Meu AdoroCinema
Querido John
Críticas AdoroCinema
3,0
Legal
Querido John

ÁGUA COM AÇÚCAR E ALGO MAIS

por Roberto Cunha

Sabe aqueles filmes com cenas em câmera lenta, fusões de imagens, beijos e abraços, aquele tradicional pôr do sol (claro) e boas músicas ao fundo? Querido John bebeu direitinho nesta fonte, mas botou um temperinho a mais para não ficar tão doce. 

Baseado na obra do best seller Nicholas Sparks, a história conta sobre um militar (Channing Tatum), que vive uma intensa paixão com uma jovem (Amanda Seyfried) durante um breve periodo de licença. O problema é que enquanto ela se prepara para entrar na universidade,  ambos se  conformam que ele vai para o front. E assim, com sentimentos iguais e objetivos diferentes, o querer “estar junto” se materializa nas inúmeras cartas trocadas entre eles. Daí o título alusivo ao começo de uma missiva amorosa. Do mesmo diretor de Sempre ao Seu Lado (lacrimoso e recente), Querido John vai fundo no “estar perdido por amor”, fala de amizade, autismo, e aborda também as questões entre pais e filhos, estabelecendo uma relação interessante do protagonista com uma moeda defeituosa da coleção de seu pai. 

O destaque, além da boa química do casal, vai para a atuação de Richard Jenkins (Queime Depois de Ler) como o pai de John. Entre as curiosidades, a presença do ator Henry Thomas (o garotinho do clássico E.T. - O Extra terrestre), irreconhecível no papel de Tim. A boa trilha sonora, com aquela levada meio pop acústico adolescente de tantas cantoras norte americanas, tem direito a uma canção cantada por Seyfried ao violão. Efeitos de Mamma Mia!? É provável que sim. Não espere encontrar nada de novo, mas o filme é bem feitinho, podendo agradar um montão de gente que curte o gênero água com açúcar e um pouco de sal.

Quer ver mais críticas?
  • As últimas críticas do AdoroCinema

Comentários

Mostrar comentários
Back to Top