Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    A Ponte do Rio Kwai
    Média
    4,0
    81 notas e 44 críticas
    distribuição de 44 críticas por nota
    12 críticas
    16 críticas
    7 críticas
    6 críticas
    1 crítica
    2 críticas
    Você assistiu A Ponte do Rio Kwai ?

    44 críticas do leitor

    Ricardo L.
    Ricardo L.

    Segui-los 34114 seguidores Ler as 1 798 críticas deles

    5,0
    Enviada em 9 de setembro de 2019
    Uma obra prima do genial David Lean, onde inclusive lhe rendeu o óscar de melhor diretor, destaque ainda para o elenco que espetacular, começando pelo ganhador do óscar de melhor ator Alec Guinness, ainda tendo William Holden e Sessue Hayakawa aqui indicado a coadjuvante. O roteiro é muito bom, com o seu desenvolvimento bem construído com excelentes diálogos. No total foi agraciado a sete óscar, incluindo filme. A ponte do Rio Kwai é um marco do cinema de guerra.
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 18165 seguidores Ler as 1 122 críticas deles

    5,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    É um daqueles trabalhos épicos dos anos 50 com a trilha sonora pomposa (Malcolm Arnold), cerimoniosa, em torno de um grande feito orquestrado por um grande homem. O coronel Nicholson (Alec Guinness) tem seu batalhão prisioneiro dos japoneses na Segunda Guerra em uma floresta tão densa e tão isolada do mundo que o Coronel Saito (Sessue Hayakawa) dispensa controle de fugitivos. A guerra continua e eles precisam construir uma ponte naquele fim de mundo em um prazo curto. Todos os países da língua inglesa parecem se unir e sabotar os planos orientais. Há ao mesmo tempo uma disputa de ego, discursos sobre honra e princípios e uma alegoria muito clara sobre o que é a guerra.
    Marcão
    Marcão

    Segui-los 7 seguidores Ler as 81 críticas deles

    4,5
    Enviada em 29 de janeiro de 2016
    Um dos melhores filmes sobre prisioneiros de guerra, a atuação dos atores foram perfeitas Willian Holden e Alec Guinness são de tirar o folego, um filme ótimo de assistir, com cenas marcantes como a do trem e a explosão da ponte, alem da performa do ator japonês Sessue Hayakawa um filme otimo recomendo de que gosta de aventura
    Josmar D.
    Josmar D.

    Segui-los 7 seguidores Ler as 56 críticas deles

    3,5
    Enviada em 22 de abril de 2014
    não sou bom em comentários de filmes apesar de ser viciado em assisti-los e da maneira mais simples possível digo que não consegui gostar desse filme . tenho ele em minha coleção de clássicos a uns 3 anos e ontem o assisti pela segunda vez e não consigo ver nele um ótimo filme apesar de ter ganho 7 oscar . não é sempre que OSCAR é sinônimo de um excelente filme . esse para mim é um filme nota 8 . . . vou demorar muito para vê-lo novamente.
    anônimo
    Um visitante
    4,5
    Enviada em 17 de setembro de 2013
    Clássico inesquecível, esse filme é marcante por vários motivos (história, trilha sonora, fotografia...) tanto é que é considerado por muitos como um dos melhores filmes da história; um filme para quem gosta de cinema!
    Silvério Á.
    Silvério Á.

    Segui-los 14 seguidores Ler as 2 críticas deles

    3,0
    Enviada em 19 de abril de 2014
    Apesar de ser um grande filme na história do cinema, em minha opinião particular, considero-o simplesmente um bom filme! Isso pelos seguintes fatos: 1º- O Coronel Nicholson é um excelente comandante e exemplar militar, mas pra provar os seus princípios, ele não lutar por seus comandados e sim pelo direito dos oficiais não serem usados em trabalhos braçais; sendo assim somente os soldados, cabos e sargentos podem "pegar no pesado", e quando este resolve suas diferenças com o Coronel Saito e é retirado do "FORNO", ele é aplaudido como herói por seus subordinados. Mentira deslavada, um militar, principalmente subalterno, admira seu comandante quando este, dá o exemplo e defende os seus comandados, independente da hierarquia; quando o mesmo arrisca sua própria vida por conta, simplesmente, de privilégios somente dos oficiais, a moral e admiração dos subalternos vai lá em baixo! 2º- O esforço exacerbado para construir algo muito superior ao que os japoneses normalmente fariam demonstra não somente arrogância, como também soberba! 3º- O Coronel Saito, após aceitar as imposições do Coronel Nicholson, claro q ele não tinha outra opção, torna-se um homem "nulo" mudo e apático! Tanto é, que morre sem falar nada! 4º- O personagem de William Holden, Malor Shers, ao ir em auxílio à seu militar que está travando uma luta corporal com o Coronel Nicholson, é baleado umas duas vzs e cai às margens do Rio Kwai, olha pro coronel inglês com ódio, diz "você" e, pasmem, fica por isso mesmo?!! Morre (por dedução) quando o morteiro disparado pelo Major Warden explode, que também feriu mortalmente o Coronel Nicholson... OBS: Morte por dedução, pois além dois tiros que levou, Shear estava à mesma distância do morteiro que vitimou Coronel Inglês! Aí pergunto, cadê a conclusão do "melhor" personagem do filme? Como diria o oficial médico, na última cena do filme: LOUCURA! (Ou insanidade, se preferir
    anônimo
    Um visitante
    4,5
    Enviada em 18 de julho de 2016
    É um daqueles trabalhos épicos dos anos 50 com a trilha sonora pomposa (Malcolm Arnold), cerimoniosa, em torno de um grande feito orquestrado por um grande homem. O coronel Nicholson (Alec Guinness) tem seu batalhão prisioneiro dos japoneses na Segunda Guerra em uma floresta tão densa e tão isolada do mundo que o Coronel Saito (Sessue Hayakawa) dispensa controle de fugitivos. A guerra continua e eles precisam construir uma ponte naquele fim de mundo em um prazo curto. Todos os países da língua inglesa parecem se unir e sabotar os planos orientais. Há ao mesmo tempo uma disputa de ego, discursos sobre honra e princípios e uma alegoria muito clara sobre o que é a guerra.
    Angelo R.
    Angelo R.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 9 críticas deles

    4,5
    Enviada em 10 de dezembro de 2019
    Grande filme;a trilha sonora incrível e o suspense eletrizante; em nenhum momento entediante. O único senão é praticamente não haver personagens femininos, a não ser duas mulheres que auxiliam no ataque à ponte.
    Renato Francisco C
    Renato Francisco C

    Segui-los Ler a crítica deles

    1,5
    Enviada em 17 de junho de 2020
    Não vou passar pom pontos já comentados. Também não vou falar da qualidade da produção e do roteiro. Acho que tem um tema, não uma trama paralela, tema mesmo. Os prisioneiros constroem uma ponte para o inimigo japonês, ajudam o inimigo e se esforçam ao máximo para fazer o melhor.... Poderíamos imaginar os militares americanos presos falando para os japoneses: "Somos de vocês", "Vamos ganhar a guerra fazendo sua ponte de granide valor estratégico". Ao lado da grande produção caminha uma grande alienação. Os prisioneiros são soldados, não pacientes de um grupo de psicoterapia...
    Hippolito N.
    Hippolito N.

    Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 9 de agosto de 2013
    Excelente filme, muito boa produção, roteiro, direção...ect...!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top