Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    47 Ronins
    Média
    4,0
    901 notas e 100 críticas
    distribuição de 100 críticas por nota
    19 críticas
    26 críticas
    33 críticas
    13 críticas
    7 críticas
    2 críticas
    Você assistiu 47 Ronins ?

    100 críticas do leitor

    Patyfly
    Patyfly

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    3,5
    Enviada em 21 de março de 2014
    Apesar da critica ter caído em cima do filme eu achei bom, não é cansativo, achei rápido, não é a super produção mais tem conteúdo.
    Wellyton C.
    Wellyton C.

    Segui-los 8 seguidores Ler as 8 críticas deles

    4,5
    Enviada em 12 de fevereiro de 2014
    Um filme bem elaborado com bastante ação e espadas com uma ótima atuação do ator keanu Reeves vale a pena assistir .
    Pablo N.
    Pablo N.

    Segui-los 5 seguidores Ler as 3 críticas deles

    5,0
    Enviada em 26 de abril de 2014
    Ótimo filme! Quem gosta de historia japonesa e de lutas de samurai vai curtir muito. Super recomendado!!
    Alessandra Cristina C.
    Alessandra Cristina C.

    Segui-los 4 seguidores Ler as 2 críticas deles

    4,0
    Enviada em 23 de fevereiro de 2014
    Muuuuuuito bom... pena que o final é meio triste, mas como é baseado numa história real, não poderia ter um final diferente. Nota 10!!! : )
    Alex FreireRP
    Alex FreireRP

    Segui-los 3 seguidores Ler as 42 críticas deles

    4,0
    Enviada em 22 de março de 2014
    Gostei muito, as críticas devem ser muito pelo fator cultural, como não conheço a história dos 47 ronins, avaliei puro, como filme, sendo assim o que vi foi uma ótima fotografia, muito bonito mesmo, uma historia envolvente que passa rápido e boas atuações, vale a pena.
    Lucas S. Lima
    Lucas S. Lima

    Segui-los 1 seguidor Ler as 6 críticas deles

    1,0
    Enviada em 2 de fevereiro de 2014
    Crítica: 47 Ronins Superficial e óbvio. É possível definir assim esse primeiro trabalho do diretor britânico Carl Erik Rinsch, no cinema. Contando com a presença de Keanu Reeves, o filme tenta representar essa lenda da cultura japonesa e, ainda, acrescenta demônios, bruxas, fantasmas e monstros – o que poderia ser até interessante se fosse melhor aproveitado. O filme inicia com a narração de Kai (Keanu Reeves) situando o espectador naquele mundo. Ele é um mestiço que vive em uma floresta onde há seres demoníacos. Certo dia ele é encontrado caído por Oishi (Hiroyuki Sanada) e pelo mestre samurai lorde Asano (Min Tanaka), que o leva para Ako e o mantém sob sua proteção. Entretanto, por mais que habite o local há muitos anos, ele nunca foi aceito por Oishi, o chefe dos samurais. Um dia, o shogun Tsunayoshi (Cary-Hiroyuki Tagawa) é convidado para uma apresentação em Ako, que também terá a participação da província do norte, comandada pelo lorde Kira (Tadanobu Asano). Ele possui um pacto secreto com uma bruxa (Rinko Kinkuchi). Juntos, eles tramam contra Asano para tomar Ako e fazer com que Oishi e seus samurais caiam em desgraça. Um ano depois, Mika (Ko Shibasaki), a filha de Asano, está de casamento marcado com Kira. É o suficiente para que Oishi procure a ajuda de Kai, que sempre nutriu um forte sentimento por ela. “47 Ronins” tenta ser fiel ao básico da cultura japonesa, mostrando guerreiros que são capazes de dar a própria vida para defender a honra de seu grande mestre. Mas para por aí. No mais, só vemos clichês sendo vomitados na tela sem a menor vergonha. Como o herói que sofre por amor em silêncio e fica sempre a margem da comunidade; ou a desconfiança pela qual ele passa até mostrar seu valor; e o vilão capaz de qualquer coisa para ver seu maior rival caído e, assim, ter o caminho livre para conseguir todo o poder possível. A presença do ator Keanu Reeves – eterno astro da trilogia matrix - funciona como um chamariz para o filme. Mas depois de mais essa performance, fica a dúvida de até quando o carisma do ator vai ser suficiente para os estúdios o chamarem para protagonizar um longa, visto que ele continua com a sua, tão criticada, expressão congelada? O que me leva a outra pergunta: por que diabos o diretor insiste em focar no rosto do ator? Fica até difícil falar sobre alguma atuação, já que a edição apressada não dá muito espaço para que qualquer personagem seja desenvolvido de forma mais satisfatória. Mas vale destacar o trabalho do ator Hiroyuki Sanada, que faz o que pode para mostrar um Oishi sofrido por não ter vingado seu mestre quando teve a chance. A atriz Kô Shibasaki também merece aplausos quando chora num certo momento, visto que ela fica relegada a três ou quatro frases sempre que aparece. O destaque negativo fica por conta do ator Tadanobu Asano, que faz um vilão caricatural, cujo sorriso cínico forçado evidência isso. E da atriz Rinko Kinkuchi, que dá vida a uma bruxa completamente descartável. O roteiro procura dá certo destaque às criaturas existentes naquele universo, mas nunca se aprofunda em seus mundos. Até a origem de Kai é contada de forma vazia e sem a menor emoção. Esse é o principal problema do longa, tudo não passa de intenção e citação. O que dá ao espectador a dura tarefa de se envolver nessa aventura. Sem falar que a direção de Carl Erik Rinch traz fracos – quase inexistentes – duelos com espadas, algo tão característico do gênero samurai. Ficando a luta com dragão (isso mesmo) como a melhor sequência de "batalha". A bela fotografia levemente saturada surge como um dos pontos fortes do filme – embora algumas paisagens devessem ser melhor aproveitadas. Ao lado da trilha sonora, que se esforça para dar a esse filme vazio um tom épico. “47 Ronins” parece mais um daqueles filmes de aventura adolescente do que um clássico do gênero samurai. Aliás, o longa tem o mérito de criar mais um gênero no cinema: “samurai hollywoodizado”. Já que, perto de outros filmes do gênero, esse tem tudo para ser considerado um “ronin”.
    Arthur M.
    Arthur M.

    Segui-los 3 seguidores Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 11 de fevereiro de 2014
    Não curti a critica sobre o filme tem um otimo elenco e otimos efeitos muito bom vale apena ver.
    Nascimento N.
    Nascimento N.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 2 críticas deles

    5,0
    Enviada em 5 de fevereiro de 2014
    Se chegar atrasado para a sessão não vai entender nada. Desde o início prende a nossa atenção. Muito bom. Excelente enredo
    Vitor F.
    Vitor F.

    Segui-los 12 seguidores Ler a crítica deles

    4,0
    Enviada em 2 de fevereiro de 2014
    É um filme sobre honra, orgulho, preconceito e amor ao embalo de lutas impecáveis, uma trilha sonora arrasadora e efeitos especiais pra ninguém botar defeito. Você vai rir, chorar e roer unhas no decorrer do filme. Vale a pena conferir o show de atuação de Keano Reeves em meio ao povo oriental e seus costumes milenares.
    Paulo Renato R.
    Paulo Renato R.

    Segui-los 24 seguidores Ler as 52 críticas deles

    2,0
    Enviada em 2 de fevereiro de 2014
    O filme 47 Ronins apresenta uma trama bem simples,da qual o telespectador precisa apenas saber que ela gira em torno de 47 Ronins que desejam vinganç dessa trama simplista demais,isso não indica que o filme seria ruim,ao contrário,se fosse bem pensada,poderia até ser uma temática simples,mas zmente,isso não é o que acontece com 47 Ronins. O filme sofre por apresentar personagens inúteis e sem carisma,que são colocados na história sem motivo nenhum,e que utilizam diálogos muito idiotas. Logo a história começa a ficar cansativa,e deixa o telespectador com uma impressão de que não tem nada mais de interessante na trama. As cenas de ação são boas e o figurino do filme també Reeves fez uma boa atuação,mas não apresentou nada de inovador. Enfim,47 Ronins é um filme bem feito visualmente,mas cansativo e cheio de falhas no roteiro
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top