Meu AdoroCinema
    Expresso do Amanhã
    Média
    3,5
    761 notas e 69 críticas
    16% (11 críticas)
    29% (20 críticas)
    14% (10 críticas)
    13% (9 críticas)
    14% (10 críticas)
    13% (9 críticas)
    Você assistiu Expresso do Amanhã ?

    69 críticas do leitor

    Pequim P
    Pequim P

    Segui-los Ler as 14 críticas deles

    4,5
    Enviada em 24 de maio de 2018
    Uma ficção científica maravilhosa, primeiro pela crítica social explícita no filme, aonde a classe tida como "dominante" determina o lugar de cada um. Outro ponto de vista maravilhoso é o trem usado como a terra que sobrou, aonde supostamente só a vida ali, o final não foi aquele final brilhante porém vale a pena ver este filme
    Daniel D.
    Daniel D.

    Segui-los Ler as 4 críticas deles

    0,5
    Enviada em 30 de dezembro de 2017
    Péssimo, do início ao fim. De cara já da pra ter uma noção do que o filme quer tratar : Uma luta de classes. O filme começa já com um gosto de que você perdeu algo, com todo o plano secreto já feito pela personagem principal e... continua assim : Uma sequência de cenas fracas e sem graça até chegar ao final digno do que o filme apresentou, uma ideia vaga mal explorada. Irrita a falta de senso espacial do filme, um trem que comporta um gigante galpão com vários moradores enquanto que ao mesmo tempo contrai-se num ambiente extremamente fechado para lutas, fazendo parecer que todo aquele universo foi criado por uma criança de 7 anos. Os personagens são totalmente mal explicados e explorados. Nem boas cenas, como a da escola, que abordou só um pouco do que o filme queria passar, consegue se salvar de um tiroteio mal filmado sem gosto algum. Filme pseudointelectual totalmente desprovido de todas as qualidades que um bom filme deveria ter.
    Rafael Piros
    Rafael Piros

    Segui-los Ler as 6 críticas deles

    4,5
    Enviada em 6 de novembro de 2017
    Além de bom, não consigo enjoar deste filme. Snowpiercer é uma obra de visão totalmente diferente, com uma crítica extremamente relevante e uma dinâmica potente. Uma história fantasiosa, mas os problemas são externamente reais e as atitudes radicais. Dê contexto melodramático e sujo, a cada momento que se passa a tragédia aumenta, fazendo com que ois personagens deixem de ser seres imbatíveis de Hollywood e se tornam completos seres humanos que não possuem muita cerimônia para morrer, assim como no mundo real. Possuindo consequências realistas, o desenrolar do filme vem trazendo resultados totalmente diferentes e um final espantoso de inédito. Certamente não é um filme feito para agradar a todos, pois neste filme algo totalmente diferente foi adotado; a voraz realidade de uma revolução.
    Maria Gabriela Q.
    Maria Gabriela Q.

    Segui-los 12 seguidores Ler as 3 críticas deles

    2,5
    Enviada em 5 de novembro de 2017
    A ideia do filme é legal, mas ele acaba se tornando cansativo e parado. Os efeitos e as imagens são ótimos, mas o enredo acaba por se perder algumas vezes.
    Birovisky
    Birovisky

    Segui-los 5 seguidores Ler as 192 críticas deles

    2,5
    Enviada em 13 de junho de 2017
    Sem espaços - h t t p s : / / rezenhando . wordpress . com /2017/06/13/rezenha-critica-expresso-do-amanha-2013/ Pensa num filme que há tempos estava na minha lista e que sempre vinha adiando justamente porque meu sexto sentido estava querendo dizer algo. Pois bem, aquela carinha de putinho do Chris Evans (Capitão América) não engana ninguém, e o filme com um extremo potencial em virtude do roteiro que é baseado em uma obra literária naufragou em qualidade visual nos cinemas. Confiram a “rezenha” crítica de O Expresso do Amanhã. O filme aborda a criação de um experimento para impedir o aquecimento global e que falha, como consequência uma nova era do gelo toma conta do planeta. O que resta é apenas neve e guerra. Os únicos sobreviventes da Terra estão a bordo de uma imensa máquina chamada Snowpiercer. Lá dentro, os mais pobres vivem em péssimas condições, enquanto a classe rica vive em meio ao luxo. Durante os 126 minutos de duração, são jogados várias discussões em nossa retina sobre a divisão de classes sociais e o que cada cidadão independente sendo do bem ou não e o que merece quando nasce, seguindo uma linha de vida pré determinada até sua morte. Bem ditatorial e consequência do utópico socialismo. São ideias boas, porém muito mal executadas, as 2 horas de filme transformaram-se em 3. Muito arrastado com um exagero de câmeras lentas, alguns discursinhos bem babacas e muita coisa jogada na tela sem uma razão. O começo do flme é muito bom porque não sabemos quase nada o que está rolando e no primeiro piquete dos miseráveis, um deles é condenado a um castigo, e achei a cena muito foda. Fora isso não se tem muito o que falar, você vai desgostando do filme. Se o diretor Bong Joon-ho tivesse assistido pelo menos o primeiro The Raid (famoso filme que um batalhão precisa chegar ao último andar de um prédio para capturar um traficante) teria sido um filme mais emocionante e tenso. O que salvou o filme de um fiasco é a cena onde os miseráveis batalham com a “gang dos machados” e os caras com visão noturna dentro de um túnel. Achei bem curiosa aquela cena, porém mal executada como o restante do filme. O terceiro ato da obra poderia ter tido um final com uma sequência de diálogos muito foda, mas que infelizmente a sensação foi brochante diante de tudo aquilo que é revelado. Fora o ambiente externo, o mundo coberto de neve com um efeito especial bem tosco, nem filme dos anos 80 possuem efeitos tão tosco, sem brincadeira. Um filme para assistir uma vez e esquecer. Minha nota é 2/5.
    Juan K.
    Juan K.

    Segui-los 1 seguidor Ler as 16 críticas deles

    4,0
    Enviada em 10 de junho de 2017
    Excelente filme. Tem uma história muito bem desenvolvida, uma drama rasoável, ótima atuação dos atores em geral e um climax perfeito. Recomendo.
    Rafael P.
    Rafael P.

    Segui-los Ler as 5 críticas deles

    4,5
    Enviada em 26 de janeiro de 2017
    Este é um filme totalmente fora do usual. Pra quem gosta de expirimentar novos conceitos cinematograficos esse é um filme impecavel. O ponto que mais me chamou a atenção é a tragédia constante que o filme traz e um final totalmente inesperado e, assim como todo o filme, tragico e dramatico. Muito bom!!
    cinetenisverde
    cinetenisverde

    Segui-los 34 seguidores Ler as 1 108 críticas deles

    4,0
    Enviada em 17 de janeiro de 2017
    O quão bom é a mensagem de um filme à medida que ela vai se tornando óbvia demais? Em Expresso do Amanhã, um filme violentamente gráfico e com desvios de caráter para o bem de seu argumento, talvez esse limite seja quando um personagem declara que "o trem é o mundo, nós somos a humanidade", em um momento tão avançado na história que até para aquele espectador que dormiu metade do filme a mensagem já é pura e cristalina como água derretida das calotas polares.
    Lúcio T.
    Lúcio T.

    Segui-los 14 seguidores Ler as 242 críticas deles

    4,0
    Enviada em 8 de novembro de 2016
    Imagine um mundo pós-apocalíptico. Errou se pensou em zumbis nele, mas acertou sobre ter monstros e não são aqueles que provavelmente chamaríamos de mortos-vivos ou aberrações da natureza. Somos nós, humanos..... Somos monstros por querer consumir deste planeta cada vez mais e mais e uma hora o preço é cobrado. Sem tempo, queremos consertar as coisas e fod#""()$ mais e mais. E se imaginas a sobrevivência mundo afora, se enganou de novo. Estamos morando em uma caixa de metal, em várias delas, que percorrem o mundo como um relógio. E com toda esta tragédia mundial, finalmente as diferenças ficaram de lado? PÉÉÉÉÉ, mais uma vez errado. Estamos divididos por classe sociais (ainda), mas desta vez são as caixas de metal que separa os afortunados dos menos sortudos. Incrível que o que me diferencia de você seja um monte de papel ou uma apunhalado de pedras (.....desabafo.....)..... Que filmasso do diretor e roteirista sul-coreano Bong Joon-ho que se inspirou em uma HQ francesa, a Le Transperceneige, de Jacques Lob e Jean-Marc Rochette! Que originalidade! Um mundo inteiro dentro de um trem, do qual em sua frente vivem os ricos e em sua "cauda' vivem os pobres, separados por uma longa distância de vagões. A Fotografia está excelente! O enredo é sobre as diferenças sociais, revolução e controle (sobre natalidade, comida, ciclo, etc.) e poucos decidem por muitos. Tudo escancarado de uma forma fictícia, mas que mesmo assim choca e revolta. E ainda temos uma certa teoria da conspiração sobre eventos da História Mundial com controle populacional. Uma história genial! Pena que não isenta de alguns erros perceptíveis. Joon-ho se preocupa em explicar como diferentes nacionalidades convivem juntas (se bem que a grande maioria fala inglês, of course), mas com o tempo esquece e parece que houve o episódio da Torre de Babel inversa: todos falam a mesma língua por mais que o som seja diferente. Ele também nos mostra cada vagão como uma parte "necessária" de nossas vidas consumistas, temos um restaurante japonês, açougue, dentista, sauna, piscina, aquário (sim!!!!!), danceteria, "quartinho do suingue", bares, horta, etc. O que faltou foi um dos principais, o vagão hospitalar ou farmacêutico.....ou seriam eles imunes até a uma gripe? E são mostrados ovos, mas e o galinheiro ou até mesmo um mini zoológico (daí explicaria a carne do açougue)? Se bem que eles transitam por diversos vagões sem que se mostre tal passagem, entonces pode ser que ficou para a imaginação do espectador, mas pergunto, em tão pouco tempo se atravessa "o mundo"?. E falando sobre comida e fugindo um pouco dos erros, lógico que todos os lugares não são para uso-fruto da "escória" e estes são apenas alimentados com uma barra de proteína que é feita de algo bem.....bom, digamos que Pimba e Pumba do O REI LEÃO (1995) ficariam orgulhosos..... E o ator Chris Evans mostra que não nasceu só para ser o Capitão América e sim um grande líder (espera, e o que seria o Capitão América?????.....). O elenco atua bem e contamos com nomes conhecidos (e eternos protagonistas) como John Hurt (já atuou em V DE VINGANÇA de 2005). E taí a origem do porque que os endinheirados são tão bestas em um futuro caótico.....Av Marys..... Algumas coisas também ficam sem explicação com uma cena no arco final da película e possui situações que não precisava. Uma ficção cheia de ação, violência e drama (a parte que o personagem do Evans senta e começa a desabafar é froid) e com uma mensagem fodástica que já vi em uma propaganda: a Natureza não precisa dos humanos, ela pode até "morrer", mas ela recicla. Já os humanos, não vivemos sem ela e se sobrevivemos ao "recall", qual seria o preço?...
    Sidney  M.
    Sidney M.

    Segui-los 48 seguidores Ler as 950 críticas deles

    2,5
    Enviada em 22 de agosto de 2016
    O enredo é super interessante e bem criativo, entretanto achei monótono demais, a trama demora para ser desenvolvida, e por isso o deixa cansativo.
    Quer ver mais críticas?
    • As últimas críticas do AdoroCinema
    Back to Top