Meu AdoroCinema
Rango
Média
4,1
833 notas e 37 críticas
32% (12 críticas)
35% (13 críticas)
19% (7 críticas)
8% (3 críticas)
0% (0 crítica)
5% (2 críticas)
Você assistiu Rango ?

37 críticas do leitor

Neto S.
Neto S.

Segui-los 50 seguidores Ler as 770 críticas deles

3,5
Enviada em 02/03/14
Rango (Johnny Depp) é um camaleão da cidade grande que vai parar, após um acidente, em pleno velho oeste, na cidade de Poeira no deserto do Mojave, na Califórnia. De uma hora para outra, sua rotina de animal de estimação mudou radicalmente e agora ele precisa deixar a vida "camuflada" para enfrentar os perigos existentes no mundo real, fazendo com que ele vivencie a experiência de fazer amigos, conhecer inimigos e até, quem sabe, se tornar um herói. Animaçao Ate Divertida Com Personagens Bons e Uma Historia Legal Recomendo Nota 8.0
Mr. Dean Corso
Mr. Dean Corso

Segui-los 23 seguidores Ler as 49 críticas deles

5,0
Enviada em 20/02/16
Animação dirigida por Gore Verbinski, diretor responsável pelo que houve de melhor na franquia Piratas do Caribe, pois dirigiu os três primeiros filmes, e que conta com o retorno de sua parceria que deu extremamente certo com Johnny Depp. Pois bem, Rango, literalmente é uma animação autêntica, e única, onde Johnny interpreta um personagem que é bem a sua cara: um camaleão (devido a sua incrível capacidade de adaptação aos mais diversos personagens). Aliás, a animação é mais um filme Western que qualquer outra coisa, e as referências são obvias. A história começa de maneira hilária, com o réptil encenando uma peça de teatro, com vários personagens inanimados, dentro de seu aquário. E a partir dali, após um "quase acidente" na estrada, ele acaba sendo arremessado para fora do carro, e inicia sua jornada rumo a uma hilariante aventura. Aventura essa, que logo no início, tem uma brilhante referência ao filme Medo e Delírio, baseado na obra de Hunter S. Thompson, com Johnny Depp e Benício Del Toro, pois o camaleão, cai precisamente no para-brisas do personagem Raoul Duke (Depp), que fica com sua cara de alucinado, como de costume. Aliás, referências são o que não faltam nesse filme, principalmente no que diz respeito aos filmes Western, e como não pode deixar de ser, vemos uma homenagem a Clint Eastwood, e seu personagem o Homem sem Nome, famoso na trilogia de Sergio Leone. O pequeno e atrapalhado camaleão,começa definitivamente sua saga, quando ele deixa a auto-estrada, e parte em direção ao deserto, onde ele acaba conhecendo Feijão, fêmea de sua espécie, que tem sérios problemas mentais, e acaba o levando a cidade dos bichos no meio do deserto. A partir dali, o estranho lagarto, subitamente se torna celebridade, tudo por conta de alguns atos "heroicos" meramente acidentais, que o transformam no Xerife Rango (nome de uma bebida, que ele utilizou como seu nome). Só que, a situação se complica quando ele realmente assume a postura de herói, e bate de frente por conta da falta de água com o prefeito da cidadezinha, que tem seus próprios interesses. Perto do fim do filme, temos duas aparições muito interessantes, a já comentada referência ao personagem Homem sem nome de Clint Eastwood, e o personagem Jake Cascavel, que atenua ainda mais o clima de faroeste na animação, e se torna um personagem super interessante na trama, um pistoleiro a moda antiga. O final do filme é fantástico, de deixar o espectador grudado na cadeira. Isso tudo em uma animação, que passa longe de ser um filme infantil. Em resumo, Rango é uma animação fantástica, que mistura comédia, suspense, e é claro, o bom e velho faroeste, que é profundamente reverenciado nesse brilhahte filme, que sem dúvida alguma eu recomendo. Nota: 10
Meire
Meire

Segui-los Ler as 10 críticas deles

0,5
Enviada em 09/03/11
Sinceramente, achei a animação extremamente cansativa!!! Uma decepção! As únicas cenas engraçadas estão no trailer. O visual é lindo, mas o desenrolar da história é lento. Observação: assisti à versão dublada e não gosto de faroeste.
Marcela  Christopher Depp II
Marcela Christopher Depp II

Segui-los Ler as 6 críticas deles

5,0
Enviada em 20/02/12
...cala a boca desculpa mas op johnny depp é tdo
Thaís
Thaís

Segui-los Ler a crítica deles

3,0
Enviada em 16/03/11
...Eu vi o trailer q estou querendo muito ir ve-lo, espero que seja engraçado..ja que em ingles tem o johnny depp como tradutor.
Meiriellen N
Meiriellen N

Segui-los 11 seguidores Ler as 83 críticas deles

0,5
Enviada em 14/03/12
Não é bonito, nem bom, historia péssima, não sei como conseguiram lançá-lo. nota 0,5 : (
cinetenisverde
cinetenisverde

Segui-los 26 seguidores Ler as 1 068 críticas deles

4,5
Enviada em 19/02/18
(Du)Rango para crianças (Kid) já nasce clássico. Aliás, ele venera praticamente todo e qualquer clássico velho oeste que gastou mais de um milhão para ser produzido (ou até alguns meio baratinhos). Com uma direção de arte detalhista e uma direção geral fascinada pelo Cinema, este é um trabalho visualmente impecável e artisticamente inesquecível. cinetenisverde.com.br
Sidney  M.
Sidney M.

Segui-los 43 seguidores Ler as 945 críticas deles

3,5
Enviada em 23/10/17
Uma animação com uma história inteligente, e por sinal bem dirigido. Não é a melhor coisa que eu já vi mas da para assistir sem problemas.
Ricardo L.
Ricardo L.

Segui-los 50 seguidores Ler as 1 211 críticas deles

4,0
Enviada em 29/06/17
Boa animação! ganhador do óscar de melhor animação 2012, Rango é uma animação que pouca energia, mas por ser diferente de tudo que já havia sido criado, Western animation e por sinal é muito bem desenvolvido, uma animação com qualidade.
Vilmar O.
Vilmar O.

Segui-los 14 seguidores Ler as 350 críticas deles

5,0
Enviada em 27/11/15
Rango é uma bela animação de faroeste, a qual retrata a manipulação descarada do povo ignorante com símbolos como religião, heroísmo, esperança, fé, amor, ódio, sede, fome e banco falido. Tudo ocorre devido à ganância desmensurada de um único “homem” e seus comparsas. Vale tudo pelo dinheiro e pelo poder, não necessariamente nesta ordem. Uma frase célebre do filme é “Quem controla a água, controla tudo”. Um filme bem atual que foi ganhador de 6 estatuetas do Oscar 2016, explorou história um pouco parecida como esta, é o Mad Max: Estrada da Perdição. A trama entre os animais ficou perfeita. O autor não perdeu nada das características de cada animal ao transpassar para personalidades humanas. Show de cinema que ainda por cima apresenta Johnny Depp na dublagem do personagem principal, o Rango.
Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema
Back to Top