no povoado e mudando para sempre as suas vidas.

Título original La source des femmes
Distribuidor PARIS FILMES
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2011
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 11 curiosidades
Orçamento -
Idiomas árabe
Formato de produção -
Cor Colorido
Formato de áudio -
Formato de projeção -
Número Visa -

Críticas AdoroCinema

4,5 Ótimo
A Fonte das Mulheres

DILUINDO DOGMAS

por Roberto Cunha
Drama ou comédia? Fantasia ou realidade? Antes que você considere esse início de texto muito enigmático para o seu gosto, saiba que a razão das duas perguntas reside no simples fato de que A Fonte das Mulheres transita nestes caminhos, revelando uma história séria, divertida, realista e mágica.Nela, uma aldeia ali pelo Oriente Médio vem passando por uma crise causada, principalmente, pela falta de água. Só que esse passa a ser o menor dos problemas quando uma de suas habitantes resolve organizar um motim feminino para quebrar uma regra machista do islamismo, fazendo de uma greve de amor o estopim para uma grande revolução cultural."É o nosso único poder sobre os homens", dirá ela, sem saber que a reboque dessa "violência amorosa" viriam duras consequências, além de outras reinvidicações adormecidas nas mentes dessas "guerreiras" incansáveis em tarefas árduas, mas sem coragem de questioná...
Ler a crítica

Elenco

Leïla Bekhti
Leïla Bekhti
Personagem : Leila
Hafsia Herzi
Hafsia Herzi
Personagem : Loubna / Esmeralda
Hiam Abbass
Hiam Abbass
Personagem : Fatima
Saleh Bakri
Saleh Bakri
Personagem : Sami
Ficha completa

Crítica da imprensa

  • Rubens Ewald
  • O Globo
  • Cinema com Rapadura
  • CineClick
4 Artigos de imprensa

Críticas de usuários

Alana M.
Crítica positiva mais útil

por Alana M., em 21/04/2013

5,0Obra-prima

Simplesmente esplêndido! Trabalha com temas fortes e reais, mas sem abrir mão da beleza e de toques de magia. Veria muitas... Leia mais

Todas as críticas de usuários
60% 3 críticas 40% 2 críticas 0% 0 crítica 0% 0 crítica 0% 0 crítica 0% 0 crítica
5 Críticas de usuários

Fotos

23 Fotos

Curiosidades das filmagens

Fatos reais originando ficcionais

A verdadeira origem do filme está em uma notícia de jornal, publicada em 2001, que falava sobre uma aldeia no interior da Turquia e o que as mulheres de lá tinham feito para forçar os seus maridos a resolver o problema de abastecimento de água: uma greve de amor.

Fonte de inspiração

Segundo o diretor e roteirista Radu Mihaileanu, o filme foi inspirado na peça "Lisístrata", de Aristófanes, e o humor contido nela.
11 curiosidades

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

  • Meiriellen

    Gosto de Filmes assim, são muito revolucionários. 

Mostrar comentários