Meu AdoroCinema
Feliz que Minha Mãe Esteja Viva
facebookTweet
Feliz que Minha Mãe Esteja Viva
Data de lançamento 25 de março de 2011 (1h 30min)
Elenco: Vincent Rottiers, Sophie Cattani, Christine Citti mais
Gênero Drama
Nacionalidade França
Ver o trailer
Usuários
3,27 notas e 2 críticas
Minha nota :
0.5
1
1.5
2
2.5
3
3.5
4
4.5
5
Veja nota dos meus amigos  ?

Sinopse e detalhes

Quando adolescente, Julie (Sophie Cattani) abandonou seus dois filhos, um de quatro anos e o outro ainda bebê. Adotados por um casal, o irmão mais novo cresceu sem crises existenciais, mas Thomas (Vincent Rottiers) sempre quis conhecer suas origens. A raiva que o abandono causou nele começa a se manifestar na pré-adolescência. Aos 20 anos, Thomas toma coragem e fala com sua mãe biológica. Na tentativa de ocupar o hiato da relação entre os dois, força um envolvimento não convencional entre mãe e filho.

Título original

Je suis heureux que ma mère soit vivante

Distribuidor IMOVISION
Ver detalhes técnicos
Ano de produção 2008
Tipo de filme longa-metragem
Curiosidades 11 curiosidades
Orçamento € 4 000 000
Idiomas Francês
Formato de produção 35 mm
Cor Colorido
Formato de áudio Dolby SRD
Formato de projeção 1.85 : 1
Número Visa -

Trailer

Feliz que Minha Mãe Esteja Viva Trailer Legendado 1:43
Feliz que Minha Mãe Esteja Viva Trailer Legendado
294 visualizações
Pela web

Elenco

Vincent Rottiers
Vincent Rottiers
Personagem : Thomas
Sophie Cattani
Sophie Cattani
Personagem : Julie Martino
Christine Citti
Christine Citti
Personagem : Annie Jouvet
Yves Verhoeven
Yves Verhoeven
Personagem : Yves Jouvet
Ficha completa

Críticas de usuários

danicarreis
Crítica positiva mais útil

por danicarreis, em 11/02/2013

4,5Ótimo

Roteiro muitíssimo interessante! Impressionante a verdade com que são retratadas as marcas que o abandono pode deixar no... Leia mais

Todas as críticas de usuários
0% (0 crítica)
100% (2 críticas)
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
0% (0 crítica)
Você assistiu Feliz que Minha Mãe Esteja Viva ?
2 Críticas de usuários

Fotos

23 Fotos

Curiosidades das filmagens

Um Roteiro Colaborativo

O ponto de partida do filme foi um artigo de Emmanuel Carrère, de 1996. Jacques Audiard e o produtor Jean-Louis Livi acharam a notícia e pediram a Carrère para fazer um roteiro. O escritor acabou desistindo e Alain Le Henry assumiu o projeto. Os diretores do filme também participaram da elaboração do roteiro.

Parceria

Yves Verhoeven, que interpreta o pai adotivo de Thomas, é um dos atores favoritos do diretor Claude Miller. Esse é o quinto filme em que a dupla trabalha junto.

A Hora de Nathan Miller

Nathan Miller, filho do diretor Claude Miller, vive nos sets de filmagem desde criança. Em 1970, apareceu no filme O Garoto Selvagem, de François Truffaut. Nathan trabalhou como cameraman e assistente em vários filmes de seu pai e de outros cineastas. Ele também dirigiu vários curtas-metragens.A idéia de chamar Nathan Miller para trabalhar como co-diretor do filme foi do produtor Jean-Louis Livi e do diretor Claude Miller. Os co-diretores de Fel... missing__generic.more
11 curiosidades

Se você gosta desse filme, talvez você também goste de...

Mais filmes similares

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top