Meu AdoroCinema
    O Retrato de Dorian Gray
    O Retrato de Dorian Gray
    Data de lançamento 25 de março de 2011 (1h 52min)
    Direção: Oliver Parker
    Elenco: Colin Firth, Ben Barnes, Rebecca Hall mais
    Gêneros Drama, Fantasia
    Nacionalidade EUA
    Ver o trailer
    Usuários
    3,6 226 notas e 25 críticas
    Adorocinema
    0,5
    notar :
    0.5
    1
    1.5
    2
    2.5
    3
    3.5
    4
    4.5
    5
    Vou ver

    Sinopse e detalhes

    Londres. Dorian Gray (Ben Barnes) é um belo e ingênuo jovem, levado à alta sociedade local por Henry Wotton (Colin Firth), que lhe apresenta os prazeres hedonistas da cidade. Basil Hallward (Ben Chaplin), um artista que frequenta este meio, resolve pintar um retrato de Dorian, de forma a capturar sua beleza jovial. Ao ver o quadro Dorian faz a promessa de que daria tudo, até mesmo sua alma, para permanecer sempre com o visual nele estampado. A partir de então Dorian não mais envelhece, mas todos os pecados que comete e a idade que chega são demonstrados no retrato, cada vez mais terrível. Para que ninguém mais o veja, Dorian decide esconder o retrato no sótão de sua casa.

    Título original

    Dorian Gray

    Distribuidor -
    Ver detalhes técnicos
    Ano de produção 2009
    Tipo de filme longa-metragem
    Curiosidades 1 curiosidade
    Orçamento -
    Idiomas Inglês
    Formato de produção -
    Cor Colorido
    Formato de áudio -
    Formato de projeção -
    Número Visa -

    Críticas AdoroCinema

    0,5
    Horrível
    O Retrato de Dorian Gray

    RETRATO TORTO

    por Lucas Salgado
    Lançado nos Estados Unidos em 2009, O Retrato de Dorian Gray levou dois anos para chegar aos cinemas brasileiros. O motivo é simples: o filme é muito, mas muito ruim. Mas o que mudou agora para o filme ganhar as telonas? O que mudou foi que Colin Firth está em alta após o Oscar por O Discurso do Rei, fazendo com que a distribuidora aproveitasse o momento para tentar ganhar algum dinheiro com uma produção que tinha no catálogo.Baseado em livro homônimo de Oscar Wilde, o longa é um desrespeito à memória do lendário escritor. O Dorian Gray aqui retratado é pior até do que aquele visto no fraquíssimo A Liga Extraordinária na pele de Stuart Townsend (Três Vidas e Um Destino).Mais conhecido pelo papel do príncipe Caspian na franquia As Crônicas de Nárnia, Ben Barnes foi o escolhido para viver...
    Ler a crítica

    Trailer

    O Retrato de Dorian Gray Trailer Original 1:27
    O Retrato de Dorian Gray Trailer Original
    12 747 visualizações
    Pela web

    Elenco

    Colin Firth
    Personagem : Lord Henry Wotton
    Ben Barnes
    Personagem : Dorian Gray
    Rebecca Hall
    Personagem : Emily Wotton
    Rachel Hurd-Wood
    Personagem : Sybil Vane
    Ficha completa

    Críticas de usuários

    ymara R.
    Crítica positiva mais útil

    por ymara R., em 10/06/2014

    5,0Obra-prima
    Incontáveis ocasioes eu leio críticas do filmes adaptados de livros.. e continuo achando que as pessoas nao percebem( ...
    Leia mais
    Marcos C.
    Crítica negativa mais útil

    por Marcos C., em 17/08/2014

    0,5Horrível
    Essa é sem sombra de dúvidas a pior adaptação de um livro para o cinema, se é que pode-se chamar essa tentativa de ...
    Leia mais
    Todas as críticas de usuários
    24% (6 críticas)
    4% (1 crítica)
    24% (6 críticas)
    12% (3 críticas)
    16% (4 críticas)
    20% (5 críticas)
    Você assistiu O Retrato de Dorian Gray ?
    25 Críticas de usuários

    Fotos

    41 Fotos

    Curiosidade das filmagens

    Vários

    - Este é o 3º livro de Oscar Wilde a ganhar uma versão cinematográfica pelo diretor Oliver Parker. Os filmes foram O Marido Ideal (1999) e Armadilhas do Coração (2002);- As filmagens começaram no verão de 2008 e duraram nove semanas;- É a 16ª versão para o cinema ou TV do livro de Oscar Wilde. As anteriores foram Dorian Gray Portrait (1910), The Picture of Dorian Gray (1913), Portret Doryana Greya (1915), The Picture of Dorian Gray (1916), Das Bi... Leia Mais

    Últimas notícias

    O Retrato de Dorian Gray vai ganhar versão feminina dirigida pela cantora St. Vincent
    NOTÍCIAS - Pré-Produção
    quarta-feira, 16 de agosto de 2017
    Filmes na TV: Hoje tem Antes do Pôr-do-Sol e American Pie 7
    PLAYLIST - Lançamentos
    quarta-feira, 12 de novembro de 2014
    De Taiani MendesEntre as opções do dia estão também Os Infiltrados e O Retrato de Dorian Gray.Prepare a pipoca e boa sessão!Atenção:...

    Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

    Mais filmes similares

    Comentários

    • Andries Viljoen
      Todo o enredo não tem nada a ver com a obra. Primeiro que Dorian Gray nunca apresentou seu retrato como algo demoníaco ou algo do tipo. Segundo porque não é respeitado pelo diretor uma característica fundamental do personagem: a sua bissexualidade. Esse Doriam aí parece um hétero rabugento. Credo. O Dorian Gray de Oscar Wilde é um Dândi. O romance de Dorian Gray é bissexual. E parece que isso não é explorado pelo diretor.
    • Andries Viljoen
      Essa versão está muito aquém dos diálogos e discussões trazidas no livro. Muito diferente e não tão interessante. A versão de 1945 dirigida por Albert Lewin é mais recomendável para admirar essa obra de Oscar Wilde.
    • Andries Viljoen
      E o pior foi aquele papo sobre vender a alma na hora que o retrato é exposto, obviamente, uma tentativa esdrúxula para facilitar para os espectadores que não leram o livro entendam, para deixar mais comercial e gerar mais dinheiro. Destruíram toda a beleza, e oximoro simples, Oscar nunca seria tão literal e facilitaria tanto as nossas vidas (e não fez) ele era um poeta, um filósofo, um gênio...e merecia melhor homenagem.
    • Andries Viljoen
      Eu sei, Já entendi que não há mesmo comparações entre livros e filmes adaptados. E que nunca fiquei tão decepcionada ao ver mudanças tão drásticas do livro para o filme como neste. Penso que uma coisa é cortar cenas. Diminuir diálogos.. fazer pequenas adaptações ou mudanças, ok. Outra é subornar o sentido da obra, modificar as intenções dos personagens e inventar um novo desfecho.
    • Andries Viljoen
      Livro é Livro, Filme é Filme! Embora distintos, a história culmina no foco central da narrativa do primoroso Oscar Wilde, o Hedonismo! Claro que o livro é infinitamente melhor. O filme quebra um galho. Muito bem produzido, dirigido, atuado, merece ser apreciado, com todo prazer.
    • Andries Viljoen
      Ben Barnes é um bom ator e bonito, mas não chegou aos pés do Dorian que eu imaginava. Para fazer Dorian o ator tem que ser incrivelmente lindo, e o Ben ficou tão sem sal. Para mim, Lord Henry é o melhor personagem do livro, imaginava-o bastante carismático e divertido, mesmo com toda sua sinceridade ao criticar a sociedade e os costumes da época, agora Colin Firth o fez como um cara amargo e mal-humorado.
    • Andries Viljoen
      Se vc gosta do livro e se vc capta o próprio Oscar Wilde em alguns personagens e também diálogos, vc não vai gostar tanto desse filme... Não pela produção ou pela atuação, e sim pela fidedignidade da adaptação. Eles mudaram tudo menos o que o está descrevendo na sinopse. A questão da eternidade, da beleza, dos prazeres, dos medos, dos receios, está presente, agora o modo como foi tratado em relação à obra, em nada se parece.
    • Andries Viljoen
      Muitas pessoas estão julgando esse filme e olhando-o apenas de modo racional, agora creio que é uma grande história, não é de hoje que o ser humano quer ser eterno e acho que foi isso que Oscar Wilde tentou retratar, nós somos finitos e só a nossa alma é que poderá ser para sempre jovem...
    • Douglas Oliveira da Silva
      Mudando de assunto....no fraquíssimo A Liga Extraordinária ? Fraquíssimo?
    • Augusto S.
      Quanto custa o livro ?
    • Iohana N.
      Se você leu o livro, o filme passa a se tornar um pedaço de co**, sorry mas......prfr né, i can't even...
    • vanne_ssol
      alguns humanos tem certos comportamentos, temos apenas que observar e respeitar....apenas o ato de obrservar já gusta a alma
    • vanne_ssol
      O livro é maravilhoso, o escritor ** Oscar Wilde** era muito sensível e de uma alma muito inteligente, o filme foi bem perto do livro sim....muito bom adorei o Basil.....amoo Basil, no livro ele é sempre tão sensivel.....grande Oscar Wilde....O filme foi excelente ..agora q delicia postar isto ouvindo a flauta magica de Mozart....realmente momentos sublimes em minh'alma._como eu amo as reflexões de Oscar Wilde, amo seu estilo literario, sseu bom gosto, seus devaneios...impossivel não lê-lo.
    • Vin?cius M.
      Olha em poucas palavras sem muitos rodeios um filme bem fraco........
    Mostrar comentários
    Back to Top