Meu AdoroCinema
Kong: A Ilha da Caveira
Nota média
3,1
27 publicações
  • Ccine10
  • Cinemação
  • Omelete
  • Papo de Cinema
  • Quarto Ato
  • The Hollywood Reporter
  • The Playlist
  • Variety
  • Cinema com Rapadura
  • Cinemascope
  • Cineplayers
  • Zero Hora
  • CineClick
  • Cinepop
  • Cineweb
  • Collider
  • Observatório do Cinema
  • Rubens Ewald
  • ScreenCrush
  • Screen International
  • Télérama
  • Almanaque Virtual
  • Critikat.com
  • O Globo
  • Veja
  • Críticos.Com.Br
  • The Guardian

Cada revista ou jornal tem seu próprio sistema de avaliação, que será adaptado ao sistema AdoroCinema, de 0.5 a 5 estrelas.

27 críticas da imprensa

Ccine10

por Kadu Silva

Um blockbuster alucinante, mas elegante, com referências a clássicos dos anos 80/90, e com um acabamento primoroso na fotografia, montagem, direção de arte, efeitos visuais.

A crítica completa está disponível no site Ccine10

Cinemação

por Cauê Petito

Se a intenção então é se focar nos elementos trash de cinema de monstro, ela é atingida com maestria, seja nos designs das criaturas, nos excelentes efeitos especiais, ou nas empolgantes e grandiosas cenas de ação.

A crítica completa está disponível no site Cinemação

Omelete

por Marcelo Hessel

O diretor se revela em "A Ilha da Caveira" uma versão light de Zack Snyder. Mistura e estetiza games, quadrinhos e temas orientais com a cinefilia obrigatória pós-Nova Hollywood, de Spielberg a Coppola.

A crítica completa está disponível no site Omelete

Papo de Cinema

por Robledo Milani

"Kong: A Ilha da Caveira" [é] vitaminado por doses constantes e aceleradas de muita adrenalina, orquestradas com precisa habilidade e um interesse tão gigante quanto o protagonista em reinventar a roda, ao mesmo tempo em que segue reverenciando-a.

A crítica completa está disponível no site Papo de Cinema

Quarto Ato

por Gabriel Amora

O diretor e seu roteiro apostam muito mais nas lutas de criaturas do que em seus personagens. Uma falta de confiança que coube muito bem na construção de universo, por mais estranho que isso possa parecer. [...] No fim, Kong agrada como prometeu.

A crítica completa está disponível no site Quarto Ato

The Hollywood Reporter

por Todd McCarthy

Este retorno muito divertido de um dos monstros mais icônicos do cinema se movimenta loucamente [...] e atinge um equilíbrio entre ação insana, comédia...

A crítica completa está disponível no site The Hollywood Reporter

The Playlist

por Drew Taylor

Nos aspectos visuais, "Kong: A Ilha da Caveira" é um grande prazer. Ele ignora as armadilhas dos blockbusters de ação, evitando a montagem rápida e câmera tremida, para usar um estilo mais elegante de composições e ritmos.

A crítica completa está disponível no site The Playlist

Variety

por Owen Gleiberman

A grande surpresa não é o fato de "Kong: A Ilha da Caveira" ser dez vezes melhor que "Jurassic World"; é um espetáculo de história de origem sobre um monstro que é empolgante e inteligente.

A crítica completa está disponível no site Variety

Cinema com Rapadura

por Diogo Rodrigues Manassés

Os animais são feitos com um design de produção decepcionante e muito aquém do trabalho na versão de Peter Jackson, menos inventiva e mais aceitável. Exceção a Kong, com visual mais selvagem que o de 2005, e à própria Ilha, acertadamente retratada como inóspita...

A crítica completa está disponível no site Cinema com Rapadura

Cinemascope

por Felipe Teixeira

Repleto de sequências de ação em câmera lenta, homenagens à "Apocalypse Now" e com um performance maravilhosa de John C. Reilly, "Kong: A Ilha da Caveira" não desenvolve muito seus personagens ou apresenta grandes reviravoltas: é o puro entretenimento escapista...

A crítica completa está disponível no site Cinemascope

Cineplayers

por Cesar Castanha

Algumas vezes, parece que a ação do filme é cuidadosamente aplicada a favor de seu discurso — como, por exemplo, ao observar à ação a partir de como ela é vivida por Kong. [...] São os frutos da negociação entre o comentário político de Kong e o gênero cinematográfico a que pertence.

A crítica completa está disponível no site Cineplayers

Zero Hora

por Roger Lerina

"Kong: A Ilha da Caveira" diverte com eficácia, reservando ainda espaço para o humor, particularmente nas cenas com o simpático capitão Marlow, e mexendo com o saudosismo ao brincar com a tecnologia da década de 1970...

A crítica completa está disponível no site Zero Hora

CineClick

por Daniel Reininger

Visualmente o filme é inspirado. Os efeitos em computação gráfica são muito bem feitos [...] O filme, eventualmente, perde força, abusa dos clichês, inclusive elementos batidos da história de Kong como sua obsessão por mulheres loiras.

A crítica completa está disponível no site CineClick

Cinepop

por Pablo R. Bazarello

Apesar das referências legais aos filmes de guerra (a trama se passa na década de 1970, logo após a Guerra do Vietnã), [...] que irão passar despercebidas pela maioria, "Kong: A Ilha da Caveira" não consegue caminhar muito com as próprias pernas e ser um filme próprio.

A crítica completa está disponível no site Cinepop

Cineweb

por Neusa Barbosa

Renovando a temporada de “filmes de monstros”, "Kong: A Ilha da Caveira" recicla o bom e velho King Kong, apresentando-o no maior tamanho até agora visto na tela (100 metros) e adaptando sua natureza para novos tempos.

A crítica completa está disponível no site Cineweb

Collider

por Brian Formo

Se você é fã de filmes de monstros e não gostou de "Godzilla", então "Kong: A Ilha da Caveira" é a tentativa de te conquistar antes de os montros contra-atacarem. Essa pode ser a melhor escolha para uma franquia, mas mostrar o monstro o tempo todo torna "Kong" mais chato e genérico do que "Godzilla".

A crítica completa está disponível no site Collider

Observatório do Cinema

por Giovanni Rizzo

Esse longa de 2017 não busca entender seus personagens, explicar suas origens ou suas missões. A Ilha da Caveira presente no título do longa-metragem é como se fosse uma atração de algum parque temático.

A crítica completa está disponível no site Observatório do Cinema

Rubens Ewald

por Rubens Ewald Filho

Felizmente a novidade da paisagem, a ação constante, as frequentes cenas de explosões e até a metragem não exagerada tornam o filme um passatempo bem eficiente. Não chega a ser indicado para crianças, mas foi dinheiro mais bem gasto do que muitos outros.

A crítica completa está disponível no site Rubens Ewald

ScreenCrush

por Matt Singer

Quando "Kong: A Ilha da Caveira" chega em seu cenário principal, ele nunca mais sai de lá. Isso deixa poucas oportunidades para refletir sobre a eterna luta filosófica entre o homem e a natureza, e muitas, muitas oportunidades de retratar a batalha dos humanos contra gorilas gigantes.

A crítica completa está disponível no site ScreenCrush

Screen International

por Fionnuala Halligan

Se "Kong: A Ilha da Caveira" pertence a alguém, esta pessoa é o designer de criaturas Carlos Huante. Kong é um monstro expressivo e impressionante...

A crítica completa está disponível no site Screen International

Télérama

por Nicolas Didier

"Kong: A llha da Caveira" é a fusão improvável de um filme de monstros japonês, de uma produção B hollywoodiana e de um romance de aventura. É ao mesmo tempo divertido e totalmente descerebrado.

A crítica completa está disponível no site Télérama

Almanaque Virtual

por Rodrigo Fonseca

"Kong: A Ilha da Caveira" é um mico do tamanho de sua estrela, o símio tamanho GG, que reina soberano em um paraíso silvestre onde tudo parece vindo de Itu. [...] Uma sucessão de tropeços, cujo problema central é o fato de seus personagens serem ocos, incapazes de ir além de um esboço.

A crítica completa está disponível no site Almanaque Virtual

Critikat.com

por Fabien Reyre

Uma grande máquina de gerar lucros, um filme entediante com criaturas umas maiores e mais assustadoras que as outras, e o diretor Jordan Vogt-Roberts e sua equipe decidiram rir disso. Isso não basta para fazer um bom filme, mas pelo menos é mais simpático do que poderíamos imaginar.

A crítica completa está disponível no site Critikat.com

O Globo

por Alessandro Giannini

Uma releitura desastrada da aventura do gorila gigante [...] “Kong" sofre de outros males. A medida do suspense na revelação do monstro, o modo como os ilhéus são apresentados, as piadas sem graça do núcleo cômico e até momentos constrangedores.

A crítica completa está disponível no site O Globo

Veja

por Miguel Barbieri Jr.

Os efeitos visuais impressionam, há eficiente ambiência de terror e o surgimento de novas criaturas. Mas nem tudo é perfeito. Entre o grande prólogo e o saboroso epílogo, o roteiro anda em círculos, deixando a narrativa frouxa e arrastada.

A crítica completa está disponível no site Veja

Críticos.Com.Br

por Hamilton Rosa Jr.

O maior problema de "Kong - A Ilha da Caveira" é que não consegue se decidir o que pretende ser. É um filme de monstros? Um filme de terror? Um filme de ação (anti-guerra)? Os três roteiristas contratados não se firmam em nenhum desses registros...

A crítica completa está disponível no site Críticos.Com.Br

The Guardian

por Peter Bradshaw

Como viemos parar aqui desde o filme original do King Kong em 1933? É preciso realizar um estudo ou criar uma teoria sobre a involução do personagem.

A crítica completa está disponível no site The Guardian
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top