Meu AdoroCinema
Cartas para Julieta
Vídeos
Créditos
Críticas dos usuários
Críticas da imprensa
Críticas do AdoroCinema
Fotos
Filmes Online
Curiosidades
Bilheterias
Filmes similares
Notícias
Críticas AdoroCinema
3,5
Bom
Cartas para Julieta

Final feliz sem preconceito

por Roberto Cunha

De um filme com um título como este (traduzido do original) não dá para esperar nada muito diferente. Se você acha que vai encontrar qualquer coisa que não seja uma história de amor, ou leu errado ou então está apostando demais na criatividade de Holywood. O que cá entre nós, anda mal das pernas.

Cartas para Julieta, com a estrela do momento Amanda Seyfried, vai direto ao ponto, revelando uma jovem (Seyfried) que viaja com o noivo (Gael Garcia Bernal em ponta) para a Itália na esperança, quem sabe, de sacramentar a relação dos dois. Só que ele não está nem aí para ela e só pensa no restaurante que vai abrir nos Estados Unidos. Diante da desilusão, ela resolve se ocupar de outra coisa e acaba descobrindo uma carta de amor escrita há 50 anos atrás. Depois de respondê-la, se surpreende com a decisão da remetente (Vanessa Redgrave) de aceitar a sua dica de reencontrar o antigo amado. Assim, a história é centrada em duas mulheres, uma mais jovem e outra mais velha que, juntas, e quase sem querer, se ajudam e dão uma segunda chance para o verdadeiro amor.

Com este roteiro simples, um pézinho na fantasia amorosa e atuações corretas, o filme é bem honesto e até emociona. Bem conduzido por Gary Winick, o mesmo diretor do também simpático De Repente 30, o destaque vai para o boa química entre Seyfried e o desconhecido Christopher Egan, além da presença do galã de outrora Franco Nero, marido de Redgrave na vida real. Ah! Não dá para deixar passar em branco as belas imagens da Itália, da Verona de "Romeu & Julieta", e uma trilha sonora típica, mas com direito a duas músicas da cantora pop Colbie Caillat. A curiosidade vai para o uso de uma varanda shakesperiana "como coadjuvante" em dois momentos importantes e românticos de uma história que só podia - e tem - um clássico "The End" na tela. Portanto, os destinatários de Cartas para Julieta serão todas as pessoas que curtem, sem preconceito, um final feliz.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top