Meu AdoroCinema
    Cemitério Maldito
    Curiosidades, bastidores, novidades, e até segredos escondidos de "Cemitério Maldito" e da sua filmagem!

    Já li isso em algum lugar...

    Filme adaptado da obra O Cemitério, de Stephen King.

    SXSW

    Selecionado como Headliner no Festival South by Southwest 2019.

    Apavorante

    A obra de Stephen King, O Cemitério (1989), segundo o próprio autor, foi a obra que mais o apavorou.

    Conexão

    Em um momento do filme, aparece uma escrita "D. Torrance Realty". A frase faz uma menção a outra obra de Stephen King, "The Shining", que também deu origem ao filme de terror, O Iluminado (1980).

    Atormento

    Stephen King, o próprio autor do romance O Cemitério (1989), que deu origem ao filme, decidiu que a esposa de Jud (John Lithgow) não era uma personagem tão importante para a história. Sua aparição nesta versão de O Cemitério Maldito (2019) seria somente para atormentar o marido.

     

    Referências Sem Fim

    Na cena que acontece a comemoração do aniversário de Ellie Creed (Jeté Laurence), o espectador pode ouvir Jud Crandall (John Lithgow) ao fundo dizendo “havia um grande São Bernardo. Ele teve raiva…”. Essa fala é uma referência direta a outro filme de terror, também baseado em uma obra de Stephen King: Cujo (1983).

     

    Escolha Do Público

    Antes de decidir o final do filme, tiveram muitas hipóteses escritas e várias chegaram a ser gravadas. Uma delas foi o fim do próprio livro de Stephen King, mas resolveram testar audiências e acharam melhor mudar. Afinal, a vontade do público acaba valendo mais.

     

    Vivendo As Consequências

    Dos dois finais de Cemitério Maldito, ambos teriam Louis Creed (Jason Clarke) vivendo as consequências assustadoras, resultado de suas desesperadas escolhas para que ele pudesse manter a união de sua família. Segundo o diretor do filme, Kevin Kölsch, um final surpreendente e sombrio é sempre uma vitória.

     

    Vitória Do Mais Sombrio

    Eram três ideias de como Cemitério Maldito (2019) poderia terminar. Ainda sim, por vontade dos diretores, o final deveria ser sombrio, ter escuridão. De todas elas, a mais assustadora venceu. Segundo o roteirista Jeff Buhler, o fato de o filme não ter um final feliz deu um impacto muito maior.

     

    Ideia Do Autor?

    O próprio autor, Stephen King, deu uma ideia alternativa de como o filme poderia terminar. Porém, os diretores decidiram fazer algumas mudanças e mostrar a ideia de uma outra maneira.

     

    Detalhes Ausentes

    O produtor de Cemitério Maldito (2019), Di Bonaventura, declarou que gostaria de preencher o longa com mais detalhes. No entanto, algumas pequenas cenas tiveram que ser deixadas de lado porque já não tinha tanto espaço onde elas pudessem ser bem encaixadas.

     

    Mistério

    A doença que leva a irmã de Rachel Creed (Amy Seimetz) no filme não é clara. Embora isso esteja na memória de Rachel, essa informação não é esclarecida para o público.

    Frase Das Antigas

    Depois de ressuscitar Ellie Creed (Jeté Laurence), Louis Creed (Jason Clarke) fala “deixe Deus ter o seu próprio filho”. Essa é uma referência direta à primeira versão de Cemitério Maldito (1989), onde o mesmo personagem diz “deixe Deus ter o seu próprio gato”.

    Mudando As Tradições

    Diferente de como é na obra que deu origem ao filme e na versão de 1989, onde o nome do cachorro do personagem Jud Crandall (Jud Lithgow) é “Spot”, desta vez, em Cemitério Maldito (2019), o nome do cachorro do mesmo personagem é “Biffer”.

     
    Curiosidades de filmes mais lidas dos últimos 30 dias
    • Toy Story 4 (2019)
    • O Rei Leão (2019)
    • Homem-Aranha: Longe de Casa (2019)
    • Annabelle 3: De Volta para Casa (2019)
    • Vingadores: Ultimato (2019)
    • Turma da Mônica - Laços (2017)
    • A Cinco Passos de Você (2019)
    • Aladdin (2019)
    • Superação - O Milagre da Fé (2019)
    • Cinquenta Tons de Cinza (2015)
    • John Wick 3 - Parabellum (2019)
    • Mistério no Mediterrâneo (2019)
    • X-Men: Fênix Negra (2019)
    • MIB: Homens de Preto – Internacional (2019)
    • Dor e Glória (2019)
    • Nasce uma Estrela (2018)
    • Rei Arthur - A Lenda da Espada (2017)
    • Rocketman (2019)
    • Cinquenta Tons de Liberdade (2018)
    • Como Eu Era Antes de Você (2016)
    Back to Top