Notas dos Filmes
Meu AdoroCinema
    Valente
    Média
    4,3
    2022 notas e 393 críticas
    distribuição de 393 críticas por nota
    92 críticas
    138 críticas
    117 críticas
    36 críticas
    4 críticas
    6 críticas
    Você assistiu Valente ?

    393 críticas do leitor

    Barbara  R.
    Barbara R.

    Segui-los Ler as 3 críticas deles

    0,5
    Enviada em 12 de agosto de 2014
    Quem vê o trailer de Valente logo pensa que o filme será incrível, mas deixa muito a desejar. A iniciativa de fazer um filme spoiler: sobre uma princesa independente de tudo e de todos, que não pretende seguir os passos de sua mãe e se revolta por que a mesma não a deixar se ela mesma foi até boa mas na pratica não funcionou bem e não conseguiram passar tudo o que foi desejado de uma boa maneira no enredo. A Disney já fez trabalhos maravilhosos, e quem viu os clássicos como A Pequena Sereia, A bela e a Fera, Bela Adormecida, Branca de Neve, e até mesmo o "recente" filme Enrolados, percebe que esse filme não está nem perto do "padrão Disney de produção".
    Marcos O.
    Marcos O.

    Segui-los 22 seguidores Ler as 7 críticas deles

    4,0
    Enviada em 20 de junho de 2014
    Acho que estou meio mal acostumado com a Pixar, afinal, eu sempre ando saindo satisfeito após ver seus filmes. Valente, entretanto, já me causou uma boa impressão mesmo antes de eu ir conferir sua sinopse, ou seu trailer. Adorei o visual da protagonista, seu cabelo armado e sem pentear, sua expressão forte e determinada. Isso contradiz um pouco o esterótipo de protagonista perfeita da Disney - afinal o filme não é só da Pixar, né -, de princesa perfeita, aliás. E fiquei muito contente, quando, ao ver o filme, pude ver que essas características foram de fato usadas e bem aproveitadas. Merida é rebelde, selvagem e obstinada - o que, bem sabemos, nem sempre é lá muito bom - e eu me apeguei muito a ela, admito. Para incrementar ainda mais a obra, temos o cenário. Aqui, em Valente, não são só os personagens que podemos apreciar em termos de imagem, já que o cenário, como já é de costume da Pixar, são maravilhosos. Acho que fiquei um pouco mais impressionado neste caso pelo fato de, geralmente, nos filmes da Disney/Pixar os cenários se passarem mais em ambientes urbanos, utópicos ou futurísticos. Em Valente, não; temos a oportunidade de apreciar o efeito das árvores, a luz da lua sobre a grama e outros elementos característicos que apenas a era medieval pode proporcionar. Ainda falando da era medieval, chegamos ao ponto da trilha sonora. Não é perfeita - a voz de Manu Gavassi ainda não me convenceu), mas é bem plausível ao tentar nos introduzir na onda celta em que o filme se deixa levar, com a utilização de melodias - em sua maioria - até que muito bem construídas. Eu, particularmente - claro, porque essa resenha é minha! - gostei muito. Por outro lado, o filme também tem seus pecados. Apesar da história ser bem interessante e abordar assuntos pouco usados no cinema, faltou um pouco de corpo e verdadeiros grandes momentos não são muitos. Os minutos entre o conflito e o clímax às vezes transcorrem vagarosamente em cenas mais afetivas e rápido demais nas cenas em que o coração bate mais forte, e acaba que o final se mostra meio apressado. E, embora Valente explore muito bem Merida e sua mãe, e a relação que constroem, alguns personagens são deixados um pouco de lado - o que não é muito legal, porque, se pararmos pra pensar, o filme tem poucos personagens. Mas acho que, o mais frustrante, é a falta de um vilão verdadeiro. Sim, em Valente temos um vilão, mas eu simplesmente esperava mais dele, não mais história, porque isso ele tem bastante e muito bem, mas mais participação. Sem falar da ausência da bruxa. De qualquer maneira, doa o quanto doer, contudo esse filme é para crianças. Rs. Talvez, se fosse feito para adultos esses erros pudessem ser consertados, mas, para o público alvo, do que importa todas essas "baboseiras" que acabei de dizer? Se a intenção é divertir e entreter, Valente acerta na mosca (ou no alvo, rs). É lindo de se ver e serve para meditarmos em nossos erros e nas consequências de tomarmos, precipitadamente, decisões que não cabem só a nós - a mensagem é linda. O filme tem sua cota e humor, bem balanceada, e uma mitologia bem bordada. Entretanto, é para apreciadores de animações, não de céticos sérios e super-críticos.
    Lucas Collito
    Lucas Collito

    Segui-los 3 seguidores Ler as 23 críticas deles

    2,5
    Enviada em 17 de junho de 2014
    Bom efeito animação, mas enredo deixa a desejar...
    telmo f.
    telmo f.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 36 críticas deles

    2,0
    Enviada em 18 de maio de 2014
    Eu esperava mais desse filme na minha opiniao copiaram irmao urso uma historia chata e muito pouco engraçada e previsivel bem fraca.
    Bárbara S.
    Bárbara S.

    Segui-los 4 seguidores Ler a crítica deles

    2,0
    Enviada em 8 de abril de 2014
    filme horrível! por ser da pixar, imaginamos um filme incrível, mas essa descrição não se encaixa nesse filme, que parece mais uma mistura de ''Irmão Urso'' com ''Sexta-feira muito louca". o início até que é bom, mas a partir que spoiler: a mãe de Merida se transforma em urso a história acaba ficando boba e enjoativa, e o final acaba sendo muito previsível. além de ter um título sem sentido com a história e muita enrolação a partir de quando spoiler: Merida e sua mãe (urso) vão para a floresta . O filme também apresenta pontos inúteis, como os irmãos de Merida, que não fizeram praticamente nada de importante no filme. pontos positivos nos lindos cenários, cheios de verde, no cabelo ruivo de Merida, que representou muito bem a personalidade da personagem, pelo fato de a história ser sobre uma princesa mas não ser uma história de amor como o resto das histórias de princesas da Disney, e pela personalidade da personagem, que não é mais uma princesa frágil e inocente. mas é triste ver uma personagem tão boa ser desperdiçada em uma história tão fraca. acredito que se melhorassem o roteiro do filme ele poderia ter ficado melhor, mas o resultado final acabou deixando muito a desejar.
    Marcia Maria A.
    Marcia Maria A.

    Segui-los 1 seguidor Ler a crítica deles

    5,0
    Enviada em 6 de março de 2014
    O filme é lindo apesar de um tema adulto, desconstruir a ideia de que toda menina deve ser uma princesa foi bem sacado, mesmo usando um apelo feminista não tirou sua emoção. A liberdade de escolher o seu próprio caminho e a felicidade que não depende de um outro e sim de vcê mesmo. Eu recomendo.
    Guilherme R.
    Guilherme R.

    Segui-los 4 seguidores Ler as 16 críticas deles

    3,0
    Enviada em 5 de fevereiro de 2014
    Diretores: Mark Andrews, Brenda Chapman Elenco: Kelly MacDonald, Billy Connolly, Emma Thompson Gênero: Animação, Aventura, Comédia Produtoras: Disney e Pixar EUA, 2012 A animação Valente, coprodução da Disney e Pixar, faz um resgate da essência e cultura celtas presentes na Escócia. A atmosfera do povo bretão é retratada por cenários campestres, ursos – animais admirados pelos escoceses –, cores vivas, e homens de kilts bebendo e cantando. A animação inova por trazer uma heroína adolescente como protagonista – até então são poucas as histórias que se propõem a retratar o universo feminino; e, diferente de outros desenhos que trazem uma família exemplar e perfeita; e amores românticos, esta traz uma família problemática e conflituosa. A história gira em torno do conflito adolescente da princesa Merida, uma garota rebelde, de cabelos revoltos, mais preocupada em cavalgar e praticar arco e flecha do que seguir a tradição do reinado. Ela tem mais intimidade e afeição pelo seu pai, Fergus, ambos de espíritos selvagens. Todavia, sua mãe, a rainha Elinor, impecavelmente arrumada, sempre com lindos vestidos e cabelos caprichados, ensina exaustivamente como uma princesa deve se portar e cuida de cada detalhe do dia da jovem, que fica bem irritadiça pela marcação. A rebeldia e teimosia da garota valente, unidas à sua leviana solução para findar os conflitos com a mãe, que deseja um casamento arranjado, uma tradição do seu povo, trazem consequências desastrosas, colocando todos em perigo. Com os perigos e situações delicadas pelos quais passam os personagens, eles reforçam a relação de amor familiar, a união e a amizade entre os povos. Sempre temos qualidades admiráveis e podemos nos valer disso nos momentos mais difíceis e também nada nos impede de, quando necessário, romper com o tradicional para ganhar novos rumos.
    Neto S.
    Neto S.

    Segui-los 17166 seguidores Ler as 773 críticas deles

    3,5
    Enviada em 3 de janeiro de 2014
    A jovem princesa Merida foi criada pela mãe para ser a sucessora perfeita ao cargo de rainha, seguindo a etiqueta e os costumes do reino. Mas a garota dos cabelos rebeldes não tem a menor vocação para esta vida traçada, preferindo cavalgar pelas planícies selvagens da Escócia e praticar o seu esporte favorito, o tiro ao arco. Quando uma competição é organizada contra a sua vontade, para escolher seu futuro marido, Merida decide recorrer à ajuda de uma bruxa, a quem pede que sua mãe mude. Mas quando o feitiço surte efeito, a transformação da rainha não é exatamente o que Merida imaginava... Agora caberá à jovem ajudar a sua mãe e impedir que o reino entre em guerra com os povos vizinhos. Boa Animaçao Super Divertida Tem Boas Partes De Humor e Boas Partes De Açao Recomendo Nota 8.5
    Gi C.
    Gi C.

    Segui-los 7 seguidores Ler as 51 críticas deles

    4,5
    Enviada em 23 de dezembro de 2013
    Diferente de todas as animações que já se viu. Nesse filme a mulher passa a ser vista como corajosa, e não como uma princesinha que precisa ser ! Recomendo!
    Bianca P.
    Bianca P.

    Segui-los 3 seguidores Ler as 7 críticas deles

    5,0
    Enviada em 10 de dezembro de 2013
    Um filme fantástico, cheio de magia,com muito bom humor. Realmente parece eu e minha mãe, e quando assistimos,aprendemos uma lição devida. E fiquei mais atraída ainda pela dublagem de Merida por Luisa Palomanes,além das músicas cantadas por Manu Gavassi. Muito bom, uma linda História!
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top