Meu AdoroCinema
    Kung Fu Panda 2
    Críticas AdoroCinema
    3,8
    Muito bom
    Kung Fu Panda 2

    Made in Hollywood

    por Francisco Russo

    Kung Fu Panda é um exemplo claro da globalização também no cinema. Pegue um tema popular - o kung fu, badalado desde Bruce Lee - , o coloque ao lado da rica mitologia chinesa – com uma imensa população de possíveis consumidores – em uma receita que inclui a qualidade da animação hollywoodiana. O resultado é um filme voltado para as crianças e com forte apelo internacional. Kung Fu Panda 2 não foge da fórmula e repete alguns elementos do filme original. Só que, desta vez, sob uma ótica menos infantilizada e mais divertida.

    Após ser escolhido como Dragão Guerreiro, o guloso panda Po (Lúcio Mauro Filho, na versão nacional) agora vive ao lado do mentor Shifu e os Cinco Furiosos. Entretanto, eles não permanecem em paz por muito tempo. Com o objetivo de “evitar a morte do kung fu” – assim mesmo, de forma bem abstrata –, eles partem para enfrentar o perigoso lorde Shen, que criou uma arma capaz de eliminar o poder da milenar arte marcial. Em meio ao conflito, Po descobre a verdade sobre seu passado.

    Kung Fu Panda 2 mantém o lado atrapalhado e guloso de Po, jogando um pouco para escanteio o humor provocado por tropeços e quedas visto no primeiro filme. Em parte por causa de um roteiro que aposta no lado dramático, com os pesadelos do heroi e a descoberta sobre sua origem. Inspirada pela história bíblica de Moisés, a verdade sobre Po gera cenas emocionantes entre pai e filho e rende ainda um gancho escancarado para uma nova continuação. Coisas de Hollywood.

    Independente disto, fato é que o filme diverte. Especialmente pela criatividade nas cenas de ação, seguindo a tática popularizada por Jackie Chan de usar tudo o que está à sua volta para um combate, e o fato de Po ser um fã lutando ao lado de seus ídolos, com toda a empolgação natural envolvida. As cenas ao lado dos Cinco Furiosos – bem mais presentes na sequência, em especial a Tigresa de Angelina Jolie – se destacam também pela beleza visual e a valorização do trabalho em equipe. Além disto, o filme traz uma variedade de estilos de animação bem interessante, para marcar a abertura e diferenciar o presente de flashbacks.

    Kung Fu Panda 2 é um filme feito para a geração Ben 10 e desenhos do tipo, que exploram a ação sem descuidar do bom humor. Não traz muito de realmente novo, mas consegue se reinventar de forma a ter um frescor atraente. Ponto negativo apenas para algumas derrapadas na dublagem brasileira, como o termo “show de bolice” (?!?). Não precisava.

    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema

    Comentários

    Mostrar comentários
    Back to Top